O governo desclassificado, desperdícios, e o filho mais maluco

O Brasil, cujo Ministério da Saúde está entregue a um general que é ordenança de um expulso do Exército – sim, expulso, como na velha piada do “ou dá ou desce” que o Mirando não irá repetir – ultrapassou a marca dos 170 mil mortos por covid-19 e mais de 6,1 milhões de infectados. A única justiça na tragédia é o fato de o ministro da Justiça ter sido contaminado que fez chegar a 13 o número de cúmplices de infectados no governo. Sim, cúmplice, pois quem aceita ser ministro de um presidente desclassificado não merece outra classificação.

 Enquanto isso, mais de 6 milhões de testes serão descartados por estarem à beira do vencimento e uma grande quantidade da inútil cloroquina produzida pelo Exército deve ter o mesmo destino.Sargento Bombada e Soldado Mickey - Desciclopédia

 É o país em que o governo declara não ter como prolongar a vigência do auxílio emergencial mas sobra dinheiro para ser desperdiçado devido à péssima administração.

 De árvore ruim não sai fruta boa, mais uma vez, um dos 00s cria problema. Desta vez foi  03, o assador de hambúrguer e ex-quase embaixador do país na terra devastada pelo Coisão,  a criar  problema com a China ao papaguear a asnice que apoia “uma aliança global para um 5G seguro, sem espionagem da China”, fala em clara bajulação ao derrotado inapelavelmente presidente dos EUA. O único efeito da boquirrotice foi levar na fuça um protesto do embaixador chinês no Brasil.

(CACALO KFOURI)

                                                               ***************

 

                                                               ***************

                                                               ***************

Na Folha

Datafolha em São Paulo: Boulos chega a 45% e reduz diferença para Covas, com 55%

No G1

Pesquisa Datafolha para 2º turno em São Paulo: Bruno Covas, 48%; Guilherme Boulos, 40%

Ma che succede??? A Folha usou o resultado só com os votos válidos, descartando brancos e nulos, o G1 usou a parte da pesquisa que leva todos em consideração. Confuso, não?

                                                                ***************

Copiadas da Folha

Tensa, disputa em Goiânia tem candidato intubado(*) que nem sabe que está no 2º turno

(*) Brasileiros e brasileiras, portugueses e portuguesas, esta forma, apesar de estar no Orélio e no Uáiss, não consta no Volp, portanto é errado escrever assim, o que vale é entubado. Quem não respeita o Volp entra pelo cano.

 Juiz inocenta Dario Messer por crime que doleiro confessou em delação de junho

Juristas afirmam que procuradoria falhou ao deixar de informar Justiça sobre fatos novos

No último dia 11, a Justiça Federal do(*) Rio de Janeiro absolveu o doleiro Dario Messer por crimes que ele mesmo confessou ter cometido, em delação premiada acessada pelo UOL e divulgada em agosto pelo portal. O doleiro foi julgado pelo juiz federal Carlos Adriano Miranda Bandeira, da 4ª Vara Federal do(*) Rio.

(*) JF no Rio, cara-pálida. Vara Federal do Rio.

Ainda bem que o jornal destacou a afirmação de juristas na linha fina, caso contrário o juiz ficaria mal na fita, valeu o princípio do “O que não está nos autos não está na Terra.”.

“O juiz não tinha como decidir citando uma delação se ela não tinha sido incluída na ação penal”, resumiu um advogado que não quis se identificar. Os mesmos juristas veem falha do MPF-RJ ao não levar a confissão de Messer ao processo. “É obrigação da Procuradoria avisar o juiz que obteve uma informação nova e relevante.”

                                                               ***************

Copiadas do UOL

‘Prévia da inflação’ desacelera, mas é a maior para novembro em 5 anos

Inocentemente, este digitador pensava ser a inflação a ter mudança de velocidade e não a prévia…

 MS: Mulher diz que matou e ateou fogo em(*) chargista que estava desaparecido

(*) Cara-pálida, se não tem perfeito domínio do vernáculo, seja simples e não errará, use o popular pôs fogo em, pois ateia-se a, capisce?

                                                                ***************

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter