explosão

Explosão no Líbano: mais uma de 2020. Até a Covid-19 foi deslocada no noticiário

 Tragédia no Líbano ontem (4), uma explosão resultou em enorme destruição, uma centena de mortes e milhares de feridos. Nada se sabia sobre a causa, poderia ter sido acidente ou atentado, na região tudo é possível. Em oposição ao choque, a alegria da jornalismo preguiçoso,  ao longo  do dia  os programas jornalísticos dedicaram-se à especulação e às entrevistas com os de sempre. Até que, lá pelo fim da tarde, a confirmação de que  foi acidente. E, então, entram outros entrevistados, os especialistas em analisar o acontecido a distância, o material explosivo no armazém estava adequadamente guardado, foi negligência? E assim foi noite adentro, por um dia ao menos a covid-19 perdeu relevância. Vale o ditado, mas invertido, tristeza de uns, alegria de outros.

 Vale a leitura integral, mas destaco um trecho do artigo “Democratice e democracia” publicado no Estadão (4), pág. A5: “Uma coisa é censura, proibir a opinião, a livre manifestação. Outra é o ministro do Supremo Alexandre de Moraes bloquear contas usadas como armas para espalhar o ódio, criar realidades paralelas, confundir incautos, destruir reputações, disparar injúria, calúnia, difamação e até convocação para estuprarem filhas de ministros do Supremo. Moraes não concluiu nada disso da cabeça dele, mas, sim, com provas concretas, cópias de mensagens e dados sobre contas reais e inventadas, inclusive levantados pelo próprio Facebook.”.

https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,democratice-e-democracia,70003386525

Um dos editoriais da Folha de S.Paulo (5), pág. A3,  “Clube autoritário”, poderia ter outro título, seria adequado, “Os reis da hipocrisia”, trata do discurso a favor da democracia, mas com a participação dos ditadores que o partido admira.

https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2020/08/clube-autoritario.shtml

Na mesma edição, na pág. A6, “Advocacia em festa, Bolsonaro também”, o artigo trata das estrepolias do PGR Aras, aras, vejam só.

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/conrado-hubner-mendes/2020/08/advocacia-esta-em-festa-com-aras-bolsonaro-tambem.shtml

O deputado federal e ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni confessou que recebeu da JBS via caixa 2 R$ 300 mil para financiar suas campanhas eleitorais em 2010 e 2014 e ontem fechou acordo  com a Procuradoria-Geral da República para encerrar a ação, pagará R$ 189 mil de multa e ficará livre de ser elevado – no caso dele é isso mesmo – à categoria de ficha-suja. Livrou-se de um problema, mas arrumou outro, o fato de não estar mais envolvido com a Justiça pode prejudicá-lo, afinal é requisito importante para fazer parte do atual (des)governo.

Para reforçar o ponto de vista do Mirando aqui vai a reprodução de uma carta publicada no Painel do Leitor, Folha de S.Paulo (4), pág. A3: “Bolsonaro não enganou ninguém. Todos sabiam. A agressividade no Congresso, inimigos “comunistas”, agressão verbal a mulheres (quem merece ou não ser estuprada), fuzilamento de FHC, ditadura deveria ter matado 30 mil, mulher pode ganhar menos porque engravida, filho morto a filho gay, vizinho gay desvaloriza imóvel, quilombolas com peso em arroba. A atitude de perseguição e assédio moral não deve assustar ninguém. O Brasil colhe o que plantou nas eleições.”.

É isto, enquanto os eleitores não tiverem consciência de que não se pode votar em alguém só porque é anti-isso e não levar em consideração o que defende o país terá bolsonaros  – ou, melhor dizendo, coisos – no Poder. As eleições municipais, infelizmente, pelos indícios apresentados até o momento, trilham caminho igual, antipetismo versus antidorismo versus anticoisismo e nada de um projeto pensando na cidade.

 (CACALO KFOURI)      

***************

Copiada da Folha

Banco Central escolhe cinza como a cor da nota de R$ 200

Por orientação do BC (Banco Central), a nota de R$ 200 deverá ser cinza. Com lançamento previsto para o fim de agosto, a nova cédula deverá trazer ainda detalhes amarronzados, caso o modelo em teste seja aprovado pelo BC.

Opa, as duas cores ornam com os tempos que vivemos no país, ótima escolha! O pessoal especializado em lavanderia está vibrando, a partir do fim de agosto, graças à nova nota, vai diminuir o número de malas para carregar dinheiro desviado.

                                                              ***************

Copiadas do UOL

PF apreende R$ 3,5 milhões com empresário em suposta fraude nos Correios

 A PF (Polícia Federal) realizou na manhã de hoje a segunda fase da Operação Postal Off, que no ano passado chegou a prender o ex-deputado federal Indio da Costa (sem partido). A investigação apura desvios e fraudes nos Correios que causaram um prejuízo estimado de R$ 94 milhões à estatal. Na residência de um empresário no Rio de Janeiro, foram encontrados R$ 3,5 milhões em dinheiro.

Teve muito azar, com a nota de duzentão seria mais fácil de esconder o butim.

Pandemia antecipou o futuro do sexo, que vai ser ainda mais digital

“vareia”, né? Vai ter muito manual também…

Ministério da Economia diz concordar com plano de Salles sobre preservação

O Ministério da Economia afirmou concordar com os planos do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, sobre a meta oficial de preservação ambiental da Amazônia.

Ué, a reforma ortográfica mudou também o significado das palavras? O plano de Salles não é de preservação, ao contrário, é de destruição.

                                                             ***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

Será que a Covid chamará atenção para as outras doenças que afetam os mais pobres

A frase exige, como diria Roberto Avallone, jornalista esportivo já morto, interrogação, é uma pergunta, cara-pálida.

 Marco Polo Del Nero faz denúncia contra Gianni Infantino no Comitê de Ética da Fifa

 Nero o acusa de falcatruas e vai à forra — no momento em que o Judiciário investiga Infantino. Afinal, o brasileiro foi banido do futebol, em 2019, por decisão da Fifa.

Às vezes, quando bandidos brigam a verdade vem à tona, é o caso.

 Wassef segue como advogado indicado por Flávio em recurso contra ‘rachadinha’

Lembra que Frederick Wassef — o advogado esquisitão dos Bolsonaro e alma caridosa que acolheu Fabrício Queiroz por meses em sua casa em Atibaia — disse que deixaria a defesa de Flávio Bolsonaro nos processos contra o senador relativos à suspeita de “rachadinha” praticada na Alerj? O anúncio foi feito no final de junho. Agosto começou e Wassef segue indicado como advogado de Flávio no recurso que corre no STJ contra a investigação.

Chick Magnet GIFs | TenorNo caso de dois imãs, os polos sul – negativos – se repelem, na vida prática, os negativos se atraem, um não consegue desgrudar do outro.

                                                             ***************

 

 

 

 

 

Copiada da CartaCapital

 Prefeito sugere aplicação de ozônio no reto para tratar coronavírus

“Além da citromicina, além da cânfora, nós também vamos oferecer o ozônio. É uma aplicação simples, rápida, de dois ou três minutinhos por dia, provavelmente via retal, tranquilíssima, rapidíssima, em um cateter fininho, e isso dá um resultado excelente”, disse o prefeito em vídeo publicado nas redes sociais.

O resultado é ótimo para a família do infectado, a aplicação aumentará substancialmente a emissão de gases por parte da vítima, se alguém não sentir o odor resultante é porque perdeu o olfato, teste grátis para covid-19.

                                                          ***************

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter