Previdência, interesses, vazamentos… O Brasil dos muitos assuntos a resolver

Que há necessidade de mexer na Previdência Social não se discute, as pessoas estão vivendo mais tempo, mas não dá para concordar com duas coisas, uma é o tamanho da mexida antes de tapar todos os vazamentos – as fraudes e as dívidas de empresas –, é o mesmo que pôr mais água em represa com rachaduras. A outra, bem, a outra é que o povão é que, como sempre, vai sair lascado.

 Ficou evidente, mais uma vez, que os parlamentares, em grande parte, são movidos a liberação de verbas, defendem muito mais seus próprios interesses que os da Nação (cacófato proposital). São o “cqd” do aforismo –na verdade, um “desaforismo” – que reza que todo homem tem seu preço.

 A “Vaza Jato” continua a conta-gotas, o quê, para mim, dá a impressão que querer “causar” – expressão em moda nas fofoquices -, mostrando a cada publicação condutas condenáveis dos “hackeados”,  na tentativa de soltar o demiurgo, mas não há nada até o momento que indique fabricação de provas contra ele e outros já condenados.

 Nestes dias terrivelmente evangélicos, ao saber da possibilidade de 03 ser nomeado embaixador em Washington e de Eric, filho de Trump, ser escolhido para Brasília, veio-me à memória uma passagem bíblica, o Apocalipse, caso as ameaças se concretizem.

 Está na Folha de S.Paulo (14), pág. A14, “Os planos de saúde voltam a atacar”. Se a pretensão for aprovada – no Congresso não é possível duvidar de nada, muitos recebem contribuições de planos de saúde – e mais a reforma da Previdência estará estabelecido um cruel controle populacional.

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/eliogaspari/2019/07/os-planos-de-saude-voltam-a-atacar.shtml

 Foi difícil ler a Folha, a versão digital estava com soluço, aumentava e diminuía o tempo todo.

 No Brasil de Fato (14), “Fome persiste e obesidade se tornou problema global, revela diretor-geral da FAO”.

https://www.brasildefato.com.br/2019/07/14/fome-persiste-e-obesidade-se-tornou-problema-global-revela-diretor-geral-da-fao/

 Assisti, no sábado (13), ao programa de debates GloboNews Painel, o tema discutido por três economistas foi a reforma tributária. Um dos debatedores, Gabriel Kanner, presidente do Instituto Brasil 200, defendeu o famigerado e injusto imposto único, pobres e ricos pagam o mesmo valor; outro, Marcos Lisboa, do Insper, defendeu o IVA – imposto sobre o valor agregado – de forma brilhante, não deixou dúvida de que é o mais justo e que faz com que o pagador final, para ter o desconto a que teria direito, fiscalizará toda a cadeia de pagadores anteriores, todos terão de ser empresas formais, diminuindo a possibilidade de sonegação.

https://globosatplay.globo.com/globonews/v/7764005/

 Apud Ancelmo Gois: “Vai ter gente dizendo que pode ser embaixador em Portugal por falar português e já ter fritado sardinha”.

 Aconteceu na Flip, em Paraty, bolsonaristas e radicais petistas estão cada vez mais parecidos, não admitem que se pense de modo diferente do deles:

  

Na Folha de S.Paulo (12), pág. A2, “Craques no camarim”,  https://www1.folha.uol.com.br/colunas/ruycastro/2019/07/craques-no-camarim.shtml

 As decisões nas disputas esportivas são, muitas vezes, difíceis de aceitar. Final de Wimbledon, Djokovic vs. Federer, nenhum deles merecia perder, porém diz a regra que um tem de vencer, deu Djoko, mas não dá para dizer que um perdeu. E, sem dúvida, o tênis também venceu.

 Quando se pensa que que não há mais bobagens a inventar surge o tal do filtro de envelhecimento e virou moda. Pelamordedeus, a insânia não tem mesmo limites?

 (CACALO KFOURI)

                                                            ***************

                                                                                               Sin comentarios

                            

                                  

                                                             ***************

No UOL

Câmara reduz idade mínima para professor se aposentar com regra mais branda

 Com a mudança, as mulheres precisarão ter ao menos 52 anos, e os homens, 55 anos para se enquadrar na transição que prevê pedágio de 100%. Essa regra determina que os professores (homens e mulheres) deverão pagar 100% sobre o tempo de contribuição que faltar para se aposentarem quando a reforma entrar em vigor. Se faltar dois anos, por exemplo, o professor terá de trabalhar quatro anos.

Melhorou, mas ainda não está bom se for considerado o que penam, principalmente os de escolas públicas. Seria ótimo se Paulo Guedes ficasse um mês que fosse dando aula em uma delas, principalmente no ensino médio…

 Bolsonaro extrai dente e precisará evitar falar por três dias

 Melhor seria se tivesse operado as unhas também, já imaginaram que limpeza se parasse de falar e digitar?Resultado de imagem para DOR DE DENTE ANIMATED GIFS

 Indicação de Eduardo Bolsonaro “não é negócio de família” e “rompe ciclo vicioso” no Itamaraty, diz chanceler    

 Muda para circulo viciado…

 Xixi e latidos: Como é ir a uma sessão de cinema com 50 cachorros

 Esta é a segunda vez que a sessão especial Cine Pets é realizada no lugar, em que é permitido levar seu melhor amigo para assistir ao filme com você, em uma sala preparada especialmente para receber os animais, que podem ficar sentados no chão, no colo do dono ou na poltrona ao lado (se ela estiver vaga).

Resultado de imagem para LADY E O VAGABUNDO ANIMATED GIFSBarrabás, a falta de bom senso não tem limites, é caso de psiquiatria! Que bom que sou do tempo em que a gente levava a namorada e, depois, a mulher, filhos e netos ao cinema.

                                                             ***************

Na Folha

 Ida de Eduardo Bolsonaro para embaixada seria ‘retrocesso’, diz Olavo de Carvalho

 Para escritor, filho do presidente deveria permanecer no Congresso para combater o Foro de São Paulo

 Só poderia sair da cabeça do astrólogo uma ideia tosca destas, 03 não deve ir por ser despreparado e não para brincar de caça-fantasmas. Cuidado, pessoal, ficou silente por tanto tempo que deve ter dado tempo de acumular um monte de besteiras.

 ”Garota de Ipanema’ hoje seria execrada’, diz Toquinho

 Em estúdio para gravar um novo disco, ele afirma que Bolsonaro é cria do Lula

Acertou duas vezes, a música nos tempos atuais seria considerada assédio sexual e não há dúvidas sobre o fato de que bolsonaro é fruto do antilulismo (antilulismo, diferentemente do que alguns lulistas empedernidos sustentam, não surgiu por Lula “ser a favor dos pobres” e sim por ele e seus camaradas terem sido a favor deles mesmos).

 7% dos brasileiros afirmam que Terra é plana, mostra pesquisa

 Devem ser alunos do astrólogo favorito de bolsonaro. Na verdade, ela está cada vez mais chata, esquerda, direita, politicamente correto, radicalismo, falta de bom humor, de critério, de tolerância, de aceitar quem pensa diferente, selvageria internética…

 

                                                             ***************

No Estadão

Mísseis na Turquia contrariam EUA

Turcos compraram sistema de defesa que deve ser instalado por engenheiros russos, uma operação que daria a Moscou acesso a tecnologia militar sensível americana; Washington tenta evitar vazamento de informações e ameaça Ancara com sanções

China ameaça governo americano por venda de armas para Taiwan

Pequim, que considera a ilha como parte de seu território, pretende impor sanções a empresas dos EUA

Parecem crianças brincando com fogo, a diferença é que os petizes fazem xixi na cama e os de cima podem destruir a Terra.

 Ensino em casa não é evasão, diz ministra

Mesmo sem lei que regulamente a prática, ministra Damares enviou orientação a conselhos tutelares; MPF pede que ofício seja suspenso

Não é evasão, é besteira da grossa, só tem sentido em lugares remotos, em outras situações só serve para fazer lavagem cerebral em crianças, impedi-las de se sociabilizar, de conhecer o contraditório, será uma fábrica de Damares, bolsonaros, Weintraubs, Araújos e assemelhados.

 Halep fatura o título pela primeira vez

 Halep admitiu que teve a melhor atuação de sua carreira na decisão contra Serena. Precisa, a romena cometeu apenas três erros nãoforçados em todo o jogo.

Agora é hora de o escriba admitir que não sabe usar hifens, quem sabe a crase também o humilha. A reforma ortográfica aboliu o “mardito tracinho” em todos os casos de não alguma coisa, cara-pálida. Aliás, o hífen humilha quase todos os escribas do Estadão, dia desses um editor tascou um em crônica de amigo meu. Como eu tinha certeza de que o cronista não tinha cometido o erro, perguntei a ele e tive como resposta “Afasta de mim este hífen. Cacalo, já avisei para eles que sei errar sozinho, não preciso de ajuda.”. Mas, pelo jeito, não adianta…

                                                              ***************

No Blog do Ancelmo

Parece missa encomendada para determinada empresa a aprovação deste projeto na Alerj

Parece missa encomendada para uma determinada empresa, cuja produção maior é de sonegação, a decisão da Assembleia Legislativa do Rio de aprovar o projeto lei 370/19, que “estabelece critérios para o parcelamento de dívidas tributárias por empresas em recuperação judicial”. O governador Wilson Witzel, felizmente, deve vetar.

Parece, coleguinha? Bondade sua… Quanto a W2 vetar, é ver para crer.

Futuros professores de Matemática têm notas piores na disciplina do que estudantes de Economia

Pois concluintes em Língua Portuguesa, acredite, tiveram notas piores no Enem em Linguagens (média de 543) do que futuros economistas (595). O mesmo aconteceu com os próximos professores de Matemática: no Enem, tiveram nota média de 563, ante 642 dos concluintes em Economia, segundo levantamento da consultoria IDados.

O resultado pode ser visto nos jornais diariamente, boa parte dos jornalistas recém-formados, maioria nas publicações atualmente, deve ter tido aulas de português com professores da mesma qualidade que os apontados pela pesquisa. No caso dos de matemática, a coisa é mais grave ainda se for levado em conta que nem todos os economistas conhecem matemática o atual sinistro da (des)Educação é economista e não sabe…

                                                             ***************

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter