COBERTURA ESPECIAL: Paris em chamas e protestos. “Nous Toutes” e “Gilets Jaunes”. Texto e fotos Virgínia Rabinovici

COBERTURA EXCLUSIVA PARA O CHUMBO GORDO

Paris em chamas e protestos.

“Nous Toutes” e “Gilets Jaunes”

– Texto e fotos Virgínia Rabinovici –

Enquanto no Champs-Élysées o protesto “Gilets Jaunes” tomava forma violenta, a marcha “Nous Toutes” começava não muito longe dali, reunindo milhares de pessoas.

A marcha que luta pelo fim da violência contra as mulheres, chamada “Nous Toutes” (nós todas, em francês), aconteceu em diversas cidades da França neste sábado, 24 de Novembro de 2018. Em Paris, pessoas de todas as idades, gêneros, religiões e países se mobilizaram contra violências sexistas e sexuais, assédios no metrô e o fim da impunidade dos agressores. Jovens, idosos, bebês, crianças e até cachorros usaram lenços e roupas roxas, a cor oficial da mobilização. Nos cartazes, lia-se “Não é não”, “Nossas saias são curtas, não nossas ideias”, “O patriarcado mata”, “Feministas e muçulmanas” e “Isso não é consentimento”, frase que muitas vezes estava acompanhada de uma calcinha pregada ao lado. Durante a passeata, entre um jogral e outro, uma mulher chegou a gritar no microfone: “A nossas irmãs brasileiras que precisam conviver com um fascista, estamos com vocês”.

 

       Neste mesmo sábado, 24,  a avenida dos Champs-Élysées ficou irreconhecível. Barricadas feitas com destroços de lixeiras, bicicletas, semáforos e postes impediam a passagem no meio da avenida.

Em diversos lugares viam-se carros, motos e outros objetos sendo queimados. Contra o aumento nos preços dos combustíveis e protesto à política econômica de Emmanuel Macron, os manifestantes usavam os coletes amarelos, os gilets jaunes, e a maioria tinha máscaras e óculos para proteger do gás lacrimogêneo. As ruas adjacentes também sofreram com o fogo, e os manifestantes que se afastavam do protesto aproveitavam o caminho para casa para provocar a polícia.

O presidente Macron irá se pronunciar de novo no início dessa semana, e os manifestantes já preveem uma nova mobilização.

______________________________________________________________________________

VIRGINIA RABINOVICIFOTÓGRAFA. ESTÁ EM PARIS. SEGUE NO FOTOJORNALISMO OS PASSOS DO PAI, O JORNALISTA MOISÉS RABINOVICI, COMO MOSTRA NESSA EXCELENTE COBERTURA DOS FATOS DESTE ÚLTIMO SÁBADO, 24 DE NOVEMBRO, EM PARIS, E QUE MOBILIZARAM A ATENÇÃO MUNDIAL.

ACOMPANHE – Instagram: @vivi.novici / @wearepops

_______

AGRADECIMENTOS ESPECIAIS: HELOÍSA DE ARAÚJO MOREIRA

3 thoughts on “COBERTURA ESPECIAL: Paris em chamas e protestos. “Nous Toutes” e “Gilets Jaunes”. Texto e fotos Virgínia Rabinovici

  1. Texto conciso e abrangente. Fotos reveladoras dos acontecimentos em cliques objetivos e precisos.
    Parabéns! Surge uma ótima fotojornalista na esteira do talento paterno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter