Troca-troca. De ministros, de nomes. Recortes do Brasil, na Mira

trocas“Quando práticas escusas são a regra, o ator que joga limpo não sobreviverá. O incentivo é jogar sujo, esperando que os demais também o façam.” (na Folha de S.Paulo, 29/05). Completo eu: os que não se locupletam sentem-se trouxas, mas prefiro ser um deles.

 A manobra de Temer ao substituir o ministro da Justiça pode redundar naquilo que Tancredo Neves dizia, “Esperteza quando é muita come o dono” – parece que esta é a frase correta. Serraglio, ao voltar para a Câmara, desaloja seu substituto, o mala da mala Rocha Loures, que perderá o foro privilegiado. Já pensa em delação premiada… Serraglio, ao que tudo indica, armou uma “vingança malígrina”, como dizia a personagem de Chico Anysio.

 A discussão diretas-já!/indiretas continua. Trocando em miúdos, respeitar-se-á a Constituição ou não?

 Na GloboNews: “Este foi um dos motivos que motivaram…”. Que beleza!!!

 No programa Roda Viva, da TV Cultura de São Paulo, o cartunista Paulo Caruso cometeu um erro daqueles ao escrever a famosa frase latina “Alea jacta est”, proferida pelo imperador romano Júlio Cesar às margens do rio Rubicão. Escreveu “Alia”. Se, além disso, tivesse acentuado, aliá, seria um desastre maior ainda, a tradução seria “A elefanta está lançada”. Já pensaram no tamanho do estrago?

 (CACALO KFOURI)

***************

No UOL

Temer tira Ministério da Justiça de Serraglio, que troca com ministro da Transparência

 Essa foi a terceira troca no comando do Ministério da Justiça em pouco mais de um ano de governo Temer. Quando assumiu, em maio do ano passado, após o afastamento de Dilma Roussef (XXX)(Rousseff)(*)(PT)

(*) Afastada foi ela, não o efe.

 Não pode repetir “um erro brutal”

Lula não vai unificar a esquerda se fizer “mais do mesmo”, diz Boulos

 Obs.: – Nem os eleitores! Como diz o corvo da clássica obra de Edgar Allan Poe, “Nevermore!”.

 Senado aprova mudança de nome do aeroporto de Congonhas, em São Paulo

 O plenário do Senado aprovou na última quinta-feira (25) um projeto de lei que altera o nome do terminal da capital paulista para Aeroporto de São Paulo/Congonhas – Deputado Freitas Nobre. Atualmente, o nome oficial é apenas  Aeroporto Internacional de São Paulo/Congonhas.

Obs.: – Nobre no sobrenome e na ação, merece todas as homenagens, mas o aeroporto continuará a ser chamado de Congonhas, assim como o de Guarulhos é chamado de Cumbica, apesar de o nome André Franco Montoro, mais um político de quem tenho saudades. Sem querer misturar alhos com bugalhos, o Itaquerão sempre será Itaquerão, podem vender o tal do naming rights pro papa e não mudará nada.

 MP denuncia ex-desembargadores por pedido de propina em causa de R$ 500 milhões

 Obs.: – Que falta de imaginação, quinhentão de novo? Não bastava a mala do mala Rodrigo Rocha Loures? E ainda tem a reclamação do Ronaldão (Ronaldo paga R$ 500 mil em reforma de apartamento de luxo, mas se irrita com demora e vai à Justiça).

 Produtor terá que devolver R$ 573 mil por show cancelado de João Gilberto

 Obs.: – Arre, variou, pouco, mas variou…

                                                          ***************

No Estadão

 Paris celebra os 20 anos do 1º troféu de Gustavo Kuerten

 Para celebrar os 20 anos da primeira conquista, a entidade mandou uma equipe de documentaristas à(XXX)(a)(*) Florianópolis

(*) Xiii, perderam a viagem, foram para uma cidade que não existe, a tal da “A Florianópolis”.

 Tietê entre ‘Fica”, “Fora’ e ‘Volta’ Michel 

 Conterrâneos se dividem sobre futuro de Temer; placa em sua homenagem foi pichada e arrancada

Obs.: – Volta, Temer e nunca mais saia de lá!

 CBF assume a transmissão dos jogos na Austrália

Entidade não se acerta com a Globo e compra espaço na TV Brasil para exibir amistosos do time de Tite em Melbourne

Obs.: – Agora Marco Polo Del Nero, o que não viaja, cai, a Globo vai cair de pau nele, pois mexeu com os interesses comerciais dela, e o Depto Comercial vai liberar o de Jornalismo pra descer o cacete. Isso já ocorreu nos tempos de Ricardo Teixeira.

Indicação de Serraglio causa protestos

Servidores do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) protestaram contra a indicação do deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), ex-ministro da Justiça, para assumir a pasta após troca de cargos feita pelo presidente Michel Temer.

Obs.: – Eles tem certeza de que se Serraglio assumisse o ministério passaria a ser o da Opacidade. Devem estar aliviados, o defenestrado da Justiça declarou que voltará ao valhacou… ops! Congresso.

Mantega admite conta não declarada com US$ 600 mil

“(Mantega) não espera perdão nem clemência pelo erro que cometeu ao não declarar valores no exterior.”.

Obs.: – A declaração acima é do advogado de Mantega. Que cidadão mais generoso é o ex-ministro, não? Ele que comandava, entre outras coisas, a Receita Federal, aquela que manda gente pra malha fina por causa de trocados, se esqueceu de declarar uns milhõezinhos… Que distraído…

                                                         ***************

Na Folha

 Joias mais valiosas de Cabral não foram encontradas pela PF

 Obs.: – Assim como boa parte do dinheiro desviado pelos lavajatados, é com ele que seus advogados devem estar sendo regiamente pagos. Ou alguém acha que estão trabalhando pro bono?

 ‘Magnata do sexo’, Oscar Maroni quer ser presidente

 Do Bahamas Club , zona sul de São Paulo, ao Palácio do Planalto, em Brasília, com quatro escalas na prisão sob acusação de explorar prostituição

Obs.: – Tem sua lógica, a expertise dele em matéria de etc. é enorme, só mudaria a clientela, seria o país, que vem sendo “etcterado” pelos últimos presidentes, profissionais de outras áreas.

 Na cracolândia, Doria deixou cair a máscara de bom gestor

 Obs.: – Dátis zi quéstchion, quem criou a imagem? A mesma imprensa que fez isso com a de Eike Batista. Por que não conversam com funcionários da empresa de Doria pra saber o que pensam dele? O que se compra de gato por lebre na imprensa né mól não, como dizem lá em Belzontchi.

 ‘Tem que tirar esse cara’, disseram Aécio e Joesley sobre chefe da PF

 Obs.: – Pois é… será que o novo ministro, que tem fama de mexer em todo o pessoal ao seu redor, não foi escolhido “ad hoc”?

 Novo Refis custará R$35 bi  em até 15 anos ao governo

 Obs.: – Será que entendi direito? A reforma da Previdência é para acabar com um  rombo e, assim, permitir que o governo abra outro?

                                                          ***************

No G1 (chamada)

 g1.jpg- COM CORTE

Obs.: – Que tubarão faminto! Cortou o braço e a frase…

                                                          ***************

marchando2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter