verdão- alvo

Verdão agora é o alvo. Blog do Mário Marinho

verdão- alvo

A vitória do Palmeiras sobre o Atlético Goianiense, 3 a 0, foi incontestável e torna o verdão agora o alvo a ser abatido.

Alvo que se torna mais difícil de ser acertado se o time comandado por Abel Ferreira, técnico mal amado lá pelas bandas do Parque Antártica, se mantiver no patamar do futebol apresentado no segundo tempo do jogo de ontem.

O primeiro tempo foi aquele jogo tipo difícil, difícil de ser assistido.

Foi uma lenga-lenga dos dois times e os primeiros 45 minutos levaram quase uma semana para passar.

O jogo marcou também a volta de Dudu, começando, pela primeira vez, o jogo. Como era de se esperar, totalmente desentrosado, sem preparo físico e, por isso, tímido com a camisa de número 4+3 (cuja soma dá 7, número que tradicionalmente usou no Verdão).

Mas aí é que está.

Com Dudu atrapalhando no primeiro tempo e sem ele no segundo, o Verdão dominou o jogo do começo ao fim e, a rigor, não foi ameaçado pelo adversário em momento algum.

O placar foi construído totalmente no segundo tempo: aos 13, o zagueiro Eder marcou contra; aos 45, Scarpa fez 2 a 0 e aos 50, Breno Lopes fez o terceiro.

Nesse gol, méritos também para o irreverente Deyverson (foto ao alto), que entrou no segundo tempo: foi dele a esperta roubada de bola e, frente a frente com o bom goleiro Fernando Miguel, entregou, no chamado passe açucarado, a bola para Breno Lopes marcar.

Atitude que deve ser elogiada: o goleador está sempre à procura do gol e a chance de Deyverson marcar era muito grande, porém, mostrando não ser fominha, preferiu servir a Breno Lopes.

Outros

Destaques da rodada

O São Paulo segue sua inexplicável marcha triste em seu caminho aflito que se tornou esse Brasileirão.

Jogando no Morumbi, depois de um bom começo e de boas jogadas, acabou levando o gol do Fortaleza e não teve forças para reagir. Com a derrota, 1 a 0, caiu para 15º lugar e se avizinhou da perigosa e escorregadia Zona do Rebaixamento.

É vizinho do América, tão mineiro quanto eu, que hoje, em BH, enfrenta o Sport. Boa chance para o meu América se distanciar da incômoda vizinhança.

O Corinthians, ah!, o Corinthians. Até que saiu na frente, com um gol de Gustavo Mosquito, mas acabou caindo ante à força superior do Galo mineiro e do incrível Hulk que marcou duas vezes: final Atlético 2 a 1.

Num jogo bem disputado, o Santos conseguiu empate frente ao Bragantino que vencia por 2 a 1 até o finalzinho, quando o Peixe chegou aos 2 a 2.  Com o resultado, o Santos manteve-se em 10º lugar.

Já o Red Bull Bragantino continua em ótima campanha: é o 4º colocado (o primeiro, como já dissemos, é o Palmeiras, 28 pontos ganhos; 2º, Atlético MG, 25 3º, Fortaleza, 24; 4º, Bragantino, 24 e 5º, Athletico-PR, 20).

Em 5º lugar, em franca corrida de recuperação, está o Flamengo, agora drigido por Renato Gaúcho, que ontem deu uma sapatada no Bahia: 5 a 0, com direito a 3 gols de Gabigol.

Mengão com força total é ótimo para balançar esse Brasileirão e colocá-lo em outro patamar.

Jogos

De Tóquio

Jogos-Olímpicos-Tóquio-logo

Começam esta semana os Jogos Olímpicos de Tóquio, a Olimpíada 2020 que deveria ser sido disputada no ano passado.

Será que era hora?

Será que é hora realmente da reabertura?

Veja os gols do Fantástico:

___________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)
____________________________________________________________________

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter