Lista tríplice desprezada e nadadas, nadadas…bolhas que dão em nada

Resultado de imagem para natação animated gifsAo escolher o próximo procurador-geral da República fora da lista tríplice, bolsonaro não desprezou somente uma praxe, deixou o que o bom senso indica. E, desta vez, superou-se, desagradou até seus seguidores, eles alegam que Augusto Aras é alinhado com a esquerda! Vai entender os bolsominions, o novo PGR é adepto da “democracia militar”… Mas não foi surpresa, ele desconhece o que seja isso, acha que governar é dar trombadas. Uma vai acabar por atingi-lo.

 Amanhã vai fazer uma semana que o restaurante de refugiados palestinos Al-Janiah, em São Paulo, sofreu um atentado, os atacantes foram filmados – todos eles – e, até o momento, nenhuma atitude das autoridades responsáveis pela Segurança Pública, nem sequer  para explicar a falta de presença da Polícia Militar apesar de chamada.

 O andar de cima, usando expressão do jornalista Elio Gaspari, nada de braçadas na crise que afoga o andar de baixo. Senão, por que os jornais de ontem (5) trariam um encarte de quatro páginas divulgando um lançamento do Grupo Fasano, um projeto de “club + hotel + residences” como está no anúncio?

 Trecho do Blog do Josias: “Os deputados fizeram serão na noite desta terça-feira [3]. Aprovaram um projeto que permite, entre outras barbaridades, o uso de verbas do fundo partidário – dinheiro seu, meu, nosso – no pagamento de advogados para políticos encrencados com a lei. Repetindo: o partido vai filiar o picareta, ele mesmo patrocinará a corrupção, ele mesmo fornecerá o advogado. Nesse ciclo de autossuficiência, você entrará com o bolso.”.

 Comentário no Mirando de ontem (5), a propósito de matéria no Estadão, “Os políticos não são todos iguais”: “Não são todos iguais, mas, infelizmente, devido ao sistema político vigente, acabam ficando, se não iguais, muito parecidos por conveniência. O fundo partidário é um dos responsáveis pela má política, é estímulo para a criação de partidos – ou inchaço dos já existentes – com o único fim de receber o dinheiro. E o político que defende a tese da importância dele para a democracia não percebe isso.”

Imagem relacionada

 Na Folha de S.Paulo (5), pág A2, “O eleitor não é uma ilha”. Não entendo o motivo, no site o título é outro, “Nenhum homem é uma ilha”. Excelente análise.  https://www1.folha.uol.com.br/colunas/maria-herminia-tavares-de-almeida/2019/09/nenhum-homem-e-uma-ilha.shtml

(CACALO KFOURI)

 

 ***************

                     O governo dos toscos, de cabo (no caso, de capitão reformado) a rabo

‘A mulher é feia mesmo’, diz Guedes

 O ministro da Economia, Paulo Guedes, reclamou ontem do que chamou de excesso de atenção para os “modos” do presidente Jair Bolsonaro, enquanto, segundo ele, o País tem tido avanços econômicos. Ele reconheceu que Bolsonaro chamou a mulher do presidente francês, Emmanuel Macron, de feia e concordou com a afirmação. “A mulher é feia mesmo.” A declaração arrancou risos da plateia de empresários em um evento em Fortaleza.Imagem relacionada

                                                            ***************

***************

Na Folha

 Bolsonaro despreza lista tríplice e indica Augusto Aras para o comando da PGR

“Acabei de indicar Augusto Aras para chefiar o Ministério Publico Federal”, disse Bolsonaro. O presidente disse ainda que o indicado já foi criticado pelos veículos de imprensa, o que é, segundo ele, um “bom sinal”.

Não contente em desagradar a categoria que será chefiada pelo novo PGR – no caso de o nome ser aprovado no Senado – mostra mais uma vez o seu desprezo pela imprensa. Ele é fã do ditado que diz que miséria pouca é bobagem. O escolhido contou com apoio da “zeralhada”, o que desmerece qualquer pessoa.

Bolsonaro defende mudar o teto de gastos, mas Guedes e Maia são contra

Bolsonaro volta atrás e defende teto dos gastos

O presidente vaga-lume é assim, ísca o tempo todo, deve ter levado um pito do “Posto Ipiranga” e mudou de ideia. De Paulo Guedes ele tem medo, se ele pegar o boné e sair, babau, seu Nicolau. De Moro, ele tem ciúmes, aprovação ainda 25 pontos acima da dele, apesar da engulição de sapos

São Paulo ganha 2.433 novas igrejas em 25 anos com expansão evangélica

Capilaridade faz denominações majoritárias na periferia; Igreja Católica é maior proprietária única

Trocando em miúdos, 2.433 futuros milionários à custa da carência e desesperança  alheia.

                                                               ***************

No Blog do Ancelmo

Juiz paulista nega pedido por não não ter sido chamado de ‘excelência’

O juiz José Roberto Bernardi Liberal, de Araraquara (SP), deixou apreciar um pedido feito por um outro juiz. É que ele… não foi chamado de “Excelência”.

Liberal, pero no mucho

                                                            ***************

De uma “aceçoria” de imprensa

 Baba de Camelo made in Portugal

Resultado de imagem para Camelo Uau, e eu que sempre pensei em deserto ao ver imagens de camelos babando…

Veio a errata da rata

 Baba de Caramelo made in Portugal

 As férias(!!!) do Chef Melchior Neto em Portugal já está(!!!) rendendo bons frutos para os restaurantes que ele comanda.

(!!!) Tomara que ao menos os ingredientes da receita concordem, diferentemente do que ocorre no texto. As férias já estão, cara-pálida.

                                                                ***************

Na Exame

 Joice Hasselmann diz que Bolsonaro tem “ciuminho” de sua relação com Doria

 Se há uma agremiação que merece o nome de partido em dois dos sentidos da palavra este é o PSL.  bolsonaro é o que se pode chamar de désposta “desesclarecido” e egocêntrico.

                                                                ***************

No Jornalistas&Cia

ANJ associa-se a ação contra desobrigação de balanços

A Associação Nacional dos Jornais (ANJ) solicitou ingresso na ação de inconstitucionalidade ajuizada pela Rede Sustentabilidade contra a Medida Provisória (MP) 892, que retira a obrigação de empresas de capital aberto a publicar balanços financeiros em grandes veículos impressos. A MP, assinada pelo presidente Bolsonaro em 5/8, permite que os balanços financeiros de empresas sejam publicados apenas nos sites da Comissão de Valores Imobiliários.

A ANJ argumenta que “por baixo da máscara de suposta modernização das publicações societárias, o que se tem é um verdadeiro retrocesso, promovido por grave desvio de finalidade, em afronta às liberdades de expressão e de imprensa e descumprimento dos requisitos constitucionais de relevância e urgência que justificam a edição de medidas provisórias (art. 62, CRFB).

Mein Got, “em afronta às liberdades de expressão e de imprensa”??? Isso parece uma das justificativas dos deputados ao tentar explicar a excrescência que é o fundo partidário, alegam que “a democracia é cara”. Não tem sentido em pleno século 21 a publicação de balanços de forma impressa, o lugar correto é o site da CVM, onde quem aplica em ações de empresas procura informações. A ANJ está “justiçando” em causa própria, pois seus afiliados perderam a boquinha.

                                                              ***************

No UOL

Bolsonaro veta dispositivos em 19 artigos de projeto de abuso de autoridade

A declaração dele pouco antes foi que vetaria 36 pontos no projeto contra abuso de autoridade. Por isso o seu desprezo pela imprensa, ele fala, ela registra, ele muda de ideia e tenta atribuir aos jornalistas a volatilidade das palavras dele.

Bolsonaro sobre críticas a PGR: Se não confiarem em mim, mais cedo PT volta

Nunca pensei que diria isto, mas nada é pior do que ele.

Líder da esquerda francesa visita Lula em Curitiba: ‘recebi a energia dele’

Cuidado, muito cuidado, a energia dele resultou em bolsonaro, é o que deseja para a França, Marianne Le Pen?

                                                              ***************

No Estadão

Vereador ofende Holiday: ‘macaco de auditório’

Líder do MBL diz que fará denúncia de racismo à Corregedoria da Câmara Municipal; Camilo Cristófaro nega discurso discriminatório

Olha o exagero, cara-pálida, isto não tem nada a ver com racismo, a expressão original, “macaca de auditório” não tem relação com raça ou cor da pele, é referência ao comportamento de fanzocas nos auditórios das rádios de outrora, ficavam berrando e pulando ao ver seus ídolos. Com o exagero, vai acabar desmoralizando a Lei Afonso Arinos.

                                                              ***************Resultado de imagem para macaco de auditorio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *