Falta vergonha e sensibilidade na vida pública. Na imprensa, falta cuidado

pinoquio É impressionante a desonestidade dos políticos em relação ao assunto que for. Dizem que a reforma da Previdência Social é fundamental – até rima – mas pedem que propostas somente sejam apresentadas depois da eleições. A preocupação maior deles é com o próprio umbigo, dane-se o déficit, não querem se arriscar a perder votos por causa de medidas impopulares. Junte-se isso aos boatos espalhados pelos “honestos blogueiros independentes”, de que vão acabar com o décimo terceiro salário, o FGTS, as férias obrigatórias e temos o reino do Pinóquio instituído no país.

 São lidos nos jornais textos em que se usam raciocínios tortos do mesmo tipo do “Temer não teve votos” tentando fazer crer que o fatiamento do impeachment é prova de que Dilma não cometeu crime e, por isso, não lhe foram tirados os direitos políticos. Falácia, o fatiamento não foi feito para ela, mas, sim, para livrar a cara de Renan Calheiros, Eduardo Cunha e  parlamentares petistas que, mais dia, menos dia, serão condenados na Lava Jato e, assim, terão seus direitos preservados. Tudo conchavado pelo PMDB, PT, o advogado de Dilma, sob o beneplácito do presidente do STF. É golpe!

 A especulação do momento para mostrar como a imprensa é golpista tem como tema estar escondendo ou dando pouca atenção a uma pretensa visita do papa ao país em 2017, viagem esta que teria sido cancelada – apesar de nunca agendada.

Afora que fazem uso da ignorância proposital de confundir incerta com cancelada. Uma rápida pesquisa no Google mostra 15 matérias, o quê, por si, desmonta a tese do não noticiamento. Claro que o Brasil 247, órgão totalmente “imparcial”, que recebia grana do governo anterior, “muito bem informado”, diz também que o papa criticou o “golpe” no Brasil, coisa que nunca fez.

Mas, claro, portais do tipo são ignorados quando são feitas críticas à parcialidade da imprensa. Tentam, também,  adivinhar o teor da carta que o pontífice enviou para Dilma, dizendo que foi para apoiá-la. Ela teve o bom senso e a discrição de não divulgar o conteúdo.

 (CACALO KFOURI)

***************

Na Folha/UOL

Fazenda doada por Gilberto Gil ao MST segue sem assentados após dez anos

Obs.: – Mas quem foi que disse ser intenção do movimento produzir alguma coisa que não sejam invasões? Ou passeatas…

                                                            ***************

Na Folha

Laerte Rímoli(*) recebe salário da EBC mesmo sem exercer presidência

(*) Não é ele, quem recebe é o Rimoli…

Servidores dão a vereadores de SP mais do que recebem

Obs.: – Ou dão ou rua! E, claro, também serve de disfarce – lavagem – do dinheiro recebido por linhas tortas.

Em alguns casos, os doadores têm dívidas na praça; Ministério Público eleitoral vê indícios de fraude

Obs.: – O MP não pode, por razões legais, afirmar por enquanto, mas, já, já, vai fazê-lo.

Candidatos adotam nome de Sergio Moro nas eleições

Obs.: – Dá bem a noção da “honestidade” deles e do que pensam de seus eventuais eleitores: são mal-informados, ignorantes, vão achar que sou “ele”. O Brasil é uma piada pronta.

Ações contra ‘black blocs’ na Justiça se arrastam ou têm pena branda

Três anos após manifestações, acusados de crimes aguardam julgamento em São Paulo e RJ

Obs.: – Some-se a isso o que demora julgamentos de políticos e será fácil constatar que jamais sairemos do buraco.

Consórcio paralisa ‘linha das universidades’ do metrô

Bandeira de Alckmin, linha que passa por PUC e Mackenzie já havia sido adiada para 2021 e deve atrasar ainda mais

Obs.: – Servirá pros filhos dos que estão nas universidades hoje, isso se não houver mais atraso. Então, serão os netos a usar.

                                                           ***************

No Blog do Josias

Temer brinca com fogo e PT flerta com baderna

Nese(Nesse) ritmo, Temer ateará fogo às próprias vestes e o petismo, com seu silêncio, acabará  confundido com os black blocs – eufemismo para bandido. Se tiverem juízo, Temer fecha a boca e o PT abre o olho.

Obs.: – Na mosca!

                                                           ***************

No UOL

 Lula se recusa a falar a Moro sobre presentes do período da Presidência

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva afirmou à Operação Lava Jato, por meio de sua defesa, que não reconhece a competência do juiz federal Sérgio(XXX)(Sergio) Moro na investigação sobre as 23 caixas com presentes recebidos pelo petista no período que ocupou a Presidência da República e que foram apreendidas pela Polícia Federal na Operação Aletheia, 24ª fase da Lava Jato, em março deste ano. Lula disse que somente prestará esclarecimentos à Justiça Federal de(XXX)(em) Brasília.

Obs.: – É só mais uma coisa que não reconhece, tem também o sítio e o triplex…

 Juiz solta jovens detidos em protesto contra Temer em SP

A decisão do magistrado refere-se aos 18 jovens maiores de 18 anos.

Os outros(???) oito menores de idade, que foram apreendidos, ainda esperam a análise de um juiz da Vara de Infância e Juventude.

(???) Por que “outros” se os “outros” são maiores e não menores? Pensumpoco, ó pá.

                                                           ***************

No Blog do Ancelmo

Saiba quando a Odebrecht fechará sua delação, com 100 políticos na lista

A Odebrecht deve fechar sua delação no dia 15, quinta da semana que vem. Na lista, 100 políticos.

Obs.: – Vixi santa, será que o aeroporto de Curitiba vai dar conta do movimento dos jatinhos da PF ou vai ser melhor fretar um 747?

                                                           ***************

No Estadão

 Após 6 meses sob suspeita, Neschling é afastado da direção do Municipal

A postura de Neschling não teria sido bem recebida por Haddad, já pressionado por integrantes de sua campanha e da Prefeitura

Obs.1: – Donde se conclui que a demissão não ocorreu por ser a coisa certa a fazer, foi pelo fato de que a permanência do maestro poderia prejudicar a campanha.

Obs.2: – Claro que os nomes de Herencia e do Theatro Municipal estão escritos errado, senão o Estadão não seria o Estadão.

Justiça manda soltar manifestantes; coronel rebate jovem ferida

À frente da operação policial nas manifestações contra Temer em São Paulo no domingo, o tenente-coronel da PM Henrique Motta ironizou a situação da estudante Deborah Fabri, de 19 anos, que perdeu a visão do olho esquerdo ao ser ferida durante ato na semana passada. Em seu perfil no Facebook, o oficial compartilhou uma postagem da página de direita “socialista de iphone” com dois tuítes da estudante sobre protestos. Na imagem, há uma montagem ironizando a jovem: “Quem planta rabanete, colhe rabanete”.

Obs.: – Pelamordedeus, que falta de educação, de bom senso e, principalmente, de sentimento humanitário.

Petistas dizem que vão à OEA contra a PM

 O senador Lindbergh Farias (PT-RJ), o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) e líderes das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo responsabilizaram o governo Michel Temer e o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, pela atuação da Polícia Militar contra manifestantes que participaram do ato contra Temer e por eleições diretas já anteontem em São Paulo.

A bancada do PT na Assembleia Legislativa quer convocar o secretário de Segurança Pública Magino(XXX)(Mágino)(*) Alves

potato(*) É batata, no Estadão, se é nome, não escapa.

Justiça do Rio bloqueia bens de Lindbergh

A Justiça do Rio tornou indisponíveis os bens do senador Lindbergh Farias (PT) devido à contratação – supostamente irregular – de empresas de coleta de lixo no município de Nova Iguaçu em 2009, quando o petista era o prefeito.

Obs.: – Então, com que grana irá até a OEA? Ah, via internet…

Operação apura fraudes de maiores fundos de pensão

Ação da PF atinge as 4 principais fundações de estatais que eram dirigidas por indicados do PT e do PMDB; Justiça bloqueia R$ 8 bi dos investigados; 5 pessoas são presas

Obs.: – Farinhas do mesmo saco. Saiu o PT, entrou o PMDB, vai mudar alguma coisa?

PT indicou dirigentes da Previ e do Petros

O fundo de pensão dos funcionários da Petrobrás(X)(Petrobras), Petros, esteve sob o comando direto de sindicalistas do PT, de 2012 a 2014, período em que foram tomadas decisões de investimento consideradas de alto risco e de retorno financeiro duvidoso. Segundo fontes do Conselho Deliberativo, órgão administrativo máximo da fundação, a Petrobrás(X)(Petrobras) foi pressionada nos últimos anos para que a diretoria da Petros fosse escolhida pelos empregados, em votação interna. Essa seria uma tentativa de despolitizar a instituição. A proposta chegou a ser levada ao Conselho de Administração da estatal, mas nunca avançou por esbarrar na resistência de líderes petistas ligados à CUT.

Obs.: –  Ué, mas sindicalistas e CUT não são altamente preocupados e compromissados com empregados?

                                                            ***************Petróleo-1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *