EXTRA! CONVOCAÇÃO COPA. 23 homens e um destino. Coluna Mário Marinho

EXTRA!

23 homens e um destino

 O destino, todos nós sabemos, e a Rússia.

A missão é defender o bom nome do futebol brasileiro, honrar nossas tradições, aplacar nossas ansiedades, deixar mais de 200 milhões de brasileiros felizes e orgulhosos.

Toda missão tem um propósito, um objetivo, uma determinação, um rumo: no nosso caso é alcançar o hexa.

Que me perdoe o barão de Coubertin, para quem o importante é competir, na verdade, queremos mesmo é vencer.

Não nos contentamos com o título de campeão moral ou com a taça de fair play como a seleção mais disciplinada.

O que vale, já dizia o narrador Enio Rodrigues, é bola na rede.

Tite acaba de divulgar a lista dos 23 que será inscritos na Fifa. Nessa lista só caberá alguma novidade se houver – toc, toc toc – alguma lesão grave ou qualquer outro impedimento impossível de ser sanado.

Eis a lista:

Goleiros:  Alisson (Roma) , Ederson (Manchester City) ; Cássio (Corinthians) .

Laterais:   Marcelo (Real Madrid) ; Filipe Luís (Atlético de Madrid) ; Fagner (Corinthians) ; Danilo (Manchester City) .

Zagueiros:  Marquinhos (PSG) ; Miranda (Inter de Milão): Thiago Silva (PSG); Pedro Geromel (Grêmio).

Volantes:  Casemiro (Real Madrid) ; Paulinho (Barcelona) ; Fernandinho (Manchester City) ; Renato Augusto (Beijing Guoan) .

Meias:  Philippe Coutinho (Barcelona); Willian (Chelsea) ; Fred (Shakhtar Donetsk).

Atacantes: Neymar (PSG) ; Gabriel Jesus (Manchester City) ; Roberto Firmino (Liverpool);  Douglas Costa (Juventus) ; Taison (Shakhtar Donetsk) .

Não acredito que amanhã pela manhã eu vá encontrar torcedores revoltados com a falta deste ou daquele jogador entre os convocados. Ou a pergunta indignada: por que este cara foi convocado?

Talvez pela falta de bons jogadores jogando no Brasil e pela falta de acompanhamento mais detalhado do que fazem jogadores lá fora, não haverá reclamações.

Sim, um aqui e outro ali vai defender o seu ídolo, mas isso faz parte do jogo.

Assino embaixo a convocação destes 23.

Lembro-me que para a Copa de 2002, houve reclamações e mais reclamações pela não convocação de Romário. Mas, Felipão tinha lá seus motivos.

Em 2006, houve um certo murmurar pela não convocação do meia Alex que, na época, brilhava no Cruzeiro e havia brilhado na própria Seleção Brasileira, na disputa da Copa América de 2004.

Para a Copa da África, em 2010, reclamou-se muito da não convocação dos garotos Neymar e Ganso, ambos, na época, Meninos da Vila. Falou-se principalmente pela ausência de Neymar que poderia ser usado para a troca do estilo de jogar da seleção.

Para a Copa de 2014, aqui no Brasil, reclamou-se muito da não convocação de Kaká que, à época, defendia o Milan e estava muito bem.

Outros nomes que poderiam ter sido convocados e ficaram de fora, mas, sem muito alarde: Robinho (Milan), Miranda (Atlético de Madri), Lucas (Paris Saint-Germain) e Philippe Coutinho (Liverpool).

Mas, a não convocação de algum deles não provocou a mínima comoção.

Aliás, cabe a pergunta: algum deles evitaria a tragédia dos 7 a 1?

Vá saber… ou, como diriam os italianos, chi lo sa?

_______________________________________________

FOTO SOFIA MARINHO

Mario Marinho – É jornalista. Especializado em jornalismo esportivo, foi durante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.
 (DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS 
NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter