“À Flamengo”, cruel mania. Blog do Mário Marinho`

À FLAMENGO, CRUEL MANIA.

BLOG DO MÁRIO MARINHO

Resultado de imagem para FLAMENGO X PALMEIRAS

Precisar, não precisava.

Afinal, já é, com folga e méritos, o campeão das Américas e, muito particularmente, o campeão do Brasil.

Não um campeão qualquer, desses de ocasião, campeão oportunista, mas um campeão de qualidade, quebrando recordes como os 84 pontos acumulados em 35 rodadas.

Com tudo isso, o jogo contra o Palmeiras, nesse domingo passado, poderia ter sido apenas um burocrático cumprimento de tabela.

Mas o Flamengo anda com essa mania de passar por cima de seus adversários.

E passa com galhardia, com exibição, com assinatura do futebol “À Flamengo”.

Que se dane se o jogo é na casa do adversário ou se o técnico pode ficar desempregado.

No primeiro turno, o Mengão venceu o Verdão no Maracanã e provocou a queda do Felipão. Mais dois caíram por ação do rubro-negro: Fabio Carrile, do Corinthians, e Adilson Batista, do Ceará.

Faltam ainda duas rodadas e não será nenhuma novidade novas quedas. Os dois próximos jogos são contra o já rebaixado Avaí e depois o Santos do técnico Jorge Sampaoli que está sai-não-sai do Santos.

Jesus
Fica?

Resultado de imagem para JESUS TÉCNICO

Essa é a pergunta de um milhão de dólares.

Segundo um jornal argentino, Jorge Jesus, o milagroso português técnico do Flamengo, já foi sondado pelo Barcelona.

Convenhamos que se isso for verdade, só um milagre o seguraria na Gávea.

Ser campeão da América é ótimo; ser campeão do Brasil é espetacular – mas, nada se compara com a possibilidade de ser campeão da Espanha e da Europa.

O Coelho
Fica.

Tem coisas que só acontecem com o meu América, tão mineiro quanto eu.

O Coelho, meu time de infância, começou tropeçando neste Brasileirão 2019, na Série B. Na décima primeira rodada era o lanterna.

Empreendeu forte reação e chegou à última rodada, nesse fim de semana, dependendo apenas de si para subir para a Série A.

E mais: o jogo era uma moleza: iria enfrentar o já rebaixado São Bento, de Sorocaba, jogando em casa.

Por isso, o Independência recebeu público de cerca de 20 mil torcedores – multidão inimaginável para os padrões americanos.

A festa já estava preparada.

Pois não é que o América conseguiu perder o jogo, 2 a 1, e também a chance de subir!!!???

Eu lamento por torcedores mais apaixonados do que eu, pelos 20 mil que foram ao Independência e até mesmo pelo esforço de recuperação dos atletas.

Mas não fico tão triste.

Eu temia que, como aconteceu de outras vezes, que o América iria subir e cair no ano seguinte.

Falta-lhe estrutura. Falta organização.

Infelizmente, por enquanto, o meu América é um time de Série B.

Talvez sirva de consolo para mim e outros americanos, a frase que ouvi do jornalista Carmo Chagas, mineiro e americano como eu:

“É melhor ficar na Série B. Lá eles respeitam mais a gente.”

Vejam os gols do Fantástico:

—————————————————————————————–

Mário Marinho – É jornalista. Especializado em jornalismo esportivo, foi durante muitos anos Editor de

FOTO SOFIA MARINHO

Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *