Hélio Bicudo, ironias da vida. Mais os “menos piores” e outras ironias da política

Ontem (1º), o Estadão, ao publicar o necrológio de dr. Hélio Bicudo, que morreu no dia anterior, esqueceu-se de contar por que ele deixou de ser articulista do jornal. No início dos anos 1970, o jornal deixou a sua velha sede no Viaduto Major Quedinho, na região central de São Paulo, e foi para a nova, à beira da Marginal Tietê, onde passou a ser exigido com rigor a apresentação de crachá pelos funcionários. Já havia a exigência na sede velha, mas como a maior parte dos funcionários era conhecida pelos seguranças, o cumprimento da regra não era rígido.

Quando da mudança, um daqueles luminares que existem em todas as empresas para atrapalhar o bom funcionamento delas, exigiu rigor na apresentação do crachá, mesmo das pessoas pra lá de conhecidas. Um dia, dr. Bicudo foi ao jornal entregar seu artigo e foi barrado. Ligou para a redação, avisou que tinha deixado o material na portaria, declarou que trabalhava no jornal há muitos anos, que era conhecido por todos, que não iria apresentar crachá, que isso era um absurdo, que mandassem buscar, a partir daquele dia, os artigos na casa dele. Fizeram isso durante um tempo, depois, desistiram e perderam o articulista.

 Aliás, antes houve um episódio parecido ainda na velha sede, envolvendo um dos Mesquita – da família dona do jornal. Um segurança novo, que não conhecia o pessoal, exigiu crachá de um dos membros da família, o envolvido disse que não tinha e que mesmo que tivesse não apresentaria, que era um dos donos do jornal. Foi um forrobodó na portaria, pois o segurança fez pé firme. Resultado: acabou demitido.

 O PT, como era de se esperar, ignorou solenemente a morte de um de seus fundadores – dr. Bicudo saiu do partido quando percebeu que o PT era igual ou pior que aqueles que espinafrava. Mas, Eduardo Suplicy – homem educado, que separa discordâncias políticas e respeita as pessoas que têm pensamento diferente do seu – esteve presente no velório (eu vi) com o respeito e a elegância de comportamento que lhe são peculiares.

 Duas frases tiradas de textos publicados no Estadão (2) definem com precisão o que se vive no Brasil hoje:

 1 – “Há multidões crescentes no Brasil que aprenderam a se jactar de desprezar a política, sem saber que, sem política, não teriam direito sequer de expressar o seu desprezo pela política.” – trecho do artigo de Eugênio Bucci.

 2 – “Entre todos os ruins, o menos ruim é Geraldo Alckmin. Esta previsão não se deve ao fato de meu partido apoiá-lo, mas à avaliação que faço do quadro eleitoral.”. – trecho da entrevista de Cláudio Lembo. 

(CACALO KFOURI)

                                                               ***************

No NTV

‘Me odeiam por eu ser bonita e competente’, diz vencedora do MasterChef sobre rivais

Obs.: – E muito simpática e modesta…

                                                               ***************

No UOL

 Mulheres com menos estudo lideram ranking de obesidade no Brasil

Obs.: – Dizem que conhecimento não ocupa espaço, mas, ao que parece, ignorância sim.

Documentaristas russos opositores de Putin são mortos na África

Obs.: – Putin, Maduro, Ortega e Trump são abaixo de qualquer suspeita, basta investigar com profundidade que se constatará a culpa deles.

Conar suspende anúncio de livro de figurinhas de Larissa Manoela

 O Conar (Conselho Nacional de autorregulamentação Publicitária) suspendeu o anúncio do livro de figurinhas digital de Larissa Manoela, estrela do SBT. A entidade considerou que a propaganda tem “apelos imperativos de consumo” e menciona gratuidades sem explicar quais são elas.

Obs.: – Mas com aqueles milagrosos elixíres da Natufibras que curam alcoolismo e levantam “defuntos” tudo bem, né, Conar?

Em 4 anos, crise derruba 20% dos assinantes de canais eróticos no país

Obs.: – Tomem Natufibras!

                                                               ***************

No ParanáPortal

Desembargador que tirou processo de Richa das mãos de Moro tem filha nomeada no governo

Segundo Richa, “ilegal seria descumprir a decisão unânime da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça e mais ilegal ainda seria encaminhar para a 13.a Vara Federal, exclusiva para julgar atos envolvendo a Petrobras, o caso de uma rodovia estadual”.

O desembargador emitiu nota na tarde de hoje, afirmando que a decisão adotada por ele não tem relação com o cargo ocupado pela filha. “Trata-se de uma função técnica, exercida por uma profissional habilitada, advogada e professora, com especialização em direitos socioambientais, com mestrado na mesma área e doutoranda em ciências sociais aplicadas”. 

Obs.: – Pode crer, manos, tamos tudo acreditando... é só conhecidência, manos.

                                                            ***************

No Estadão conteúdo

 Desembargador do TRE-PR diz que ‘filha comissionada não origina suspeição’

 Obs.: – Nem ser padrinho de casamento, parente da mulher, patrocinar instituto… Gilmar Mendes está fazendo escola.

 E-mail revela detalhes do envolvimento de Giannetti na Zelotes

 Obs.: – Desminta agora se for capaz, negue o que não dá pra negar. Danou-se, zifio!

                                                            ***************

No Estadão

 Supremo deve julgar logo o caso de Lula

 Pedido de liberdade do ex-presidente deverá entrar na pauta da Corte às vésperas do prazo final para o registro de candidaturas

Obs.: – É obrigação do STF acabar com este “chove e não molha”. Além de pôr fim ao festival de interpretações tendenciosas da Lei da Ficha Limpa – quê, para quem a lê com isenção e sem viés ideológico, é clara, é inelegível – deixará as coisas no devido lugar e a campanha política poderá ser feita sem mistificações seja qual for a decisão da Corte.

                                                          ***************

Na Folha

 ‘Nobel da matemática’, Medalha Fields é furtada no Rio logo após premiação

Item de ouro havia sido deixado em uma pasta pelo iraniano de origem curda Caucher Birkar

Obs.: – Que ironia, cometeu um erro de cálculo ao desconsiderar  que estava no Rio.

PT ofereceu a vaga de vice na chapa de Lula a Ciro Gomes

Obs.: – Apesar de vices terem assumido a Presidência nos últimos tempos, são meio que rainhas da Inglaterra e em uma chapa improvável – Lula é inelegível se não houver virada de mesa – seria uma soberana que nem existe. O que fica patente nas negociações – e, depois, nos fracassos delas – é que passam do amor ao ódio conforme o resultado.

                                                            ***************

No Veja.com.br

Obs.: – Uniram o útil ao necessário, fazem o protesto e uma dietinha, dá pra notar que foi escolhido uma turma bem nutrida, né mermo?  E, também, demonstram estar solidários com os venezuelanos, a diferença é que a fome dos de lá não é voluntária.

                                                            ***************

No Universa

O homem que terá de pagar US$ 9 milhões ao marido de sua amante

Obs.: – História pra boi dormir, cara-pálida, acompanhe o caso até o fim e verá que se pagar US$ 900 será muito. E, cá entre nós, quem tem culpa no cartório é a mulher, ela traiu o marido,  que pague, uai.

                                                            ***************

1 thought on “Hélio Bicudo, ironias da vida. Mais os “menos piores” e outras ironias da política

  1. “Mas, Eduardo Suplicy – homem educado, que separa discordâncias políticas e respeita as pessoas que têm pensamento diferente do seu – esteve presente no velório (eu vi) com o respeito e a elegância de comportamento que lhe são peculiares.”
    Suplicy pode ser educado, mas tem um parafuso a menos. Um senador que sobe à tribuna do senado para cantar e faz marketing barato vestindo cueca sobre a roupa, durante o exercício do mandato, merece admiração só até a página 3. Parece que no espaço entre as orelhas, Suplicy tem um vácuo que impede a coexistência de duas virtudes simultaneamente: honradez e decoro! É um populista barato…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter