As besteiras e gente já pedindo para sair, antes que se enrasque no governo

Imagem relacionadaAs brilhantes otoridades brasileiras disputam um torneio para ver quem fala mais besteira. bolsonaro é hors concours, nem vou reproduzi-las, as de Onyx e do general Heleno são suficientes para mostrar a mediocridade que tomou conta do governo. O primeiro declarou que Macron não previu !!! o incêndio na Catedral de Notre-Dame, se esquecendo de que é o governo brasileiro que se guia por um astrólogo de quinta categoria.

O general, para não ficar atrás, disse que  os franceses “por onde passaram, deixaram rastro de destruição”, como se o passado pudesse ser comparado ao presente, ainda mais se for levado em conta que o Brasil foi o último país a libertar os escravos, tomou o Acre da Bolívia e quase exterminou a população paraguaia, sem falar no extermínio de indígenas durante a ditadura militar, fato muito bem conhecido dele.   Como declarou alguém de que não lembro o nome, começo a ter saudades de Collor…

 Não fui eu, não foi mais ninguém, foi ele mesmo que se definiu ao apresentar-se como Johnny Bravo, personagem de antigo desenho animado, cujas principais características são: marombado, narcisista, machista e burro. Sendo que ele mesmo é o divulgador da alcunha, não tem o direito de sentir-se ofendido ou de exigir pedido de desculpas. Coletei as informações na coluna de Vera Magalhães no Estadão de hoje (28).

 A nova investida de bolsonaro contra o ambiente envolve terras indígenas, acha – sem qualquer base teórica – que a demarcação das terras deles “astravanca o progréssio”. Quer permitir a instalação do agronegócio e da pecuária nas áreas.

 A propósito da conservação do ambiente vale a pena ler o artigo no Estadão, também de hoje, pág. A17, “Pulmão do mundo ou máquina essencial de reciclagem?”

https://ciencia.estadao.com.br/noticias/geral,amazonia-pulmao-do-planeta,70002983877

 Chega a ser cômico que bolsonaro sinta-se ofendido por ter sido classificado como mentiroso por Macron, conta pelo menos três petas por dia, só perde para seu ídolo Trump, que ao elogiar o brasileiro mostrou que são almas gêmeas, com a diferença de que um tem peso mundial.

(CACALO KFOURI)

                                                              ***************

No UOL

 Planalto retira desculpas de Macron de condições para aceitar ajuda do G7

 Em termos claros, enfiou o rabinho entre as pernas, ação corriqueira entre os bafudos.

                                                               ***************

No Estadão

 Diretor do Denatran fala em falhas estruturais e pede para sair.

 Gestor diz ter ‘estrutura de pessoal inadequada, insuficiente e com pouca qualificação’ e afirma que demandas superam a capacidade de atendimento

Para o diretor do Denatran, as pessoas estão morrendo ou ficando com lesões permanentes por causa da gestão atual do trânsito. Na carta encaminhada ao ministério, ele afirma que, nos últimos dez anos, foram cerca de 400 mil mortos e um número ainda maior de pessoas ficaram dependentes do governo em razão da invalidez. “Esse assunto me motiva e me preocupa. Tenho tentado buscar condições de corrigir os erros e decisões tendenciosas do passado, mas não estou conseguindo.”

Não está e nem iria conseguir, como faria isso se o chefão quer acabar com a fiscalização de limites de velocidade nas estradas e, para tornar as consequências mais graves ainda, afrouxar as regras da CNH relativas aos infratores das leis de trânsito? Que sua atitude sirva de modelo, por exemplo, para Sergio Moro.

 Guerra comercial afeta agricultores dos EUA, base eleitoral de Trump

 Agronegócio começa a sentir efeitos da queda de exportações após fechamento do mercado chinês; voto rural foi fundamental para vitória do presidente americano nas eleições de 2016 e insatisfação do setor preocupa a Casa Branca

Até nisto trumpão e trumpinho são parecidos, a diferença é que um arruma encrencas sem queimar florestas.

 Após redução de imposto, Sony deixa de fabricar o PlayStation 4 no Brasil

 A Sony divulgou ontem que deixou de fabricar o PlayStation 4 no Brasil – a partir de agora, todos os aparelhos vendidos no País serão importados.

Em comunicado, a empresa disse que a mudança nos preços se deve à “redução do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) para videogames”, feita pelo governo Bolsonaro neste mês. Como o corte tarifário só é válido para aparelhos importados, a conclusão é que ficou mais barato para a gigante japonesa trazer o aparelho de fora do que fazê-lo aqui.

É assim que o governo pretende gerar empregos??? Como bolsonaro costuma consultar seu “posto Ipiranga”, ou seja, Paulo Guedes, quando toma decisões relativas à economia, difícil crer que uma ideia de jerico desse naipe tenha saído da cabeça dele. Ou, então, o que ele entende por gerir a economia não tem uma lógica voltada às pessoas.

Resultado de imagem para maluco animated gifs

 

 

***************

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *