A corda estica. Os celerados atacam. O coiso se complica. Aguardemos.

Estilingue - bROWiki No sábado (13), um grupo de celerados atacou o prédio do STF com fogos de artifício sob o olhar complacente e conivente da tropa da PM – tanto que o governador do DF, Ibaneis Rocha, demitiu o subcomandante, era o responsável pela segurança da área. O presidente do STF, Dias Toffoli, declarou que os atos são financiados ilegalmente e estimulados por agentes do Estado. Um dos atacantes foi preso. O sinistro da Deseducação, Weintraub, desobedecendo determinação de Rocha, participou de manifestação no domingo. Em relação à sugestão do coiso para que hospitais fossem invadidos o ministro Gilmar Mendes declarou que se trata de crime e o PGR (ou PGdo coiso?) Aras pediu investigação. Gilmar foi ofendido por 02, o chefão do “gabinete do ódio” disse que “só um bandido ou um doente mental para minimamente crer que o Presidente incentivou invasão de hospitais”.

Até o momento nenhuma reação do Palácio do Planalto, o que equivale ao consentimento dos crimes cometidos. Em vista de todo o ocorrido está na hora de apear, por vias legais, o chefe da bandidagem do Poder, que o STF termine logo a ação contra as fake news, que o TSE termine logo a sobre a chapa coiso/Mourão e que, principalmente, o Congresso dê início à ação de impeachment, o Brasil não pode esperar até 2022, será destruído.

Não é possível esperar mais,

ESTIQUEM A CORDA!

Paradoxalmente, o negacionista que conspurca a cadeira presidencial proporcionou uma atualização para a Ciência ao incentivar que coisiformes invadam hospitais ao declarar que “Seria bom você fazer na ponta da linha. Tem hospital de campanha perto de você, hospital público, arranja uma maneira de entrar e filmar. Muita gente está fazendo isso e mais gente tem que fazer para mostrar se os leitos estão ocupados ou não, se os gastos são compatíveis ou não. Isso nos ajuda”. Até o momento, eram considerados infinitos o Universo, o resultado de uma divisão por zero e a burrice humana – a única coisa a respeito da qual Einstein não tinha dúvidas. Foram acrescentados dois itens pelo coiso, a sua mediocridade e o fundo do poço, este não tem mais fim, quando se pensa que se chegou a ele, abre-se o jornal e, pimba, mais uma cretinice da lavra dele, o fundo do poço fica mais embaixo, embaixo, embaixo etc. etc. etc.

Este artigo publicado na Folha de S.Paulo (13), pág.A9, demonstra o pouco caso de como as autoridades em todos os níveis tratam a educação no Brasil. Destaco um trecho: “Escolas, só depois de indústrias, escritórios, shoppings, igrejas, parques, restaurantes, bares, passeatas e futebol. A história se repete, Brasil afora. A educação foi catalogada oficialmente como a mais supérflua das “atividades não essenciais”. Weintraub é a cara da elite governante nacional.”. Sem esquecer que todas as vezes em que acontece uma tragédia em que resultam desabrigados a primeira providência é fechar escolas para alojá-los.

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/demetriomagnoli/2020/06/pela-esquerda-ou-pela-direita-pais-nao-da-a-minima-para-a-educacao-publica.shtml

Para confirmar o pouco-caso das autoridades da área, os jornais de domingo informam que o secretário estadual da Educação de São Paulo está internado com covid-19, acaba de sair da UTI. Um picolé de alcaçuz para quem souber o nome dele. Vou publicar na última linha do Mirando. (***)

 Fico imaginando que futuro terá o país se mesmo antes da pandemia os saídos das escolas fundamentais  e universidades já eram despreparados, temo que haverá saudades de um remoto passado.

Na pág.A8 do Estadão (14), imperdível, “Derrotados”,

https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,derrotados,70003332776

Aqui vai um trecho da crônica de Zé Simão na Folha (13): “Piadas Prontas! 1) General da Saúde Pazuello disse que Norte e Nordeste seguem o inverno do hemisfério norte. Çerto! Dezembro é um mês lindo pra esquiar em Manaus. “A Era do Gelo” foi filmado em Caruaru. E em Natal a neve tá cobrindo o carro da minha prima. Rarará. E omitir números de mortos é um hábito dos militares desde 1964!”

Há um movimento mundial pregando a derrubada de estátuas que homenageiam pessoas consideradas racistas. Nada mais inócuo, de que adianta, por exemplo, derrubar estátuas de generais confederados nos EUA e eleger um presidente racista como Trump? O que deve ser derrubado é o pensamento que está por trás das estátuas, esta deve ser a luta. Há que considerar que, mesmo à luz de todo o conhecimento acumulado ao longo dos tempos, ainda existem racismo, antissemitismo, terraplanismo e outras idiotices do gênero, imagine-se, então, a noção que havia à época dos representados nas esculturas. É preciso levar em conta, por mais barbaridades que tenham sido cometidas, por exemplo quando das entradas e bandeiras, o contexto da época, sem que isso signifique não reconhecer que sejam, hoje, consideradas crimes.

 Penso seriamente em abandonar minha colaboração com o Chumbo Gordo, pois, graças a um zeloso, inteligente e bem alfabetizado leitor, descobri que o Gordo é um “cumunista” inveterado, ex-guerrilheiro, participou, juntamente com Fidel Castro e Che Guevara,  da derrubada de Fulgencio Batista. Eis o alerta sobre o perigoso elemento:

 “O Sr. Não passa de um comunista vagabundo, sua coluna é uma merda, gosta de intriga, não gostada de Geraldo Alkimin, vivia caluniando, agora é a vez do Governo Federal, calúnias contra o presidente, fez intrigas entre Moro e o presidente, Moro se fodeu. Melhor você calar essa sua boca de esquerda comunistas, e não escrever mais porra nenhum a respeito da vida política do presidente, vem falar do STF?, quem são ele?, corte de merda,bandidos nomeados para proteger bandidos condenados. É melhor calar a boca, você faz parte da Imprensa marrom que juntos com os Governadores e Prefeitos,montaram uma organização de marginais para derrubar o presidente. Fabricam as quantidades de pessoas contaminadas e mortes pelo coronavírus, Hospitais no esquema, dando laudos forjados de mortes por coronavírus, para receberem uma bolada do dinheiro que vem sendo roubado, pelos Governadores e Prefeitos, isso você não divulga na sua coluna. Vou dar só mais um aviso, já falou demais, já encheu o saco.Amor Febril pelo Brasil.”

 Obrigado, leitor, depois do aviso este perigoso site perderá todos os seus leitores e o Brasil será mais seguro!

(CACALO KFOURI)

                                                            ***************

No Ministério da Saúde atual causa espanto alguém que seja da área que lhe dá o nome

                                                            ***************

Copiadas do UOL

Ramos descarta risco de golpe, mas alerta oposição: “não estica a corda” 

 O general Luiz Eduardo Ramos, ministro chefe da Secretaria de Governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), descartou a possibilidade de uma intervenção militar. Em entrevista à revista Veja, ele criticou as acusações de fascismo feitas à administração, mas alertou a oposição: não “estica a corda”.

“Eles têm tropas nas mãos. Para eles, é ultrajante e ofensivo dizer que as Forças Armadas, em particular o Exército, vão dar o golpe, que as Forças Armadas vão quebrar o regime democrático”, disse o ministro.

É mesmo, general? Então o sr. não entendeu o que disse, explique pra nós, pobres civis, o que significa “não estica a corda”? Eu entendi como se a oposição e o STF continuarem a cuidar dos crimes cometidos pelo coiso e seus “acepipes” – apud Weintraub – vai ter golpe.

 Olhe só o que um verdadeiro militar, um daqueles que honram a farda – e as medalhas que receberam– ,  declara: “Eu não deveria estar lá”, disse o general Mark A. Milley, chefe do Estado-Maior Conjunto, em discurso pré-gravado em vídeo na Universidade de Defesa Nacional. “Minha presença naquele momento e naquele ambiente criou uma percepção de que os militares participam da política interna.” (Principal militar dos EUA pede desculpas por participação em jogo de cena de Trump”).

Desmatamento na Amazônia este ano é o maior desde 2015, aponta Inpe

 Ao todo, foram desmatados 2.032 km². O aumento foi de 34% em comparação com a devastação no mesmo período no ano passado e 49% acima da média histórica, entre os anos de 2016 e 2019.

Qual a providência que será tomada? Provavelmente, a demissão do diretor do Inpe.

                                                             ***************

Copiadas do G1

Governo revoga MP que permitia ao ministro da Educação escolha livre de reitores

Texto foi revogado por outra medida provisória publicada nesta tarde. Pela manhã, Alcolumbre devolveu texto que dava carta branca a Weintraub por considerá-lo inconstitucional.

Para revogar, o governo editou uma nova medida provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Francisco de Oliveira. Em uma rede social, Oliveira disse que a decisão foi tomada para acolher a “sugestão” de Davi Alcolumbre.

O desgoverno além de não ter Ministério da Saúde, não tem assessoria jurídica, todas as MPs que propõem têm alguma ilegalidade, ou é derrubada no STF ou no Congresso.

Vacina contra a Covid-19 de laboratório dos EUA passa em teste em camundongos

Hummm… maldosos… pensaram o mesmo que eu? No Palácio do Planalto e no Centrão têm um monte de cobaias…

                                                             ***************

Copiadas do Estadão

Dono da Havan sonegou R$ 2,5 mi, afirma Receita

Apoiador de Bolsonaro e um dos alvos do inquérito das fake news, no STF, Luciano Hang foi condenado pelo mesmo crime em 2003

A Receita Federal aponta sonegação de contribuição previdenciária por parte da Havan, empresa comandada por Luciano Hang, apoiador do presidente Jair Bolsonaro e investigado no inquérito das fake news. Entre contribuições e multas, a Receita cobra da Havan R$ 1.052.000,00. O processo é de 2013. Em valores corrigidos, o crédito tributário cobrado da empresa alcança R$ 2.486.973,20.

O crime é semelhante ao que levou o empresário a ser condenado em segunda instância em 2003. Na ocasião, ele fez um acordo para pagar o que devia e a execução da pena acabou suspensa.

Hang foi condenado a três anos, 11 meses e 15 dias de pena privativa de liberdade, além de multa por sonegar R$ 10,4 milhões em contribuições.

Ah, ele fez uma reforma previdenciária particular, que se danem os seus empregados, pensa como seu ídolo. Típico coisiforme, se alimenta de ilegalidade e arrota honestidade. Mas, deve achar que está agindo certo, afinal na camiseta “patriótica” que veste está escrito “O Brasil que queremos só depende de nós”.

 Exército cita indústria e clubes para justificar norma de armas

O Exército justificou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que revogou portarias que facilitavam o rastreamento de armas e munições, entre outros motivos, por preocupação com a indústria das armas e clubes de atiradores e colecionadores. Em ofício enviado no último dia 27 à Corte, o general Laerte de Souza Santos, chefe do Comando Logístico do Exército (Colog), escreveu que as medidas poderiam “inviabilizar economicamente” o setor.

Viu só como somos ingênuos? Achávamos que a função do Exército fosse a de proteger o país, agora ficamos sabendo quão errados estávamos, o real ofício e proteger a indústria de armas, os clubes de tiro e o fornecimento de incompetentes para fazer parte do atual desgoverno. Ainda bem que o ministro Luiz Fux, do STF, decidiu que as Forças Armadas não são poder moderador, como se pode ver, pelo menos um de seus componentes é negociador.

A propósito, na pág. A17 da Folha (13), “Liberais de quermesse”

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/rodrigo-zeidan/2020/06/liberais-de-quermesse.shtml

Um em cada 4 deputados do Centrão é alvo da Justiça

Entre os cerca de 200 deputados que compõem as bancadas do bloco informal na Câmara, ao menos 60 respondem por crimes ou ações por improbidade administrativa

Nem precisa comentar, né mermo?

                                                            ***************

Copiadas da Folha

À roda do quarto

Onetti escrevia a(*) mão, lentamente, em velhos cadernos.

(*) Não, cara-pálida, escrevia letras e não a mão nos velhos cadernos, fazia isso à mão.

Fundão eleitoral vai injetar R$ 43 milhões de dinheiro público em dez partidos ‘sem voto’

Legendas terão direito à verba eleitoral mesmo sem ter cumprido a chamada cláusula de barreira

É por isso que jamais ocorrerá a reforma eleitoral, não só receberão esse dinheiro com também muito mais ao se venderem ao governante de plantão para apoiá-lo.

 Aliada de Ernesto, diplomata recebe em dólar e euro por mais de 6 meses de trabalho no Brasil

Aliada do ministro Ernesto Araújo, a diplomata Gilsandra Clark recebeu salários e verbas indenizatórias em dólar e euro durante os mais de seis meses em que trabalhou no Brasil.

Lotada oficialmente no consulado-geral do Brasil em Amsterdã, Gilsandra esteve “chamada a serviço” em Brasília por 203 dias em 2019.

No período, ela recebeu mensalmente seu salário (US$ 11,2 mil ou R$ 56,5 mil, segundo a cotação desta sexta) e auxílio-moradia de 2.900 euros (R$ 16,5 mil). Gilsandra também fez jus a diárias por seu tempo de serviço no Brasil, que em alguns casos superaram R$ 10 mil por mês.

Ernesto Araújo é mais um “honesto antipatifaria” partícipe do governo anticorrupção que vai acabar com a velha política. O ex-presidente Sarney, de um dos mais corruptos períodos da história recente do Brasil, deve estar se achando um santo ao saber do que acontece hoje.

Governo Bolsonaro exclui violência policial de relatório sobre violações de direitos humanos

O governo federal excluiu do relatório anual dos direitos humanos, o Disque Direitos Humanos, os indicadores de violência policial praticada no Brasil no ano de 2019, o primeiro ano da gestão Bolsonaro. Segundo o Ministério da Mulher, da Família e Direitos Humanos, responsável pela divulgação, há inconsistência nos dados coletados.

Lógico, imaginem só se a violência policial, algo tão natural, vai contra os Direitos Humanos, essa coisa de “cumunistas” e da imprensa esquerdista.

Quem será que estes #$%* acham que estão enganando?

Militares da ativa e ministros do Supremo reprovam nota de Bolsonaro

A nota em que o presidente Jair Bolsonaro, o vice Hamilton Mourão e o ministro Fernando Azevedo (Defesa) dizem que as Forças Armadas não cumprirão “ordens absurdas” foi reprovada por setores da cúpula militar e pelo seu alvo, os ministros do Supremo Tribunal Federal.

O texto foi elaborado na noite de sexta (12), após o ministro Luiz Fux conceder uma decisão provisória delimitando a interpretação do artigo 142 da Constituição, que regula o emprego dos militares.​

Mas, para um almirante, a nota coloca as Forças Armadas como um poder moderador acima da lei. Ele disse que é óbvio que os militares têm de responder a decisões e que, se não concordarem, sempre caberá recurso dentro da Constituição.

Em grupos de WhatsApp de oficiais, a crítica mais comum era a de que as Forças foram colocadas como uma extensão do bolsonarismo militante, que tem no confronto com Poderes uma de suas características.

O coiso e seus generais sabujos vão acabar conseguindo, ficarão isolados disputando o campeonato de quem fala mais besteira.

Por charges críticas, entidade de PMs interpela a Folha e quatro cartunistas

Folha e os cartunistas Laerte, João Montanaro, Alberto Benett e Claudio Mor estão sendo interpelados na Justiça pela publicação de cinco charges críticas à violência policial no Brasil em dezembro de 2019.

Seis meses depois, a Associação de Oficiais Militares do Estado de São Paulo em Defesa da Polícia Militar, Defenda PM, entrou na Justiça com pedido de esclarecimento criminal para que o Grupo Folha e os artistas explicassem as charges, consideradas pela entidade como “constrangedoras” a ela e a seus cerca de 2.000 associados.

O que esta matéria da Folha mostra pode ser considerado um exemplo de uma da maiores inversões de valores da História, os oficiais ficaram chocados com as charges e não com a violência cometida – e que continua  acontecer dia após dia – por seus colegas.

https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/06/por-charges-criticas-entidade-de-pms-interpela-a-folha-e-quatro-cartunistas.shtml

                                                            ***************

Copiada da Coluna de Rubens Valente

Cidade usada como exemplo por Bolsonaro vive ‘auge’ da Covid com 35 mortos    

“Como hoje conversei com o prefeito de Itaituba, em Roraima. [Um assessor corrige Bolsonaro] Itaituba no Pará. Ele falou para mim que mais de 95% das atividades comerciais do seu município está aberta. E está indo muito bem. Não tem problema de coronavírus, tá certo? E o comércio está funcionando. E ele resolveu assumir essa posição e eu o cumprimentei. Porque na ponta da linha, com todo o respeito aos governadores, quem tem que decidir são os prefeitos. Se não é o presidente, né? Tem que ser os prefeitos”, declarou Bolsonaro.

Poucos dias depois da live, entretanto, Itaituba passou a viver uma explosão de casos de Covid-19, que segue preocupando as autoridades sanitárias do município, que tem 100 mil habitantes e forte presença garimpeira. O prefeito Valmir Climaco (MDB) e a Secretaria Municipal de Saúde informaram à coluna que até esta quinta-feira (11) haviam sido confirmados 1.295 casos e 35 óbitos pela Covid-19. Há menos de um mês eram apenas 25 casos e um óbito.

O outro exemplo “vitorioso” citado pelo coiso foi a Suécia, cujas autoridades declararam terem se arrependido amargamente de não haverem sido rigorosos no isolamento social e mantido o comércio aberto.

                                                            ***************

Copiadas do UOL

PMs são flagrados espancando jovem rendido na zona norte de SP

 Policiais militares foram flagrados agredindo na madrugada de hoje, com socos, chutes e cassetetes um jovem que estava rendido e que, ao tentar se defender, dizia ser trabalhador e que estava na casa da namorada.

São violentos, despreparados, foras da lei e burros, hoje em dia não se dá um espirro sem que alguém grave em vídeo com um celular. Agora, é esperar que sejam punidos, que a Justiça Militar da PM não seja igual à que “premiou” o coiso.

                                                             ***************

(***) O nome dele é Rossieli Soares!
Entrevista com o ministro da Educação, Rossieli Soares | Agência ...

                                                            ***************

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *