Isso é Libertadores, amigos! Coluna Mário Marinho

Isso é Libertadores, amigos!

COLUNA MÁRIO MARINHO

O título acima tornou-se um chavão repetido a torto e a direito por vozes fortes e muitas vezes respeitadas nas emissoras de tevê, de rádios ou mesmo a imprensa escrita quando se quer falar de mazelas da Libertadores.

Então, a entrada que deveria ser firme se transforma numa quase agressão entre jogadores, ou numa agressão mesmo, e logo o locutor esbravejará: “Isso é Libertadores, amigo!”

Se o jogador vai cobrar o escanteio e é alvo do arremesso dos mais surreais objetos que vão de pilhas de rádio ou de celulares, pés de chinelo, frutas, pedras etc.  a até mesmo cuspes e outros líquidos, não faltará voz que aclamará: “Isso é Libertadores!”

Não, não é.

Libertadores é o espetáculo que Lanus e Grêmio proporcionaram na noite desta quarta-feira, quando o Grêmio sagrou-se, pela terceira vez em sua história, campeão da Taça Libertadores da América.

Foi jogo duro.

Mas não houve deslealdade, não houve violência, não houve agressões. Houve, sim, muito futebol, muito respeito entre os adversários e para com os torcedores. E, incrível!, respeito entre os torcedores. Vencidos e vencedores aplaudiram seus heróis. Como deve ser num mundo civilizado.

Ao contrário do primeiro jogo, disputado em casa, o Grêmio foi um time solto que partiu logo para cima de seu adversário.

Mandou no jogo o tempo todo. Foram poucas as exceções, foram poucas as chances criadas pelos donos da casa.

Enfim, os argentinos podem, sim, ser batidos em casa.

A última vez que isso aconteceu numa Libertadores, foi com o formidável time do Santos, em 1963, com Pelé e companhia.

Parabéns, Grêmio. Parabéns, Gremistas.

Parabéns a Renato Gaúcho que assumiu o risco de deixar de lado o Brasileirão e focar apenas na Libertadores.

Estátua, ídolo,

O Rei de Porto Alegre.

O irreverente Renato Gaúcho já havia dito que se ganhasse a Libertadores com toda certeza mereceria uma estátua em Porto Alegre.

E não deixou por menos.

Após o jogo, cobrou a estátua. “Faço parte da história do Grêmio”, bradou em alto e bom som, com costumeira imodéstia.

Disse mais:

“Peço licença ao Prefeito, mas estou decretando feriado em Porto Alegre. O povo precisa comemorar.”

Aproveitou para alfinetar o Internacional, seu rival desde os tempos em que era jogador do Tricolor.

– A torcida do Internacional pode aproveitar o feriado e também comemorar agora que voltou à Série A.

Aos poetas, gênios e campeões tudo é permitido.

Nossos

adversários

Amanhã é dia de sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2018.

Conheceremos nossos adversários.

Haverá aquela tensão: quem teremos pela frente? O que queremos: um grupo forte ou um grupo mais maneiro?

Saberemos amanhã. O certo é que não teremos a Alemanha como adversário na primeira fase.

Ainda bem.

_____________________________

FOTO SOFIA MARINHO

Mario Marinho É jornalista. Especializado em jornalismo esportivo foi durante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, nas rádios 9 de Julho, Atual e Capital. Foi duas vezes presidente da Aceesp (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo). Também é escritor. Tem publicados Velórios Inusitados e O Padre e a Partilha, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

 (DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

About

Brickmann & Associados Comunicação – B&A / Tel. (11) 3885-6656 / www. brickmann.com.br / E-mail: contato@chumbogordo.com.br / Twitter: twitter.com/ChumboGordo / Facebook: facebook.com/chumbogordo

1 Comment

  • Wanderley Machado Diniz

    30/11/2017 - 17:01

    Marinho:

    Concordo totalmente com suas palavras. Jogo emocionante, disputado como deve ser, pelas normas da desportividade. Um senão: vai ser duro aguentar, daqui por diante, o Renato Gaúcho. Suas declarações pós-vitória, que você registra, é apenas o começo….
    Abraços,
    Wander

Leave a comment

Your email address will not be published.