#ADEHOJE – UM DIA HAVERÁ DE TER LIMITES

#ADEHOJE – UM DIA HAVERÁ DE TER LIMITES

 

SÓ UM MINUTO – É preciso que haja limites para a loucura que está se instalando no país, e antes que seja tarde demais. Primeiro, para a ignorância. Estão fazendo, acredite, uma Convenção da Terra Plana: eles juram que acreditam que… a Terra é plana! Outra, forte, foi essa do presidente Jair Bolsonaro acabar com o DPVAT, que vem a ser o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres e outros similares. Uma atitude que prejudica e prejudicará mais ainda as vítimas do trânsito. E por que ele fez isto? Porque é vingativo, mau. Seu desafeto do partido PSL, Luciano Bivar, administra parte desses seguros.

Já não bastasse a encrenca dos radares, dos afrouxamentos para a obtenção da CNH, tantas marmotices que vem sendo executadas. Você aí, vai continuar achando que ele é Mito? Vai se sujar com esse sangue? Não vai ter muitos remorsos com o que poderá acontecer? Pode ser você o atingido, ou alguém de sua família. Vai bater palmas para maluco governar?

1 thought on “#ADEHOJE – UM DIA HAVERÁ DE TER LIMITES

  1. Querida. Tem muuuuita gente batendo palma pra esse louco de pedra fazer de conta que governa. É verdade que, desde o final do ano passado, uns tantos refluíram, porém ainda tem uma boa quantidade de tontos por aí. Mas preste atenção: qualquer dia desses, o coisa-ruim pilota sua moto novinha, ou a monstruosa picape da família-zero, passa reto pelo radar (o que não existirá mais) e atropela um desses incautos. Como o capitão-zero não vai mais pagar, nem com o dpvat o atropelado poderá contar. É assim – se o incauto não falecer, claro – que se adicionará mais um rebelde no mundo.
    (E como o capitão-zero atropela tudo o tempo todo, até o final do mandato tá todo mundo na oposição. Nosso azar é que isso provavelmente significará a glória do outro coisa-ruim, a jararaca-zero. Ou seja, isto aqui não tem jeito. Como diz minha impagável patroa, tamofu!)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *