CHARGE DE AROEIRA

Coisas dos coisos: censura à charge de Aroeira, violência policial e desinteligências

Charge de Aroeira que está sendo censurada

 O coiso continua mudo em relação ao ataque cometido por seus teleguiados seguidores contra o STF, mas teve tempo para mandar que seu ministro André Mendonça, que deveria ser da Justiça,  se movesse para que a Polícia Federal investigue jornalista Ricardo Noblat.  Este reproduziu uma charge de Aroeira em que o mudo aparece associado a uma cruz suástica, símbolo dos nazistas. Teve tempo também para declarar que dependendo do andamento da ação no TSE sobre a chapa dele/Mourão a corda será esticada.

 Há fortes sinais de que começou uma mobilização no Congresso para dar início a um pedido de impeachment do coiso, mas, claro, sem  a participação do Centrão e… do PT, não quer misturar-se com a ralé, prefere a companhia dos apoiadores do ocupante da cadeira presidencial.

 No mais, tudo continua igual, policiais militares cometendo violência a torto e a direito, sinal de que os governadores não tem mais o comando das polícias em seus estados.

 O sinistro da Deseducação Weintraub é usado como a “mão do gato” pelo coiso em manifestações criminosas, mas não pode, dada a sua pouca inteligência, ser chamado de cavalo de Troia, deixo o quadrúpede que lhe cabe bem por conta do leitor.

 A seguir vai um trecho da entrevista com o humorista Fábio Porchat que o Estadão publicou ontem (15):

Muita gente fala que sairemos da pandemia melhores e que existirá um ‘novo normal’. Você concorda?

Eu acho que sairemos pior disso. Acho que o novo normal só significa que usaremos máscara por algum tempo. Não acredito muito que isso vá fazer com que sejamos pessoas melhores, acho que talvez até o contrário. Talvez fiquemos até mais egoístas, acumulando ainda mais coisas por não sabermos se virá um outro vírus. No fim das contas, saímos com mais mortos, com muita gente falida, com as pessoas ainda com muita raiva, com muita dor.

O Mirando, infelizmente, concorda, sairemos piores e mais egoístas, sem o talvez.

 (CACALO KFOURI)

                                                            ***************

Isto tem nome, é cuspir pra cima (copiado da revista Época):

                                                            ***************

Copiadas da Folha

Pandemia amplia debate sobre cobrança de novas taxas a motoristas

Conforme o mundo vai reabrindo, os transportes públicos precisam enfrentar uma equação complexa: se voltarem a operar cheios como antes, aumentará o risco de contágio pelo novo coronavírus; mas ter ônibus e trens circulando mais vazios, como tem ocorrido, faz com que a conta não feche e falte dinheiro.

Levar os passageiros de modo mais confortável aumenta os custos, pois é preciso fazer mais viagens para carregar o mesmo número de pessoas, e surge a questão de quem vai pagar a conta.

Rodríguez sugere aumentar os impostos sobre os imóveis. “Se há bom transporte público por perto, o valor das propriedades aumenta. Então taxas prediais poderiam ajudar a mantê-lo.”

É a chamada ideia de jerico, aumenta o imposto, o proprietário o imóvel  aumenta o valor do aluguel, o inquilino não conseguirá pagar, vai para um lugar afastado de transporte público e passará a usar o individual. Genial, Juvenal!

Com Weintraub sob pressão, Bolsonaro busca saída honrosa(!!!) para ministro da Educação

(!!!) Honrosa pressupõe honra, característica inexistente em ambas as partes envolvidas.

Após a participação do ministro Abraham Weintraub nos (protestos a favor)(???) de Jair Bolsonaro no domingo (14), integrantes do governo disseram a ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) que o titular da Educação deverá ser demitido em um gesto de paz à corte.

Ao mesmo tempo, o presidente Jair Bolsonaro busca uma saída honrosa para seu ministro, como um cargo no Planalto ou uma (função diplomática no exterior.)(*)

(???) Protesto, cara-pálida, é sempre contra por definição, foram manifestações a favor, capisce?

(*) Só se for na Asnolândia ou, quem sabe, na Antalândia. Mas pode ser nomeado “açesçor” direto de Ernesto Araújo.

                                                            ***************

Copiadas do UOL

Sara Winter, ativista do movimento 300 do Brasil, é presa pela PF

A ativista Sara Winter, principal porta-voz do grupo bolsonarista autodenominado “300 do Brasil”, foi presa pela PF (Polícia Federal) durante uma operação na manhã de hoje. Há outros cinco mandados de prisão sendo cumpridos, mas a PF não informou a identidade dos alvos. Eles também pertencem ao movimento e são considerados lideranças dele.

Pronto, ela está realizada, seu sonho tornou-se real e, agora, será elevada à categoria de mártir pela zeralhada. O lugar adequado para a papuda é a Papuda.

 Repórter tem celular quebrado por PM em manifestação e é intimidado em DP

O repórter Luís Adorno, escalado neste domingo (14) para cobrir pelo UOL a manifestação que ocorria contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na avenida Paulista, teve o celular quebrado após um empurrão de um policial militar e foi intimidado por policiais civis ao tentar apresentar queixa no 78º DP, nos Jardins (zona oeste de São Paulo).

Mano, tá tudo dominado! Parece que os governadores perderam o comando das policias.

Mendonça pede inquérito para apurar charge que associa Bolsonaro ao nazismo

O ministro da Justiça, André Luiz Mendonça, anunciou hoje que pediu à Polícia Federal e à Procuradoria-Geral da República (PGR) que abram um inquérito para investigar uma charge reproduzida pelo jornalista Ricardo Noblat que associa o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao nazismo.

Hummm, é a mesma pessoa que até o momento não  mostrou indignação pelo fato de que o STF ter sido atacado com fogos de artifício e oralmente por Weintraub?

Suspeita de morte de adolescente pela PM causa revolta na zona Sul de SP

Dois ônibus e quatro trólebus foram incendiados e mais dois ônibus foram depredados após revolta popular em virtude do assassinato a tiros do adolescente Guilherme, de 15 anos, que, segundo moradores, foi morto por policiais militares na Vila Clara, bairro da zona sul de São Paulo, na divisa(*) com Diadema.

(*) No limite, cara-pálida, divisa é entre estados.

Violência contra violência só vai gerar mais violência, além de não ser inteligente queimar ônibus em região com transporte público precário. Para as empresas não muda nada, têm seguro e passarão a ter desculpa para o péssimo serviço que prestam.

Sara Winter afirma à PF que ato dos ‘300’ foi baseado na Bíblia, diz TV

 Segundo a CNN Brasil, que teve acesso ao depoimento completo, Sara afirmou às autoridades que o protesto realizado em maio em frente ao STF (Supremo Tribunal Federal) — que chegou a ser comparado com ações da Ku Klux Klan — foi baseado no livro de Juízes, 7:16. Ela apontou que foi uma manifestação pacífica e sem depredação.

Qual Bíblia, a do Malafaia? Do Edir? Do RR Soares? Do Valdomiro? O irmão dela acertou em cheio, disse que é doida…

                                                            ***************

Copiada do Universa

 Filha de Olavo de Carvalho é voluntária em coletivo contra Bolsonaro

A professora Heloísa de Carvalho, filha do filósofo(???) bolsonarista Olavo de Carvalho, está trabalhando como voluntária no movimento Mulheres Derrubam Bolsonaro.

(???) Erro gravíssimo, ele não passa de um astrólogo e dos muito ruins, não acerta uma previsão.

A informação é da revista “Época”. Em outros momentos, Heloísa já tinha se posicionado contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e também contra o próprio pai.

Este é o melhor comentário já feito sobre o astrólogo, nem a filha o leva a sério, só mesmo o coiso e os coisiformes para segui-lo.

                                                           ***************

Copiada da Coluna de Jamil Chade

Depois de doar 2 milhões de doses ao Brasil, EUA suspendem cloroquina

As autoridades americanas anunciaram nesta segunda-feira a decisão de revogar “a autorização de uso emergencial que permitia que o fosfato de cloroquina e o sulfato de hidroxicloroquina fossem utilizados para tratar certos pacientes hospitalizados com COVID-19” fora de testes clínicos.

Agora, para que o remédio possa entrar no protocolo sanitário do país, os testes científicos completos terão de ser aguardados e o uso emergencial não será mais liberado.

Tradução: faz parte dos estudos levantar quantos brasileiros morrerão devido ao uso inadequado da droga, trata-se do amigão do coiso usando o povão como guinea pig, cobaia em inglês. E pig sozinho é como Trump classifica o latino-americano.

                                                         ***************Pin on Guinea Pig

Copiada do Estadão conteúdo

Militares divulgam novo manifesto contra Celso de Mello, do STF

Um grupo de militares divulgou no sábado (13) um novo manifesto contra o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello. O documento foi publicado em meio a mais uma crise entre o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) e o Supremo, após o ministro Luiz Fux conceder liminar, afirmando que não cabe às Forças Armadas exercer Poder Moderador na República.

Que triste, não? Quando se trata de vinho, whisky, cachaça, reserva significa que é especial, muito bom, já no caso de oficiais… bom, deixa pra lá…

                                                         ***************

Copiada do Band.com

Bolsonaro: “Nós militares jamais aceitaríamos um julgamento político para destruir um presidente”

Bolsonaro criticou também o inquérito das fake news que corre no Tribunal Superior Eleitoral contra sua chapa presidencial

Mesmo os que foram expulsos do Exército? E “nós militares” não aprendemos na escola que devemos obedecer as leis, respeitar a Constituição? Ah, isso só vale para os bons, como disse Ernesto Geisel, o coiso é um mau militar.

                                                         ***************

 

 

 

1 thought on “Coisas dos coisos: censura à charge de Aroeira, violência policial e desinteligências

  1. Pode meu querido Cacalo esclarecer se coiso era deputado na votação do impeachment da presidente eleita antecedendo ao coiso(*)? Se era, qual a posição do coiso sobre a legalidade/legitimidade da votação? Se deputado, coiso estava presente na votação? Se sim, qual foi o voto de coiso?
    * Recuso-me a usar pronome como se gente fosse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *