No hospício do futuro, um certo mito com a caneta na mão…

Em um hospício do futuro, dois enfermeiros conversam:

“Quem é aquele enfezadinho, naquele cercadinho, que anda com uma grossa caneta na mão, dizendo te demito?”.

“Ah! Figura nova, veio do longínquo 2020, hoje muito popular nos manicômios. Antigamente existia o Napoleão. Agora é o pô, sou presidente. Com a caneta, ameaça demitir todos os psiquiatras, visitantes e residentes.”

 A abertura do Mirando nesta Sexta-Feira Santa  é o primeiro parágrafo da crônica de Ignácio de Loyola Brandão no Estadão de hoje, 10.

 To use chloroquine or not to use chloroquine, that is the question. A Prefeitura de São Paulo anuncia que começará a tratar os atacados pela covid-19 com cloroquina, médicos que foram infectados declararam ter tomado a droga, mas que não podem afirmar que foi ela que os curou, o coiso faz propaganda sem que haja comprovação científica de seu efeito no tratamento da “gripezinha”. Como fica a população, acreditar em quem?

A imprensa também está pisando na bola no caso, ora é a cloroquina, ora a vitamina D, às vezes as duas juntas. O erro está em não destacar no título ou logo na abertura da matéria – o famoso lide –  que a cloroquina tem sido usada em pacientes que, na maioria,  estão desenganados, como último recurso. Também é fundamental ressaltar que só deve ser usada sob recomendação médica e, note, com a concordância do paciente. Perguntou-se o porquê da concordância, leitor? Porque ela tem efeitos colaterais terríveis.

 As únicas ações que o coiso deve fazer para não aumentar o já enorme desastre são acatar o conselho do rei Juan Carlos a Hugo Chávez – ¿Por qué no te callas? – e imitar seu ídolo Trump no trato com a pandemia.

 Maioria da população passou a desrespeitar quarentena em SP. Só 49,1% respeitam.

 Em Mato Grosso do Sul, 48,1% de pessoas respeitam, no  Tocantins (45,04%), em Roraima (45,75%), Rondônia (46,91%) e Mato Grosso (47,08%).

 Goiás é o estado com o melhor índice de isolamento, com 60,14% das pessoas em casa. Em segundo lugar, o Distrito Federal tem índice de 57,58%, seguido por Pernambuco com 57,42%, pelo Ceará com 56,40% e Piauí com 56,48%.

 Resultado às 19h do dia 9: Coronavírus: Brasil tem 141 mortes e 1.930 casos confirmados em 24 horas. 

 Um remédio que certamente não precisa de testes para mostrar sua eficiência é “Parem de acreditar no que circula em redes antissociais!”, bolsonaros, bolsominions, “evangélicos” e sigam as recomendações da área técnica.

 Ouvido no GloboNews em Pauta: “Vai de encontro a pesquisa etc.”. Cara-pálida, vai “ao” encontro, pois confirma o resultado da pesquisa.

  No Mirando publicado no dia 6, no comentário da matéria “Governo vai monitorar celular para controlar aglomeração na pandemia”, escrevi que duvidava que isso fosse possível se a localização estivesse desligada. Enganei-me redonda e triangularmente, é, sim, possível o rastreamento, não só pelas telefônicas, mas, também pelo Google, liga-se o celular e eles sabem onde se está.

(CACALO KFOURI)

                                                             ***************

Copiada do Comunique-se

Eduardo Zebini é o novo diretor de mídia da Confederação Brasileira de Futebol

Antes do acerto com a CBF, jornalista esteve à frente dos canais Fox Sports

Principal executivo do Fox Sports Brasil desde a implementação do canal, em 2012, Eduardo Zebini deixou o projeto em 31 de março. O jornalista e executivo de TV não ficou, contudo, uma semana parado. Dois dias depois, ele foi anunciado como diretor de mídia da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Departamento, aliás, recém-criado pela entidade máxima do futebol no país.

Na condição de ex-vice-presidente dos canais Fox Sports, Eduardo Zebini foi elogiado por seu mais novo chefe, o presidente da CBF, Rogério Caboclo. O dirigente futebolístico vê o seu diretor de mídia como um “profissional de grande qualidade”.

Hummm, muito estranho… dia desses surgiram notícias de que promotores norte-americanos investigam  um esquema internacional de corrupção envolvendo a Copa do Mundo de 2022 no Qatar envolvem a TV Globo. A emissora brasileira aparece ao lado do canal americano Fox Sports e da rede mexicana Televisa como suspeitas de pagarem propina para comprar os direitos de transmissão de jogos. Dois executivos da divisão da Fox para a América Latina foram acusados de montar um esquema de empresas fantasmas na Europa e no Caribe para esconder o dinheiro de suborno… e, agora um ex-vice-presidente da Fox assume cargo na CBF? Hummm… E cá entre nós e as torcidas do Coringão e Flamengo somadas, ser elogiado por Caboclo é mais ou menos o mesmo que receber um elogio do coiso, diminui.

                                                             ***************

Copiada do Blog do Ancelmo

Na Tijuca, um casal de velinhos(*) defende a ‘pandemia do amor’ para combater o coronavírus

(*) Para animar a festa, vai ter bolo cheio de velhinhas…

                                                             ***************

Copiada do Estadão conteúdo

 Após reunião com Bolsonaro, Zema diz estudar protocolo para suspender isolamento

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), afirmou que o estado deve apresentar na semana que vem um protocolo para liberação de medidas de isolamentos social adotadas durante a pandemia do novo coronavírus. O anúncio foi feito em entrevista no Palácio do Planalto, após o governador se reunir com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Isto é o que se chama de juntar a fome com a vontade de comer. O que resta é torcer para que os mineiros tenham juízo e sigam o que o Ministério da Saúde recomenda, mas pelo que as pesquisas indicam, isso não vai acontecer, o que vem aí é um desastre de proporções italianas.

                                                              ***************

Copiadas do UOL

 Doria é símbolo do oportunismo em crise do coronavírus, diz Olímpio

 Sim, é, mas é preferível um símbolo do oportunismo que vem agindo com bom senso a um da idiotice, que está pondo o país em risco e, pior, ajudado por boa – má – parte dos brasileiros, os que não conseguem separar fanatismo político/religioso da realidade dos fatos.

 STJ afasta desembargador do Rio acusado de vender sentença por R$ 50 mil  

 O STJ (Superior Tribunal de Justiça) determinou hoje o afastamento por 180 dias do desembargador Siro Darlan, que atua no TJRJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro). A decisão do ministro Luís Felipe Salomão foi embasada pela acusação de que o magistrado teria recebido R$ 50 mil em troca de uma decisão judicial.

 Desonesto e não se tem em alta conta, vendeu-se por pouco.

 Em live, Bolsonaro dá recado a Mandetta: “Paciente pode trocar de médico”

 O coiso não consegue manter uma postura decente por mais de duas horas, a abertura do Mirando de hoje é uma descrição perfeita de seu comportamento errático.

                                                              ***************

Copiadas da Folha

 Hospital nega que tenha tratado o ‘primo Antonio Carlos’

O Hospital Unimed-Rio nega que um paciente com as características descritas em um tuíte que viralizou nas redes sociais tenha sido tratado na instituição. O paciente seria um homem chamado Antonio Carlos, de 67 anos, primo do autor do tuíte, e que teria sido curado da Covid-19 com o uso do medicamento cloroquina no hospital localizado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

O autor do post afirma que tinha acabado de sair do Hospital Unimed da Barra, onde o “primo Antonio Carlos de 67 anos”, detectado há 16 dias com Covid-19, havia sido curado após tratamento com cloroquina.

É comentário redundante, o único remédio de efeito comprovado contra a pandemia é esquecer as redes antissociais.

 Bolsonaro diz respeitar decisão do STF e indica governadores para queixa sobre quarentena

Ministro Alexandre de Moraes decidiu nesta quarta (8) que estados e municípios têm autonomia para impor isolamento

Diz, mas não é sincero, mente como faz habitualmente:

Copiada do Estadão:

Bolsonaro diz que vai recorrer de decisão que deixa Estados e municípios decidirem sobre isolamento

“Tá na tela aqui na frente a decisão de um ministro do Supremo Tribunal Federal. Tem até um lado positivo – a gente vai recorrer, mas tem um lado positivo. Dizendo claramente que quem é o responsável por ações como imposição de ações como distanciamento e isolamento social, quarentena, suspensão de atividades – você que está sem trabalhar, né – bem como aulas, restrições de comércio, atividades culturais, e a circulação de pessoas. Quem decide isso é o respectivo governador ou prefeito”, afirmou Bolsonaro durante a live desta quinta.

O que declarou mostra que sua preocupação, mais uma vez, é política, é sobre ele mesmo, enxerga a possibilidade de atribuir a governadores e prefeitos a responsabilidade das consequências do isolamento sobre a economia. Mas, mesmo assim, vai recorrer porque acha que seu poder foi diminuído.

                                                *************** 

 

3 thoughts on “No hospício do futuro, um certo mito com a caneta na mão…

  1. Caro Carlinhos e demais articulistas,
    Leio com prazer (epa!) o Chumbo Gordo. Não porque concorde com tudo que vem no pacote. É porque é bem escrito. Mas um comentário vou deixar aqui para não ficar só
    na rasgação de seda. O Coiso, como é citado aqui, foi o único cara que confrontou o
    mecanismo e o venceu. Foi ele que nos tirou o PT e seu circo de horrores do nosso pescoço.
    Acham pouco? Pois eu acho isso épico. A pergunta que não quer calar: Tem alguém aí
    torcendo pra quadrilha voltar, mesmo maquiada de “frente ampla pela democracia”?
    Grande abraço a todos.
    Abrahão Finkelstein –
    POA/RS
    (051).9.9954.7448

    1. Ninguém ainda percebeu as semelhanças entre o mito (que também significa ente fantasioso como Saci, Curupira e outros (Cumadre Flozinha não é mito)) e lulla? Ambos são boquirrotos; quem fala contra está vendido ou é inocente útil; mentem adiodado; tentam adequar a realidade aos seus interesses; etc.
      Mudada a cor da camisa, são iguais.
      Mudar do sujo para o mau lavado é péssimo, não é nada bom.
      Segundo ele mesmo, teria sido eleito caso não fosse esfaqueado e falasse o que fala hoje na campanha? DUVIDO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *