Patriotadas, disputas e ações disparadas com o dedinho. Mire, mas não atire

Resultado de imagem para alvo animated gifsA palavra é forte, mas como disse Samuel Johnson, pensador inglês do século 18, “O patriotismo é o refúgio – alguns traduziram para valhacouto – dos canalhas”. A reação aos protestos na Europa em relação às agressões ao ambiente no Brasil vem mostrando que ele sabia o que estava dizendo. Na terra dele, o Brexit mostra a mesma coisa.

 Dando continuidade ao festival de bolsonarices, as mais novas são “a ajuda do G7 é esmola”; “vou indultar policiais presos injustamente”; “vou legalizar o garimpo nas terras indígenas”. Mas, vai ter fato pior, 03 encontrar-se-á com Trump no fim de semana. Caro leitor, corra a uma farmácia e compre algodão, preserve seus ouvidos.

 O governador Doria virou alvo de 00, segundo bolsonaro, ele estava “mamando no governo do PT”. A briga promete, começou a campanha para a próxima eleição presidencial.

 No Estadão (30), pág. A16, a propósito de matéria informando que a Unesp (Universidade Estadual Paulista) acaba de lançar um programa para receber doações públicas é publicado um artigo, “Quatro motivos para não fazer doações para instituições públicas”. Acrescento um, a certeza de que boa parte delas serão desviadas como é hábito no país.

https://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,por-que-doadores-privados-nao-dao-dinheiro-para-o-setor-publico,70002988934

 O Instituto de Segurança Pública divulgou pesquisa que o número de assaltos em regiões turísticas no Rio de Janeiro mais que dobrou de um ano para cá. Mais um sinal de que W2 é só um blefe, violento no discurso e ineficaz na prática.

 (CACALO KFOURI)

                                                            ***************

No UOL

 Hospital que operou Bolsonaro após facada fica sem R$ 2 mi que ele prometeu

 E se acha no direito de ficar ofendido quando Macron diz que ele é pouco afeito à verdade.

 Aumento exponencial de bens turbina 4 investigações contra Flávio Bolsonaro

 A turma não aprende mesmo, se investigação fosse contra nem precisaria começar, o resultado seria de antemão desfavorável ao investigado.

 O “aumento exponencial de patrimônio” do hoje senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) é a base para quatro investigações em andamento na Polícia Federal, na Procuradoria da República e no Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro. São transações imobiliárias suspeitas e movimentações financeiras do ex-motorista do filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), Fabrício Queiroz.

Lembram do “Onde está Wally?”. Onde será que está Queiroz?

 MPF: esquema em governos tucanos atrasou Metrô-SP e eliminou estação no ABC

 Tem um detalhe que não me lembro de ver tratado, o porquê de arrasarem quarteirões para fazer paradas, só pode ser para facilitar ações corruptas. Porque só fizeram buracos nas calçadas para estações na Avenida Paulista e não nas outras? Por que em Paris, Nova York, Buenos Aires fizeram estações sem destruir o entorno e aqui derrubam tudo?

 Não vou gastar espaço com desmentidos, são as mesmas ladainhas de sempre.

 Sabatina de Eduardo Bolsonaro tem urna digital que impede exposição do voto

 Está armada a mutreta, deram um jeito de os covardes e comprados se esconderem.

No Blog do Josias

Armstício de Moro e Bolsonaro parece precário

E o que dizer, então, do título que está na capa do UOL? Cara-pálida, olhe o que o Josias escreveu:

Armistício de Moro e Bolsonaro parece precário

Capisce?

                                                             ***************

No G1

Sarampo: doença volta com força em quatro países da Europa, informa OMS

 Reino Unido, Grécia, República Tcheca e Albânia são os quatro países que perderam o status de “erradicação total” da doença, extremamente contagiosa.

O problema somente será resolvido quando criarem a vacina contra a pior doença que existe, a crendice em informações sem sentido e contra a ciência. Quem não vacina deveria ser condenado pela Justiça, põe a Humanidade em risco.

 Leilão de rodovia entre Uberlândia e Jataí é adiado para 27 de setembro

 Então, nãotaí… talá…

                                                             ***************

 

 

No Blog da Andréia Sadi

 ‘Eu não entrei no governo para sair’, diz Moro após reveses com Bolsonaro

 “Vou engolir sapos até ficar sem fome, assim  a conge(*) não precisará me esperar com uma sopinha.”. O pior é que nem pode, como fazia Justo Veríssimo, declarar “Eu quero é puder!”, pois não tem.

 (*) A sílaba omitida em cônjuge é “ju”, não tem sentido escrever conje como tenho visto.

                                                              ***************

Na Folha

 Bolsonaro promete indulto a policiais presos injustamente

 Qualquer pessoa que esteja presa injustamente deve ser solta e indenizada e não indultada. Esse tipo de “indulto” servirá somente para liberar a prática de mais violência policial, assim como outras “ideias geniais” vêm causando desastres todos os dias.

                                                             ***************

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *