Envelhecer será castigo de Deus? Por Meraldo Zisman

ENVELHECER SERÁ CASTIGO DE DEUS?

MERALDO ZISMAN

Como perguntar não ofende, pergunto de quem é a culpa? Será que esta minha situação é culpa de ideologias, de polarizações ou será castigo de Deus, pois ainda estou vivo aos 85 anos de idade e preciso de cobertura de saúde?…

O prejuízo à vida das pessoas causado pela incessante busca por lucro das empresas será uma lógica perversa inerente ao chamado “Mercado”, cada vez mais prevalente no Brasil?

Ao me aposentar da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco como professor adjunto nível, 4 tive de fazer um novo plano de saúde, agora denominado “individual” com o mesmo Bradesco Saúde em conjunto para meus dependentes: minha esposa, da minha mãe viúva, e dois filhos menores.

A mensalidade do plano coletivo da faculdade equivalia a menos de 5% do meu salário bruto. Com a minha aposentadoria compulsória perdi o direito a esse plano e fui obrigado a comprar um novo plano para continuar gozando desses direitos.

Comecei tudo de novo.

Como o dinheiro era curto (havia me dedicado mais ao magistério), neste novo plano optei por internação enfermaria, cobrindo também meus familiares também. Se desejasse alojamento em apartamento, a mensalidade seria alta demais para um aposentado arcar com tamanho luxo.

O fato é que após minha aposentadoria (ano de 1984) passei a contribuir para esse plano ‘individual’, até o último mês de setembro de 2019, sem atrasar um mês pois, como médico, sei que com Saúde não se brinca. O último valor pago foi de R$ 5.816,56. Acrescento. Os meus dois filhos se emanciparam, minha mãe morreu subitamente e como era velha já havia recebido a informação de que o plano não cobria doenças crônicas. Minha mãe permaneceu internada por amizade dos donos do hospital, onde veio a falecer.

Quando fui aos escritórios do Bradesco Saúde para retirá-la do plano levei a sua certidão de óbito e inocentemente uma carta anterior afirmando que o PLANO não dava cobertura a doenças crônicas. Fui atendido pela Gerente do Bradesco na cidade do Recife que, ao ler a carta rasgou-a na minha frente. Eu não tinha cópia da carta e como não sou de atacar ninguém, mesmo sendo a gerente do sexo feminino (muito antes da promulgação da Lei Maria da Penha) nada fiz, somente argumentei que era um documento de minha propriedade e estava naquele escritório comercial para baixar a falecida do meu plano (acho que foi isso que gerou a intempestividade da gerente, ao rasgar o documento).

Esclareço: a causa morte não foi doença crônica.

Hoje (18/10/2019) recebo uma carta como costumo receber, avisando novo aumento:

COMUNICADO IMPORTANTE DA BRADESCO SAÚDE PARA VOCÊ,

Em negrito diz:

8,47% é o reajuste determinada pela AGENCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR(ANS) para o período de julho/2019 a junho de 2020, tendo sido autorizada à aplicação desse percentual na sua mensalidade a partir da data de aniversário da sua apólice de seguro-saúde.

Assinam Manoel Antônio Pires (Diretor Presidente) e Flavio Bitter Diretor -Gerente

Anexo:
(ANS) AGÊNCIA NACIONAL SUPLEMENTAR DE SAÚDE
(A comprovação da comunicação de reajuste aos beneficiários deverá ser enviada à ANS até o dia 30 dias após o recebimento desta atenção de reajuste).
ASSINA ELETRONICAMENTE: RAFAEL PEDREIRA VINHAS gerente- geral de Regulação

Para que nem minha ex-esposa nem eu morramos no chão de um corredor de hospital ou numa maca temos de arranjar a quantia mensal de R$ 6.801,85.

Como perguntar não ofende, pergunto de quem é a culpa?

Será que esta minha situação é culpa de ideologias, de polarizações ou será castigo de Deus, pois ainda estou vivo aos 85 anos de idade e preciso de cobertura de saúde?…

Sem mais, agradeço pela leitura.

____________________________________________________________

Meraldo Zisman Médico, psicoterapeuta. É um dos primeiros neonatologistas brasileiros. Consultante Honorário da Universidade de Oxford (Grã-Bretanha). Vive no Recife (PE). Imortal, pela Academia Recifense de Letras, da Cadeira de número 20, cujo patrono é o escritor Alvaro Ferraz.

4 thoughts on “Envelhecer será castigo de Deus? Por Meraldo Zisman

  1. Boa tarde Dr Meraldo Zisman ao ler este artigo uma pergunta me deixou intrigada será que a culpa e de Deus em envelhecermos? Digo e a firmo com todo o respeito que aprendi até ao Senhor nos poucos minutos que conversamos que a culpa é do homem criatura feita por Deus com uma inteligência sensacional onde se deixou se corromper pela ganasia ao dinheiro pois Bíblia nós mostra em um de seus livros de que se queixar o homem vivente do seus próprios pecados esta escrito em lamentações capítulo 3 e verso 39 então o homem por ser ganancioso não se ponhe no lugar do outro quanto ao senhor esta com a idade de 85 anos como medico o senhor deve saber que é uma dadiva de Deus pois tem muitos que não tem nem a oportunidade de nascer quero desde ja lhe pedir desculpas mas tenho certeza que o senhor foi e sempre será muito importante para alguém principalmente para as pessoas que tiveram e que ainda vão ter a oportunidade de lhe conhecer perdoe pois não sou doutora nem tenho plano de saúde sou a penas uma pessoa que neste exato momento estou desempregada mas que amo dizer a verdade do que penso ainda que a minha verdade não seja a sua como Doutor e Professor . atenciosamente Claudia Ferreira (uma dona de casa kkkkk).

    1. Senhora Cláudia Ferreira,
      Antes de tudo obrigado pela leitura deste meu artigo. Gostaria dizer que: — não valeria a pena chegar aos 85 anos, se toda a sabedoria do mundo fosse tolice perante Deus. É muito triste a condição de um velho que somente faz recomendável pela sua longevidade.
      Abraços,
      Meraldo Zisman

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter