Imprensa imprensada no momento difícil

Anteontem, o jornalista Luiz Maklouf Carvalho foi o entrevistado do programa “Conversa com Bial”, na TV Globo. Maklouf é autor do livro “O cadete e o capitão” que mostra bem quem é aquele que nos desgoverna.  Na entrevista, fica evidente que o julgamento de bolsonaro, e consequente absolvição, foi uma grande marmelada, a defesa apresentada, apesar de infantil, foi aceita e os julgadores militares decidiram contra as provas. Aqui vai o link do programa, não sei se não assinantes conseguirão abrir, se não for possível há vários trechos disponíveis no site Globo.com e no Google, é imperdível: https://globoplay.globo.com/v/7928258/programa/

 Tem gente cuja opinião muda conforme o vento. Um jornalista da revista Época, sem se identificar, entrou em contato com a mulher de 03, a psicóloga Heloísa Wolf Bolsonaro, portou-se como gay, gravou o contato e publicou, em uma atitude condenável, antiética ao extremo. O Grupo Globo reconhecendo a má conduta do repórter, desculpou-se. Então, surge a parte que seria engraçada não fosse trágica, o editor executivo do “The Intercept Brasil”, Leandro Demori, foi irônico ao comentar o episódio. Autor de um livro sobre a máfia italiana, declarou “Oi, senhor mafioso, sou jornalista, estou aqui disfarçado para investigar a máfia”. Além de demonstrar nenhuma preocupação ética, mistura alhos com bugalhos, uma coisa é jornalismo investigativo, outra é fofoquismo, por que fazer o que foi feito com Heloísa se estava quieta em seu trabalho, sem prejudicar ninguém? E há que não esquecer que, dias atrás, Glenn Greenwald, dono do “The Intercept Brasil”, deu o maior piti porque “O Globo” publicou a informação de que o marido dele, David Miranda, estava sendo investigado, disse que a informação é um “vazamento ilegal e falso”. Uau, vazamento ilegal??? Justo quem diz isso…

E ainda ofendeu os jornalistas, declarou que “É muito irônico, porque um tema principal da nossa reportagem é o fato que o Ministério Público (MP) abusa o tempo todo de seu poder contra seus inimigos, inclusive vazando ilegalmente informações com o objetivo de sujar e destruir a reputação de seus adversários usando veículos da mídia, como Antagonistas [sic] e Globo, que não são jornalistas mas parceiros, que é exatamente o que fizeram neste caso”. É, é muito irônico mesmo…

A nota com o pedido de desculpas pelo erro cometido é exemplar: “O erro da revista foi tomar Heloisa Bolsonaro como pessoa pública ao participar de seu coaching on-line. Heloisa leva, porém, uma vida discreta, não participa de atividades públicas e desempenha sua profissão de acordo com a lei. Não pode, portanto, ser considerada uma figura pública”. Quem sabe, ensine alguma coisa ao irônico editor executivo Demori. A cúpula da “Época”, diretora de redação,  redator-chefe e editor, deixou a revista.

Por que os cara-pálidas que locutam nos jogos de futebol transmitidos pelo TNT berram tanto? E que timbre de voz desagradável. Não aguentei mais do que cinco minutos, tirei o som, o jogo valia a pena. Essa história de exclusividade nas transmissões é uma chatice, impede a escolha que mais agrade ao telespectador, é contra a livre concorrência.

(CACALO KFOURI)

***************

No Bolsonaroquistão

 Ministério deve reduzir verba para as vacinas

Proposta orçamentária enviada ao Congresso prevê R$ 393,7 milhões a menos para compra de imunizantes em 2020

Em meio a cortes, Orçamento destina R$ 4,7 bi de vantagens para militares

                                                            ***************

Copiada por aí…

Dando mamá…? Esse neném? Serão licenças poéticas por se tratar de Claudia, a que tem Leitte – com dois tês deve ser mais gorduroso – no sobrenome? Dando de mamar, este neném, é o seu, o que está na foto, assim é em português, cara-pálida. Coloquialismo tem limites.

                                                             ***************

Copiada do blog Ora Essa!

 Para a segurança do educador, Ciro Gomes deveria fazer um curso de educação a distância. 

 A mais perfeita definição de Ciro Gomes.

Mas é melhor ler o texto inteiro:

https://oraessa.com.br/

Copiada do G1

 MPRJ defende foro especial para Flávio Bolsonaro em investigação sobre Queiroz

 Manifestação favorável defende que caso não seja julgado por apenas um juiz. Procuradora argumenta que juiz ficaria sobrecarregado: ‘Nem Cristo carregou sua cruz sozinho’.

Caramba, aonde foi parar o Estado laico que o país era até outro dia? O MPRJ acovardou-se e usa Cristo como desculpa. Exemplo errado, Ele aguentou as consequências até o fim.

  (*) No Estadão de hoje (18), reportagem informa que o MPRJ está indignado com o fato de Raquel Dodge pediu a federalização no caso Marielle Franco: “O Ministério Público Estadual do Rio, que também participou da investigação do caso, criticou duramente Dodge, afirmando que a procuradora está obstinada. “Trata-se de atitude reincidente, uma vez que tentativa semelhante foi executada no ano passado, menos de 24 horas após as execuções.”

 Curioso, não? Por que não mostram a mesma valentia em relação a 01?

                                                             ***************

Copiada d’O Globo

STJ decidirá se site pode vender filme em que Xuxa aparece nua

É o fim da picada o STJ perder tempo com tal decisão, por acaso Xuxa foi forçada a aparecer nua? Era menor de idade e foi enganada? Apareceu nua no filme “Amor Estranho Amor” e na revista Playboy, ganhou uma grana preta e, depois, quando achou que a nudez não lhe era  mais conveniente quer censurar? Fora a bobagem, parece com o que fez Crivella ao censurar o gibi na Bienal, só valorizou o produto, quem tem o filme e a revista deve estar feliz da vida, valem cada vez mais.

                                                          ***************

Copiada da BBC News

 O agrotóxico que matou 50 milhões de abelhas em Santa Catarina em um só mês

Uma investigação em Santa Catarina revelou que cerca de 50 milhões de abelhas morreram envenenadas por agrotóxicos em janeiro deste ano. Os testes – pagos com recursos do Ministério Público estadual – mostraram que a principal causa foi o uso do inseticida fipronil, usado em lavouras de soja na região.

Provavelmente, Ricardo Salles, o sinistro contra o Ambiente, dirá que é coisa de esquerdistas. Conto de novo, moro em um bairro paulistano, Alto da Lapa, com muitas árvores frutíferas, todas pararam de produzir, não há mais abelhas por aqui. E a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que, teoricamente, entende do assunto,  tem alguma explicação a dar? Não sou dos radicais que defendem o fim dos agrotóxicos, isso é inviável, são necessários para a produção de alimentos, porém ainda estão usando produtos muito perigosos e, para completar o desastre, sendo mal aplicados.

                                                         ***************

Copiada do Estadão

Caso Marielle: PGR apresenta denúncia e pede federalização de investigações

Entre os denunciados estão o conselheiro do TCE-RJ (Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro) Domingos Inácio Brazão, o agente aposentado da Polícia Federal Gilberto Ribeiro da Costa, o policial militar Rodrigo Jorge Ferreira, a advogada Camila Moreira Lima Nogueira e o delegado da polícia federal Hélio Khristian Cunha de Almeida.

Por que só agora, ao apagar das luzes? Tentativa de melhorar a imagem depois da reprimenda do ministro Fachin (STF)?

Como era feito no bom “Jornal do Brasil”, para saber mais: “Fachin cobra Raquel por ‘segurar’ casos da Lava Jato” https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/fachin-cobra-raquel-por-segurar-casos-da-lava-jato/

Anatomia de Um Crime/ Anatomy of a Murder

 Preminger fez história, e o filme, com trilha de Duke Wellington(???), é grande.

(???) Epa, opa, o duque de Wellington que conheço é o que derrotou Napoleão Bonaparte na Batalha de Waterloo, o do jazz é Ellington, cara-pálida.

                                                           ***************

Copiada do UOL

 Temer: Bolsonaro deve aproveitar fala na ONU para mudar imagem do Brasil

Como? Foi operado por problema abdominal, não foi cerebral, apesar de haver suposição de uma ligação direta, adora falar sobre cocô.

                                                           ***************

Copiada da Folha

MP-SP(X)(*) denuncia Najila Trindade por suposta denunciação caluniosa e extorsão

(*) MPSP, cara-pálida, olhe o site.

Vaselinoso escriba, denuncias baseadas em suposições não funcionam, basta ver as contra Lula e seu irmão Padre Chico, um festival de “teria” e o juiz não aceitou, no que fez muito bem. Agora, preeeguuunto, de onde tirou o “suposta” que não está no título da matéria da Folha que elegeu para a capa do UOL? Olha só o que não conseguiu ler com deveria:

“Promotoria faz denúncia contra mulher que acusa Neymar de estupro”

Procuradores acusam Najila Trindade de denunciação caluniosa e extorsão

Cadê o suposta, escorregadio cara-pálida?

                                                           ***************

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *