O discurso, o homem, e a repercussão na Terra redondinha

 O discurso de bolsonaro, ontem (24), na abertura da Assembleia Geral da ONU foi agressivo como se esperava, atacou Cuba, França e Venezuela, dedicou parte da falação para criticar os governos do PT, disse que há falácias sobre a Amazônia mas não apontou quais e mentiu ao dizer que “meu governo tem um compromisso solene com a preservação do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável em benefício do Brasil e do mundo”, como também faltou com a verdade ao apresentar dados sobre o programa Mais Médicos. Tratou mais de assuntos de outros países do que os do Brasil, externou sua visão infantil, provavelmente por orientação do astrólogo terraplanista Olavo de Carvalho, do que considera a “ameaça esquerdista” que põe o mundo em perigo. Só não foi possível entender de que Brasil ele falou, o real não tem parecência nenhuma com o do discurso. Conclusão, foi um discurso vazio, que não tratou dos pontos que interessam a quem queira investir no país, agrediu, mentiu e, de certa forma, desmentiu um velho ditado, “de onde nada se espera não sai nada mesmo”, como se esperava saiu um monte de impropriedades.

A Câmara dos Representantes (equivale à dos Deputados por aqui) dos EUA deu início ao processo de impeachment de Trump devido a a um telefonema, em julho, no qual suspeita-se que pressionou o presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, a investigar o filho de um provável adversário nas próximas eleições presidenciais, o democrata Joe Biden. É provável que seja aprovado pelos deputados, pois o Partido Democrata tem maioria, e rejeitado no Senado, onde a maioria é dos republicanos. Mas, não convém apostar nisso, existem muitos republicanos envergonhados com o comportamento de Trump, diferentemente do que acontece no Brasil, onde a situação é cúmplice dos desmandos presidenciais.

Há quem tenha se surpreendido com as últimas atitudes do senador Davi Alcolumbre,  presidente do Senado e do Congresso, tais como antecipar algumas votações e postergar outras para pressionar o governo e incomodar o STF. Há quem diga que adotou o estilo “Renan Calheiros”. Oras, surpreendeu-se quem quis, bastava ver o currículo de Alcolumbre antes de escolhê-lo para o cargo para saber no que iria dar. Como uma pessoa investigada por crimes ocorridos durante a campanha eleitoral de 2014, quando se elegeu senador, pode ser presidente do Senado? É investigado, segundo Raquel Dodge [ex-PGR],  em razão da”utilização de notas fiscais frias inidôneas para a prestação de contas, ausência de comprovantes bancários, contratação de serviços com data posterior à data das eleições, entre outras”. Também há cheques que, embora emitidos a empresas que teriam prestado serviços ao candidato, foram endossados pelo contador da campanha ou sacados em espécie na boca do caixa.

 (CACALO KFOURI)

                                                              ***************

Copiada da Folha

Revista faz reportagem sobre aborto e é denunciada por Damares

Jornalistas relatam que tiveram fotos e endereços divulgados após repercussão do texto

Enquanto isso, a menina Ágatha era assassinada no Rio. Se juntarmos bolsonaro, a ministra, Weintraub e Araújo a sensação é a de que o país voltou ao século 18.

 Setor privado classifica tom agressivo de discurso de Bolsonaro na ONU como ‘desnecessário’

Conseguiu um feito: desagradou a gregos e troianos.

                                                              ***************

Copiadas do UOL

Trump diz que pedido de impeachment é caça às bruxas: “Ruim para os EUA”  

Eis um assunto do qual ele entende como ninguém.

 Bolsonaro: ONU é local onde muita gente enxuga gelo, passa um pano

Se ele e seu ídolo – Trump – continuarem com suas atitudes contra a Ciência ne, gelo para enxugar restará.

 Lula fará queixa na ONU e diz que Bolsonaro violou direitos em discurso

“Há pouco, presidentes socialistas que me antecederam desviaram centenas de bilhões de dólares comprando parte da mídia e do parlamento, tudo por um projeto de poder absoluto. Foram julgados e punidos graças ao patriotismo, perseverança e coragem de um juiz que é símbolo no meu país, o Dr. Sergio Moro, nosso atual Ministro da Justiça e Segurança Pública”, disse Bolsonaro em Nova York, mais cedo.

É um gênio, ataca o Parlamento mesmo depois de haver sido recém-derrotado por duas vezes no mesmo dia, não é à toa que seu sinistro de Relações Exteriores é Ernesto Araújo

Para a defesa do ex-presidente, a fala “ignora o princípio da presunção de inocência”.

Presunção de inocência de um já condenado à espera de outra penas quê, certamente, virão?   Parece disputa de quem fala mais sandice. A defesa de Lula parece com a de Najila Trindade, perde todas e ainda complica o defendido.

                                                              ***************

Copiadas do Blog do Jamil Chade

“Bolsonaro perdeu sua última oportunidade de ser respeitado”

Jair Bolsonaro não tinha chegado nem sequer à metade de seu discurso e meu WhatsApp, Signal e email já estavam sendo bombardeados por mensagens de diplomatas e representantes de entidades internacionais. Todos chocados com o que estavam ouvindo.

Melhor ler tudo: https://jamilchade.blogosfera.uol.com.br/2019/09/24/bolsonaro-perdeu-sua-ultima-oportunidade-de-ser-respeitado/

Aproximação ao governo dos EUA derruba candidato brasileiro na OMC

 O governo brasileiro foi obrigado a retirar a candidatura de um de seus embaixadores para presidir uma negociação na Organização Mundial do Comércio. O motivo: a aproximação do Brasil ao governo dos EUA levou a Índia a vetar o nome do brasileiro.

A sabujice  e seus efeitos colaterais. Prejudica e não trará benefícios, na primeira oportunidade Trump, se tiver algum interesse contrariado, dará uma banana ao seu admirador.

                                                            ***************

No Universa

 Em vídeo, Edir Macedo diz que proibiu filhas de estudarem antes de casar

 “Você vai fazer até o ensino médio. Depois, pode fazer faculdade. Mas, até o seu casamento, você vai ser apenas uma pessoa de ensino médio”, diz o bispo no vídeo, referindo-se ao que teria dito às filhas. “Se a Cristiane fosse doutora e tivesse um grau de conhecimento elevado e encontrasse um rapaz que tivesse um grau de conhecimento baixo, ele não seria o cabeça. Ela seria a cabeça”, falou.

Tradução: mulher tem de ser submissa ao homem! Que leitura mais maluca que os “terrivelmente evangélicos” fazem da Bíblia. Não é à toa que bolsonaro admira o “bispo” e lhe pede a bênção de tempos em tempos.

                                                            ***************

No Estadão

 Moro elogia e Doria critica fala na ONU

Citado, ministro da Justiça classifica discurso de Bolsonaro como ‘assertivo’; governador de SP diz que o texto foi ‘inadequado’ e ‘inoportuno’

O ministro da Justiça elogiou a abordagem de temas como “soberania, liberdade, democracia, abertura econômica, preservação da Amazônia, oportunidades e desenvolvimento para a população brasileira”. Moro se manifestou ontem em seu perfil no Twitter. “Na ONU, PR @jairbolsonaro reitera ao mundo seu compromisso contra o crime e a corrupção”, escreveu o ex-juiz da Lava Jato.

Shame on you, Moro, está perdendo o que lhe resta de dignidade. E de graça, vai levar um chute no traseiro na primeira oportunidade que aprouver ao seu chefe.

                                                           ***************

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *