A peleja de Sergio Moro contra os ataques do coiso e seus filhotes. E tudo o mais

JumentosA burrice do coiso só não é maior que sua incompetência, achou que Sergio Moro fosse sair de fininho, mas errou redondamente, o ex-ministro entregou os podres bolsonarescos, acabou com a fantasiosa ideia do “contra a corrupção e a velha política” vendida na campanha presidencial e, dependendo da disposição e competência da oposição, com o próprio governo. E, para completar, transformou o Moro submisso em herói e forte candidato a presidente em 2022, cuja candidatura já se supunha fosse ocorrer.

 De qualquer forma, Moro jamais poderia ter aceito nem ao menos conversar com o coiso, o que dirá aceitar o convite, tenha sido por vaidade ou por considerar que poderia fazer um bom trabalho, quem tem noção do que seja decência não se junta a quem não presta. E, no caso, ninguém, ninguém mesmo, sem exceção, pode alegar que não sabia de quem se tratava.

 Tem gente maldosa dizendo que não entendeu a fantasia impromptu do coiso depois da saída de Moro, mas a fala é claríssima, ele explicou que o superintendente da PF estava com problema no aquecedor da piscina, chamou o Inmetro que decidiu trocar os taxímetros do RJ por causa da Marielle que recebeu a ligação do porteiro que disse pro Paulo Guedes que ia dar uma facada no Bolsonaro. Mais claro, impossível.

 Segue um dos motivos pelos quais o coiso (bozo? burrozo?) quer interferir, The Intercept rides again: https://theintercept.com/2020/04/25/flavio-bolsonaro-rachadinha-financiou-milicia/

“Há elementos para o afastamento do presidente”, avalia Janaina Paschoal. Sim, mas será adequado para o momento? A melhor solução é a sugerida por Fernando Henrique Cardoso, renúncia. Mas antes de bancar uma “Madalena arrependida”, não se esqueça de que fez campanha pra ele, entrou no partido dele, apoiou-o mesmo sabendo quem ele é.

 A Folha de S.Paulo (26), pág. A4, reforça o achado: “PF identifica Carlos Bolsonaro como articulador em esquema criminoso de fake news”

https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/04/pf-identifica-carlos-bolsonaro-como-articulador-em-esquema-criminoso-de-fake-news.shtml

 Há, e é evidente ao se ler o publicado nas tais das redes antissociais, uma demonstração cabal de falta de isenção nos comentários sobre a saída de Moro, as mesmas pessoas de duvidaram das sentenças dele no tocante a Lula, apesar de todas terem sido confirmadas pelo TRF-4, disseram que ele tinha armado, mentido, vibraram com as conversas divulgadas pelo The Intercept, agora, sem questionamentos, aceitam todas as declarações como verdadeiras. É óbvio que são verdadeiras, com a experiência que tem, tudo está documentado e será exibido quando for necessário, mas é paradoxal o comportamento dos que sempre o criticaram por ser perseguidor do PT.  O partido vai negar até o fim que Lula cometeu os crimes pelos quais foi condenado e, também, que não tem responsabilidade pela eleição do coiso, recusa total a enxergar a verdade.

 Uma das maiores falácias atuais é a de que o mundo sairá melhor do que era antes da pandemia, há que ser muito Poliana para acreditar nisso. Uma prova evidente é o número de pessoas quê, apesar de todas as demonstrações de boçalidade de muitos líderes que causaram terríveis danos aos seus países, ainda creem neles.

 O filósofo Mario Sérgio Cortella, na Folha (26), pág. B10, concorda, “O trauma da pandemia não vai nos redimir”

https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/04/o-trauma-da-pandemia-nao-vai-nos-redimir-diz-filosofo-mario-sergio-cortella.shtml

 Ui, na Globo, no sábado, da correspondente nos EUA: “Uma em cada seis pessoas estão desempregadas”… Uma inflacionada, virou plural.

 (CACALO KFOURI)

                                      *************

                                                        *************

Recado do coiso aos brasileiros que acreditaram nele, os que não, vão de embrulho:

 

                                                          **************

Copiadas do UOL

SP tem a pior adesão ao isolamento num sábado desde o começo da quarentena

Resultado:

Hospital do Anhembi tem fila de ambulâncias e recebe 159 pacientes em um dia

O vírus não tem dó da ignorância.

Trump diz que estava sendo ‘sarcástico’ sobre injeção de desinfetante

 Trump disse que foi sarcástico quando sugeriu que as pessoas poderiam tentar a injeção do produto. “Eu estava fazendo uma pergunta sarcástica a repórteres como você, apenas para ver o que aconteceria”, disse a jornalistas na Casa Branca.

Passinho pra frente, passinho pra trás, sempre mentindo. As consequências estão abaixo:

                                                         ***************

Copiada do VivaBem

 NY tem 30 chamados por ingestão de desinfetante; melhor prevenção é higiene

Um número incomum de nova-iorquinos entrou em contato com as autoridades de saúde da cidade por temor de terem ingerido água sanitária ou outros produtos de limpeza nas 18 horas que se seguiram à alegação falsa do presidente Donald Trump de que a ingestão de tais produtos poderia curar o coronavírus, segundo reportagem do NY Daily News.

Repito o comentário que está no Mirando do dia 24: “Trump, não contente com o grande número de mortes que causou ao demorar para reconhecer que a covid-19 não é uma gripezinha, com esta declaração irresponsável, criou um perigo tão grande ou maior que o coronavírus, o que vai ter de gente se autoaplicando injeções de desinfetantes e morrendo será uma grandeza. Ah, rei Juan Carlos, sua frase dirigida a Hugo Chávez é “imorrível”.”

                                                           ***************

Copiadas do G1

 Moraes ordena que PF mantenha delegados em inquéritos sobre fake news e atos antidemocracia

 Decisão foi tomada nesta sexta, após ministro Sergio Moro pedir demissão e afirmar que Jair Bolsonaro queria interferir na Polícia Federal; em pronunciamento, presidente negou intenção.

Colo o escrito no Mirando do dia 24: “Tanto a Polícia Federal como o ministro Alexandre de Moraes – e neste bozo não conseguirá mexer – estão chegando ao núcleo divulgador das fake news, a zeralhada, alguns empresários bolsocretinos e deputados do Centrão.”.

 Saúde contrata grupo investigado por fake news para monitorar covid-19

Por R$ 46,8 milhões, o Ministério da Saúde contratou para gerenciar o sistema de telefonia que monitora a saúde da população um grupo empresarial investigado por explorar consumidores na TV e manipular eleitores fluminenses. Primeiro em 2012, quando espalhou notícias falsas na votação municipal, e depois em 2014, ao ser acusado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) de praticar ataques via telemarketing contra os candidatos ao governo Lindbergh Farias (PT) e Marcelo Crivella (PRB).

Tem lógica, mentirá no monitoramento, apresentará dados falsos, o ministro totalmente alinhado vai recomendar o relaxamento da quarentena e bozo alcançará seu objetivo, ultrapassar o número de mortes ocorrido na terra de Tio Ídolo.

 Trump diz que enviará respiradores a Equador, El Salvador e Honduras

Uai, segundo o coiso seria o Brasil a ser ajudado.

Zambelli diz que Moro foi ‘maligno’ ao enviar troca de mensagens ao JN

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) afirmou, na noite de hoje, ter considerado “extremamente maligna” a atitude do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, em expor conversas entre os dois na edição desta noite do Jornal Nacional. Segundo Moro, partiu de Zambelli a proposta de trocar a demissão de Maurício Valeixo, então diretor-geral da Polícia Federal, pela indicação ao STF (Supremo Tribunal Federal).

“Vazar pro Jornal Nacional como se fosse algo ilícito, como se eu tivesse feito uma coisa ilícita. Achei extremamente maligno. Não gostei do que ele fez”, declarou a parlamentar em rede social. .

Mein Got! Quer dizer que a nobre excelência tenta comprar um ministro – ele foi claro, “Prezada, não estou à venda” – e ele é quem foi maligno? E ainda tem a cara de pau de dizer que não foi ilícito? Não é à toa que é bolsominion.

Justiça Federal do RN manda Ministério da Defesa excluir do site nota que exalta golpe de 1964

Decisão liminar é de autoria da juíza federal Moniky Mayara Costa Fonseca e destaca que nota é “incompatível com os valores democráticos insertos na Constituição Federal de 1988”

O documento, assinado pelo ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e pelos comandantes das Forças Armadas, exalta o golpe de Estado de 1964 como um “marco para a democracia brasileira”.

É este tipo de coisa que me assusta ao pensar sobre a forma pela qual  se comportarão no que se trata do coiso, quando se começa a pensar que as Forças Armadas criaram juízo, que aprenderam a ler e interpretar o que está na Constituição, percebe-se que, assim como o PT, não aprenderam nada. Sic transit tristitia mundi.

                                                           ***************

Copiadas do Estadão

 No caderno Na Quarentena, na capa:

Sextou!

 Duetos de Monica(*) Salmaso

Na matéria:

Mas o afastamento não impediu a vontade da cantora paulistana Mônica(*) Salmaso de continuar a se encontrar com seus amigos músicos e até cantar com eles – cada um em sua casa.

(*) É com chapéu, cara-pálida, não viu a capa do CD “Caipira”?

 Refugiada no sítio da família em Sarapuí, no interior de São Paulo, onde se isolou ao lado do marido e (dos filhos)(???), Mônica aguarda o desenrolar da pandemia no Brasil e diz não ter a menor ideia do que pode acontecer com o mercado da música (daqui para frente).

(???) Um só, um ilustre corinthiano.

(*) Para a frente, cara-pálida.

Alexandre Ramagem é escolhido para dirigir PF

O presidente Jair Bolsonaro decidiu ontem indicar o delegado Alexandre Ramagem Rodrigues como novo diretor-geral da Polícia Federal (PF), no lugar de Maurício Valeixo. Delegado de carreira do órgão, ele atualmente dirige a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e tem apoio dos filhos do presidente para assumir a PF.

Para comandar o Ministério da Justiça, Bolsonaro avalia junto com seus aliados três nomes: o ministro-chefe da SecretariaGeral da Presidência, Jorge Oliveira, o ex-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) Ivan Sartori e o secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Gustavo Torres.

A favor de Oliveira conta a proximidade com a família Bolsonaro. Ele também é considerado um dos ministros mais fortes do governo e um dos principais conselheiros do presidente. A escolha dele para o ministro da Justiça é considerada a mais segura entre interlocutores do presidente. O ministro é filho do capitão do Exército Jorge Francisco, que morreu em 2018, e que durante 20 anos foi chefe de gabinete de Bolsonaro.

Advogado e major da Polícia Militar, Oliveira foi chefe de gabinete do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Ele iniciou o governo no comando da Subchefia de Assuntos Jurídicos (SAJ), mas foi promovido a ministro ao assumir a Secretaria-Geral da Presidência, em junho de 2019.

Em bom português, mais “desrecomendáveis” impossível, qualquer que seja a escolha será o país entregue às milícias, o Rio ficará com inveja.

‘Troca na PF viola carta-branca’

Não tem hífen, cara-pálida, apesar de estar com no Aurélio, não tem no Houaiss e, principalmente, no mais mais importante quando se trata de grafia, o Volp. O hífen é uma pedra, no caminho tem uma pedra, pedra no sapato do Estadão.

 Empresário bolsonarista quer Mourão no comando

O empresário Winston Ling, que apresentou o economista Paulo Guedes a Jair Bolsonaro quando este era candidato ao Palácio do Planalto, criticou o presidente pela saída de Sérgio(*) Moro do Ministério da Justiça.

(*) Sergio, sem acento e também, agora, sem assento.

Dono da rede de lojas Havan e entusiasta de Bolsonaro desde a campanha de 2018, o empresário Luciano Hang(*) disse que a saída de Moro representa uma grande perda para o governo. “Para mim, perdemos um grande centroavante.”

(*) Aproveite a sugestão do sobrenome, se é que me entende…

Entidade rural aponta risco à governabilidade

 “Acredito que a saída do Sergio(*) Moro, uma pessoa importantíssima, que significa o enfrentamento da corrupção do Brasil, de alguma maneira atrapalha a governabilidade”, avaliou Teresa Vendramini, que é pecuarista e socióloga.

(*) Na mesma página da matéria anterior em que estava acentuado, pessoal muito cuidadoso na edição…

                                                             ***************

Copiada do Blog do Ancelmo

 Niterói testa 40 mil pessoas e transforma Ciep’s(*) em centros de quarentena

Niterói começa, amanhã, a testagem de 40 mil pessoas em favelas da cidade. Caso a pessoa teste positivo para covid-19, ela será encaminhada para um dos Cieps(*), que foram adaptados para serem os primeiros centros de referência de quarentena do país. A Prefeitura do município usará dois Ciep’s(*),

Meus sais, o que acontece, é tudo tão estranho… contrataram “ascçores” do Weintraub para trabalhar nas redações? Ciep’s, cara-pálida, inventou um plural genitivo em inglês? Escreve errado duas vezes e não nota que acertou em uma? deve estar achando que errou na que acertou, foi distração…

 O novo aplicativo de entregas a(*) domicílio gratuita para bares e restaurantes

 Em tempos de pandemia, o negócio de entregas a(*) domicílio (delivery é o cacete!) disparou

(*) E a domicílio é o cacete também, é em domicílio.Moto Boy Papa Léguas

                                                              ***************

Copiada da Coluna de Jamil Chade

 Brasil é deixado de fora de aliança sobre acesso a tratamentos na OMS

 A OMS realiza nesta sexta-feira uma reunião de alto nível com alguns dos principais presidentes e lideranças mundiais para criar uma nova aliança internacional.

A iniciativa visa (*) acelerar a produção e distribuição de tratamentos para lidar com a pandemia e garantir a chegada de uma vacina no mercado em um tempo recorde, com um fundo de mais de R$ 45 bilhões.

(*) Neste sentido é visa a.

Mas o Brasil, que historicamente liderou o assunto de acesso a medicamentos, não participará com sua cúpula política e parte do governo sequer sabia do mega-evento(*), num sinal da irrelevância que a diplomacia nacional ganhou.

 (*) Megaevento, cara-pálida.

Não é surpresa, o resultado da soma de o coiso e seu “acepipe” – assecla no dicionário, até me espanta que não seja asçepipi – dele só poderia ser este.

                                                            ***************

Copiadas da Folha

 Classe política bate em Bolsonaro porque perdeu privilégios, diz Zema

 Cada vez mais eczema. Não só não perderam como aqueles pelos quais tem simpatia – Centrão – estão prestes a se vender.

 Mônica Bergamo

 Taís Araújo

Basta um peteleco para o seu castelo de cartas cair Taís Araújo

 Sozinha em casa com o marido e os filhos, a atriz faz faxina pesada e chora ao falar dos aprendizados e angústias da quarentena

Mudou o conceito de sozinha, agora é acompanhada, cara-pálida???  Na versão digital não há o erro, o que me faz supor erro de edição no impresso: Em casa com o marido e os filhos, a atriz chora ao falar dos aprendizados e angústias da quarentena

 Moro terá agora de defender sua biografia no STF em caso que pode beneficiar Lula

 Supremo decidirá se o ex-juiz atuou na Lava Jato para prejudicar petista

Talquei, e se o STF decidir que ele agiu corretamente, que todas as condenações foram justas, os lulistas cairão na real ou só aceitarão no que se recusam a ver, tal como os bolsominions?

                                                           ***************

Copiada da Coluna de Maurício Stycer

Globo ignora Lula, Haddad e Ciro ao repercutir crises do governo

 Do ponto de vista jornalístico pode ser considerado uma falha, mas do sanitário foi acertado, poupou nossos ouvidos de chorumelas.

                                                          ***************

Copiada do Blog da Andréia Sadi

Em meio à escolha para PF, Bolsonaro recebe advogado de Flavio no caso Queiroz: ‘Mera coincidência’

Transformou-se no presidente da Zeralhadalândia, o país que se dane, foi entregue à supermilicia. E a ala militar – ou será militante – a tudo assiste impávida em seus pijamas, submetendo-se a um expulso do Exército. aceitam passivamente ao achincalhamento das Forças Armadas.

                                                          *************** Blog do Mario: A turma de pijamas e pantufas que recebe soldo com ...

1 thought on “A peleja de Sergio Moro contra os ataques do coiso e seus filhotes. E tudo o mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *