Medalhas ao léu, falsidades, mentiras e a democracia em jogo. Verifique. Todo dia.

Desaparecidos durante a ditadura militar no Brasil

_______________

É imperdível este texto, “O que é um jornal a serviço da democracia?” publicado na Folha de S.Paulo (1º), pág. A6, e deveria ser leitura obrigatório para aqueles que veem com tinta cor de rosa o sanguinário período da ditadura militar.

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/conrado-hubner-mendes/2020/06/o-que-e-um-jornal-a-servico-da-democracia.shtml

 A matéria é antiga, maio de 2018, foi exibida pela TV Brasil (EBC), que o coiso chamava de TV Lula, mas vale retornar a ela nestes tempos com tanta gente que ignora o que foi a ditadura:

O Estadão (1º), na pág. A4, publica uma foto de vários militares de alta patente batendo continência ao coiso, todos com dezenas de medalhas. Curioso, o país, graças a Deus, não entra em guerras, então como os militares conseguem tantas  condecorações? Compare, caro leitor, com o peito de militares norte-americanos, franceses e ingleses, por exemplo, que vivem em combate e não têm um terço das medalhas dos brasileiros.

 Não é uma ironia um presidente que se elegeu como combatente da corrupção ter três filhos enrolados com a Justiça e um procurador-geral da República, Augusto Aras, tentando desmontar a maior operação – mesmo com seus defeitos – contra corruptos já acontecida no país?

 (CACALO KFOURI)

                                                              ****************

 Texto da charge de Hubert na Folha (1º), pág. A3, imaginando dúvida do coiso:

“Será que estou maduro para ser Chávez?”.

                                                               ****************

                                                              ***************

Copiadas da Folha

 Painel

 Coordenador do Ministério da Saúde diz que STF é ‘ditador’ e tira máscara do rosto em atos pró-Bolsonaro

Raiva digital Coordenador-geral de Gestão de Projetos de Saúde Digital do Ministério da Saúde desde março, o médico e militar da reserva Allan Quadros Garcês tem atacado agressivamente o STF nas redes sociais e em manifestações pró-Jair Bolsonaro (sem partido).

Nelas, Garcês tem agido de modo contrário às recomendações da própria pasta na qual trabalha, participando de aglomerações sem uso de máscara ou com ela no queixo. No Twitter, Garcês chama o STF de ditador, ideológico e pelego.

Cara limpa Descrito como bolsonarista fervoroso —para alguns, caricato—, Garcês escreveu em 21 de junho que havia chegado “a vez do povo resgatar a Constituição e reconquistar a sua democracia e liberdade, que foram roubadas”.

Desta vez, data venia, completarei o bordão do jornalista Geraldo Mayrink – “A insânia não tem limites” – a cretinice e o desrespeito à Constituição que  jurou defender também não.

 Pressionado, Ernesto pede que Itamaraty reúna dados positivos de sua gestão

Vale a pena… Ernesto Araújo (Relações Exteriores) pediu a diferentes áreas do Itamaraty que enviassem para o gabinete, com urgência, relatório de realizações do ministro desde 2019. Diplomatas passaram o dia na tarefa de compilação de “dados positivos”.

…ver de novo Na rádio corredor, o pedido foi visto como uma tentativa do ministro de se blindar da pressão da ala militar pela sua saída.

Lá vou eu de novo de Ronald Golias e sua paródia de Jânio Quadros, “Desculpe se me rio, mas é que foi uma boa piada!”. Nem Sherlock Holmes seria capaz de encontrar um aspecto positivo na patética  (indi)gestão araujesca.

 ‘A FGV teve intenção de destruir minha imagem’, diz Decotelli

Ex-ministro da Educação afirma que lecionou ontem ‘por respeito’ a alunos da pós-graduação da instituição

Ahhh, que maldosos, deveriam ter bancado a mentirada, né mermo? O ex sem ter sido teve “respeito pelos alunos”, mas não tem nenhum pela verdade. Ilustre “doutor”, permita que lhe ensine uma coisinha, em areia movediça quanto mais a pessoa se mexe mais afunda.

 Mulher da foto de propaganda de Bolsonaro é Célia, não Maria, e é de São Paulo, não do Ceará

 Retrato de moradora de Sertãozinho foi feito pelo seu neto e colocado em bancos de imagens

Em uma nova campanha do governo federal, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) conversa por telefone com “Dona Maria Eulina”, de Penaforte, Ceará, que lhe pergunta sobre como está o projeto de transposição do Rio São Francisco no estado nordestino.

No entanto, a foto que identifica Maria Eulina no vídeo não é dela, mas de Célia Rossin, 81, moradora de Sertãozinho (a 333 km de São Paulo).

O retrato de Célia foi tirado pelo seu neto, Mailson Pignata, 32, que mora na mesma cidade. Ele fotografa para colocar as imagens em plataformas como iStock e Shutterstock, nas quais agências de propaganda costumam pagar pelo direito de usá-las em campanhas.

Célia diz ao Painel que não se importa de aparecer na campanha e que a divulgação pode ser positiva para o neto. Ela afirma que o presidente tem deixado a desejar, especialmente na Saúde.

Este governo merece o Troféu Pinóquio do Milênio, não passa um dia sem uma peta.

                                                               ***************

Copiada do Yahoo! Notícias

Cruzada antimáscara vira batalha política nos EUA

 Recostado na poltrona do avião, um homem dorme tranquilamente. O boné com o slogan da campanha de Donald Trump pede uma América grande de novo. Fones de ouvido ajudam a abafar o som ao redor, enquanto a máscara que deveria cobrir o nariz e a boca está posicionada sobre os olhos.

A imagem foi postada nas redes sociais e viralizou no último fim de semana como o mais novo reflexo da disputa política que se tornou o uso das máscaras nos EUA.

Enquanto a maior parte dos americanos segue a recomendação médica de utilizar o item no combate à propagação do coronavírus, um pequeno grupo –estimulado pela retórica negacionista do presidente– se lançou em uma cruzada antimáscaras.

Não é à toa que o coisão e o coiso se amam.

                                                              ***************

Copiadas do G1

Apreensão recorde na Itália de 14 toneladas de anfetaminas fabricadas pelo EI na Síria

Os comprimidos receberam a etiqueta com o símbolo “Captagon”, um medicamento classificado como entorpecente e conhecido como “droga da Jihad”, segundo os investigadores.

“Sabemos que o Estado Islâmico financia suas atividades terroristas sobretudo com o tráfico de drogas sintéticas produzidas na Síria que, por esta razão, se tornou o maior produtor mundial de anfetaminas nos últimos anos”, afirma o comunicado da polícia.

E Allah permite? Não vai contra o Alcorão? Hipócritas, como todos os que vivem boquejando em nome de um deus e fazendo exatamente o oposto do que pregam.

 Carlos Bolsonaro perde foro especial em investigação sobre funcionários fantasmas no Rio

 Decisão do STF leva ações contra parlamentares municipais do Rio à primeira instância. Ministério Público tem duas investigações por suposta contratação de funcionários fantasmas no gabinete do vereador.

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos) perdeu direito ao foro especial. A partir de agora, duas investigações conduzidas pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) sobre a possibilidade de ele ter empregado funcionários fantasmas em seu gabinete serão julgadas em primeira instância.

Muita calma nesta hora, sem entusiasmos precipitados, sempre é possível que um componente do TJ-RJ vá contra decisão do STF como ocorreu no caso de 01.

Carro do comboio presidencial se envolve em acidente na frente do Palácio do Planalto

 Veículo bateu contra meio-fio, e airbags foram acionados; segurança ferido foi levado a hospital. Presidente Bolsonaro estava em outro carro e desceu para acompanhar resgate.

Caramba, nem os motoristas prestam neste governo???

Entregadores de aplicativos fazem manifestações pelo país

 Movimento pede aumento na remuneração e melhoria nas condições de trabalho. Associação de empresas diz estar aberta a diálogo.

Entregadores de aplicativos fizeram protestos em cidades brasileiras nesta quarta-feira (1º). A mobilização nacional da categoria, que teve forte crescimento ao longo da pandemia do novo coronavírus, é por melhores condições de trabalho.

Houve protestos no Distrito Federal e em cidades como Aracaju (SE), Belo Horizonte (MG), Campinas (SP), São Paulo (SP), Piracicaba (SP), Fortaleza (CE), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Teresina (PI), Maceió (AL), Goiânia (GO) e Rio Branco (AC).

Tomara que tenham sucesso, mas há uma providência a ser tomada por eles que depende só deles, que passem a respeitar as leis de trânsito e que, assim, não ponham as próprias vidas e a dos outros em risco. Deixem o nome “O Selvagem da Motocicleta” só para o filme.

 Nuvem de gafanhotos se afasta do Brasil, e governo da Argentina prepara novo controle

 Parte dos insetos foi encontrada na cidade de Esquina, dentro da província de Corrientes, um pouco mais longe da fronteira argentina com o Brasil e com o Uruguai.

Caramba, até eles estão com medo de vir pra cá??? Taí um fato positivo do desgoverno do coiso.

 Justiça de SP torna réu o acusado de ameaçar matar Doria e tentar extorquir R$ 5 milhões da 1ª dama; prisão preventiva dele é decretada

 Hércules já estaria(*) preso preventivamente no Nordeste, mas por outros crimes de extorsão e ameaça, dessa vez, contra o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) (leia mais abaixo). O G1 não conseguiu localizar a defesa do acusado para comentar o assunto.

Nos dois processos contra Hércules constam as informações de que o réu confessou os crimes contra Doria, Bia e Coutinho. (O advogado do acusado alegou nos documentos que seu cliente “queria apenas assustar” as vítimas.)(???)

 (*) Dá nele, Tico e Teco, não é estaria, é deveria estar, capisce?

“Encontramos a decisão proferida pelo juízo da 1ª Vara Criminal de João Pessoa-PB, que determinou sua segregação cautelar pela prática do mesmo crime de extorsão praticado contra a família do ex-governador daquele estado, a indicar seu ‘modus operandi’ que coloca em risco a sociedade pela reiteração delitiva”, continuou o magistrado Carlos.

 (???) Pode isto, “prerrogativos” e OAB?

                                                               ***************

Copiadas do UOL

 Foto de militares trabalhando em obra de transposição do rio São Francisco foi tirada no governo Dilma

Uma fotografia de membros do Exército brasileiro executando uma obra tem sido largamente compartilhada nas redes sociais desde o final de junho, juntamente com a alegação de que “tudo o que [o presidente Jair] Bolsonaro faz” a mídia tentaria esconder, em referência à recente inauguração de um dos trechos da transposição do rio São Francisco. A imagem, no entanto, data de 2014, quando o país era governado pela presidente Dilma Rousseff, do PT. “É A MÍDIA NÃO DIVULGOU QUE FOI O EXERCÍTO QUE TRABALHOU NA OBRA DA TRANSPOSIÇÃO DO RIO, TUDO QUE BOLSONARO FAZ ELES TENTAM ESCONDER , MAIS NÃO ADIANTA A INTERNET É O MAIOR MEIO DE COMUNICAÇÃO DO MUNDO! [sic]”, indica a legenda de uma publicação no Facebook, compartilhada mais de 15 mil vezes desde o último dia 28 de junho.

Por meio de uma busca reversa, a equipe de checagem da AFP no Brasil constatou que a foto em questão aparece na página do Exército brasileiro no Flickr com data de 12 de maio de 2014. À AFP, por sua vez, o 1º Grupamento de Engenharia do Exército informou que ela se refere a uma obra de 2012 de drenagem externa do Canal de Aproximação à Estação de Bombeamento 01 do Eixo Leste do Projeto de Integração do rio São Francisco. Neste(*) período, o Brasil era governado pela presidente Dilma Rousseff (2011-2016), ainda em seu primeiro mandato, e que posteriormente sofreu um processo de impeachment.

(*) Nesse, cara-pálida, passado.

Eis o real motivo pelo qual o coiso é contra o projeto de lei aprovado no Senado contra fake news, não é por ser ruim, é porque ele e seus seguidores são as maiores fontes de mentiras divulgadas nas redes antissociais, nem Decotelli, o que não foi sem ter sido, e seus títulos falsos conseguem superá-los.

   Governo prepara pacote de medidas contra fuga de investidores por gestão ambiental

Em estudo, estão o lançamento de campanha publicitária e viagem com embaixadores europeus

É, eles são trouxas, não perceberão que foram levados para os lugares errados… Como pensam em esconder isto dos embaixadores: “Queimada na Amazônia em junho é a maior dos últimos 13 anos”

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2020/07/01/queimada-na-amazonia-em-junho-e-a-maior-dos-ultimos-13-anos.htm

Com o início da época de seca na floresta amazônica, período de maior incidência de queimadas, o presidente Jair Bolsonaro prepara um pacote de medidas para tentar acalmar investidores estrangeiros preocupados com a gestão ambiental do Brasil.

A estratégia é para tentar conter uma eventual fuga de investimentos estrangeiros e gerar um ambiente positivo para que o Brasil atraia recursos externos após a fase mais grave da pandemia do novo coronavírus, esperada para o segundo semestre.

Campanha publicitária? “Só se for assim: O sinistro contra o Ambiente Ricardo Salles, condenado pela Justiça de São Paulo, foi demitido, assim como o presidente do Ibama Eduardo Fortunato Bim”.

                                                            ***************

Copiada d’O Globo

Presidente da Comissão de Ética da Presidência atuou em parceria com Wassef

O presidente da Comissão de Ética da Presidência, Paulo Lucon, tem relação próxima com o advogado Frederick Wassef, que escondeu Fabrício Queiroz. Lucon atuou em parceria com o próprio advogado em processos civis como defensor da ex-mulher de Wassef, Maria Cristina Boner Leo.

Se há uma coisa que não combina com a Presidência, seja da República ou do Congresso, é o conceito de Ética, o que está sendo provado incessantemente dia após dia.

                                                          ***************‘

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *