Notas tristes para a imprensa. E a música que se espalha pelos ambientes

 Morreu, hoje (21), Otavio Frias Filho, diretor de Redação da Folha de S.Paulo e dono do jornal. Foi o responsável pelo Projeto Folha, que mudou radicalmente a postura da publicação, que mudou da água para o vinho, passou de apoiadora da ditadura militar a defensora e incentivadora da campanha pelas eleições diretas.

“Captei” de um artigo no Estadão (21):  “As convicções são mais inimigas da verdade do que as mentiras.” frase de Friedrich Nietzsche. Explica por que tem muita gente defendendo o indefensável. Vale ler o artigo todo, “Ordálios digitais”, https://link.estadao.com.br/noticias/cultura-digital,ordalios-digitais,70002465982

 “Com voracidade incomum, o Estado brasileiro abocanha um terço do valor da produção interna e devolve à sociedade, em troca, serviços insuficientes e de baixa qualidade. Com voracidade incomum, o Estado brasileiro abocanha um terço do valor da produção interna e devolve à sociedade, em troca, serviços insuficientes e de baixa qualidade. No Brasil, o governo, em todos os níveis, arrecada demais e de forma injusta e depois gasta em excesso e muito mal.”. Adaptação do que disse o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia,  em uma palestra. Impossível discordar…

E se o TSE estiver se fingindo de morto para dar ao PT a lição que merece, analisar a brincadeira de mau gosto da candidatura do recluso e impugná-la quando não for mais possível registrar a do boneco de ventríloquo? Ou será que não é exatamente isso que o partido pretende para, então, sair gritando “É golpe, Lula é preso político, voltamos à ditadura!” e detonar conflitos pelo país?

E a Venezuela, hein? Silêncio absoluto por aqui da parte da intelligentsia… Imagina se o pessoal vai dar o braço a torcer.

Deve haver alguma explicação para o fato de barbeiros serem apaixonados por chorinho. “Seu” Alberto, o que cortou meus hoje raros cabelos desde que eu tinha 10 anos até os 57, ficava caçando programas de rádio que tocavam chorinho, era a trilha sonora de seu salão; na Faculdade de Engenharia Industrial, que frequentei de 1968 a 1972, na barbearia, todos os dias no fim da tarde, sessões de chorinho. Pois não é que assisti, no domingo (19), no canal Prime Box Brasil (656 da NET) a um documentário filmado em uma barbearia em Porto Alegre em que todo sábado à noite reúne-se uma turma de amigos do dono para tocar chorinho? Deve haver alguma ligação musiconavalhal que me escapa.

A coisa está ficando cada vez mais feia, a continuar como vai indo, logo, logo, “os menino pesca os peixes” será o padrão. Não bastassem os erros na imprensa, há preciosidades na TV, como “‘Chegou’ na NET três novos canais HD”; em propaganda no canal AXN, “sal ‘à’ gosto”, que desgosto, e vai por aí afora.

(CACALO KFOURI)

                                                         ***************

No UOL

Dadinhos de tapioca para um(*) happy hour saudável 

(*) É um título dadinho por um escriba insalubre, uma happy hour, cara-pálida, hour = hora.

 

Na Castelo(*) Branco

Paraquedista cai em rodovia e morre após ser atingido por carreta

Um paraquedista morreu após cair no meio da rodovia Castello(*) Branco, no quilômetro 115, (…).

(*) O cara-pálida lê o certo no texto e erra na capa, pode isto, Arnaldo?

Com cobrança e carinho de Felipão, Dudu renasce um mês após polêmica

Obs.: – Epa, opa, tá tudo tão estranho… Estão insinuando o quê?

Gilmar Mendes, do STF(???), nega prisão domiciliar para Sérgio Cabral

(???) Uai, de onde mais seria, do carro dele? Ou o cara-pálida ainda acha que precisa contar que GM é ministro do STF?

Lua possui(!!!) poças de água congelada em áreas de sombra permanente

(!!!) E a inhorância chegou ao espaço sideral! Cara-pálida, a Lua não possui @#$%&# nenhuma, tem! Você não lê a Folha, sócia do UOL? Na quarta passada, foi publicado um belo artigo – recomendado aqui – sobre este erro crasso.

                                                         ***************

No Estadão

Ao contrário do publicado na edição de ontem (Internacional, pág. A7), Koffi Annan foi o primeiro secretário-geral da ONU da África Subsaariana.

Obs.: – Ao contrário do que o cara-pálida pensa, ao contrário não é a mesma coisa que diferentemente, ao contrário é entrar em vez de sair, diferente é ser azul em vez de verde.

                                                         ***************

No G1

Violência no RJ

1 militar e 5 suspeitos morrem em confronto em comunidades do Rio

Obs.: – Tem certeza de que era militar mesmo ou era suspeito de ser? E matar suspeitos não é crime? Ou foram mortos por terem atirado em militares, tanto que um morreu?

Coluna travou

Anitta revela hérnia de disco e diz que está proibida de fazer ‘quadradinho’

Obs.: – De disco?! Que desatualizada, hoje em dia é de streaming

                                                          ***************

Na Folha

Em meio à polêmica de música ambiente no Metrô, rappers dizem ganhar R$ 100 por hora nos vagões

Nos minutos finais da viagem, Luiz passa o chapéu, que fica repleto de moedas. “Num dia bom, dá pra ganhar R$ 100 em uma hora”, conta ele, que passou a enfrentar uma espécie de concorrência interna no mês passado, quando o Metrô de São Paulo instalou música ambiente nas estações e nos trens que opera. Jazz, bossa nova e samba são alguns dos ritmos de fundo que vêm dividindo a opinião de usuários paulistanos.

Obs.: – Gente estranha, dá dinheiro para quem faz o que é proibido e reclama da música ambiente… O Metrô pede que os usuários denunciem via SMS, mas por que se há câmeras nos vagões? Não servem pra nada, ninguém vê as imagens geradas, ou são enfeites, pura enganação?

                                                         *************** 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *