Difícil compreender. Por Maria Helena RR de Sousa

DIFÍCIL COMPREENDER

MARIA HELENA RR DE SOUSA

…Confesso não conseguir compreender o motivo, ou os motivos, que levaram os militares a jogar fora o respeito que conquistaram do país ao longo dos anos que se sucederam à ditadura de 64. Trabalharam muito por isso e foram vitoriosos. Da triste imagem que deixaram dos vinte anos que dominaram o Brasil, os fardados conseguiram o respeito…

3 Ways to Think for Yourself - wikiHow

ARTIGO PUBLICADO ORIGINALMENTE NO BLOG DO NOBLAT
VEJA ONLINE, 22 DE MAIO DE 2020

Confesso não conseguir compreender o motivo, ou os motivos, que levaram os militares a jogar fora o respeito que conquistaram do país ao longo dos anos que se sucederam à ditadura de 64. Trabalharam muito por isso e foram vitoriosos. Da triste imagem que deixaram dos vinte anos que dominaram o Brasil, os fardados conseguiram o respeito e a admiração da sociedade, pelo modo como se portaram até 2018.

Dali em diante, tudo desandou na área das três Armas…

Não sei qual foi a mágica empregada pelo ex-militar Jair Messias Bolsonaro, que saiu do Exército expulso como tenente levando consigo a patente de capitão, como era praxe naqueles tempos. Julgado pelo ex-presidente General Ernesto Geisel como um mau militar, o neo capitão conseguiu, após 20 e tantos anos como deputado obscuro que foi, o apoio e os votos dos militares que o levaram para o Palácio do Planalto.

O fato é que sem tanques ou tiros, os milicos voltaram a comandar o Brasil. Hoje ocupam não sei quantos cargos na administração federal. Passaram a comandar, prestem bem atenção, o Ministério da Saúde, sem passar nem meio dia numa Faculdade de Medicina. E mais, editam protocolos sobre o uso de uma droga recusada pelo resto do mundo como inútil para o Covid-19 e muito perigosa para a saúde de seus usuários. Até o inacreditável Donald Trump, que sem ninguém lhe perguntar foi logo avisando que tomava cloroquina diariamente, já voltou atrás e declarou que parou de tomar essa droga ao constatar seus terríveis e danosos efeitos colaterais.

Dizem, não sei se as más ou boas línguas, que os milicos se animaram com o fato de um ex-fardado ascender ao posto máximo da Nação, o que poderia levá-los a postos de comando que lhes daria um bom salário para complementar o soldo minguado que estavam recebendo nos últimos anos. Não quero acreditar nisso, mas como dizem na Itália, se non é vero, è bene trovato…

Quero crer que a maioria dos militares esteja arrependida. Não posso acreditar que não os incomode esse Bolsonaro a espalhar pelo Brasil que tem as Forças Armadas a seu lado. Quem acredita nisso? Além dos três zeros que compõem a infame Bolsonaro & Filhos, creio que muito pouca gente. De qualquer modo, logo saberemos: vêm aí as eleições e se o coronavírus deixar, estaremos aqui para votar e então saberemos.

Alea jacta est…

____________________________

Maria Helena Rubinato Rodrigues de Sousa

Professora e tradutora. Vive no Rio de Janeiro. Escreve semanalmente para o Blog do Noblat desde agosto de 2005. Colabora para diversos sites e blogs com seus artigos sobre todos os temas e conhecimentos de Arte, Cultura e História. Ainda por cima é filha do grande Adoniran Barbosa.

 

1 thought on “Difícil compreender. Por Maria Helena RR de Sousa

  1. Já vi este filme antes, ex-militar de baixa patente alcança o poder máximo da nação através de eleição democrática, em campanha anti-comunista (comunismo hoje? quem patrocina?), passando a burlar regras e leis para alcançar os seus objetivos, com um grupo de apoiadores (na versão anterior eram mais organizados) apresentando comportamento belicoso para assustar os outros etc, só que na versão anterior era um cabo no lugar do tenente. O fim do filme é muito triste, com milhões de mortos, desterrados, economia em frangalhos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter