Vídeo da reunião de coisas com a família do coiso abala militares e a memória de quem esteve lá

Моя первая анимация | Пикабу “Em reunião ministerial, Bolsonaro vinculou mudança na PF do Rio a proteção de família”

“Não vou esperar foder alguém da minha família. Troco todo mundo da segurança. Troco o chefe, troco o ministro.”. Então o mote que vale não é “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”, é “Dane-se a Constituição, a zeralhada acima de todos!”.

Pode boquejar o que quiser, que não citou literalmente a Polícia Federal na reunião pois para bom entendedor – e o ministro Celso de Mello é excelente entendedor – meia palavra basta. E o próprio coiso declarou para coisiformes nos seus espetáculos circenses diários na porta do Palácio que queria trocar o comando, é só procurar o vídeo, disse claramente Polícia Federal.

 O que terá no lugar de massa cinzenta alguém que alega manter o resultado do exame de coronavírus para evitar um possível pedido de impeachment como fez o coiso? Tal ação não passou pela cabeça, por exemplo, de Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, foi infectado, tratou-se e, curado, reassumiu seu posto.

 O vídeo tem de ser divulgado para que o coiso seja desmascarado definitivamente, para que venham a público todos os crimes que cometeu e que o procurador-geral da República Augusto Aras faça jus ao prenome e aja conforme exige a Constituição em vez de fingir que que não houve anormalidades.

Governo Bolsonaro ajoelha no milho | Brasilagro As seções de cartas de leitores dos jornais estão repletas de correspondências de madalenas arrependidas lamentando o fato de terem votado no coiso. Tenho dúvidas se até Jesus Cristo, que perdoou Madalena, faria o mesmo com esses leitores, todos eles votaram sabendo exatamente quem era/é o sufragado. Que passem o resto da vida que a covid-19 lhes permitir ajoelhados no milho por pelo menos uma hora por dia.

 (CACALO KFOURI)

                                                             ***************

Copiadas da Folha

 Visto como uma ameaça, ex-assessor da família Bolsonaro ganha cargo de chefia no governo federal

 Luciano Querido rompeu com grupo no fim de 2017 após ser chamado de ‘elemento’ pelo atual presidente; aliados temiam que ele tivesse dossiê

E quem garante que, agora, o Querido duas vezes não tenha o dossiê e, por isso, conseguiu a prebenda?

 Deputados divulgam fake news sobre coronavírus para ecoar discurso de Bolsonaro

Fiel escudeira de Bolsonaro, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) declarou na semana passada, em entrevista à Rádio Bandeirantes, que “no Ceará tem caixão sendo enterrado vazio, tem uma foto de uma moça carregando caixão com os dedinhos”.

Trata-se da afilhadinha de Sergio Moro, este, além de ter feito a idiotice de aceitar um cargo no boçalnatolândia não teve o bom senso de recusar o convite de que iria se casar com o coronel Aginaldo de Oliveira, apoiador dos PMs amotinados no Ceará, cujo apelido é “Caveira”. Aqui se faz, aqui se paga, Moro. Este é outro que não tem desculpa, aliás, mais do que todos, tinha todas as informações possíveis e imagináveis de quem era/é o coiso.

No caso do deputado estadual Gil Diniz (PSL-SP) o desmentido veio de uma colega, a deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP), que usou parte de sua fala em plenário virtual, na semana passada, para confrontar informações postadas pelo bolsonarista.

Em duas ocasiões, no dia 29 de abril e 5 de maio, Gil esteve no cemitério Vila Formosa, na zona leste de São Paulo, o maior da América Latina, e postou vídeos dizendo que testemunhara poucos enterros, que a rotina no local estava inalterada e que o aumento do número de covas era exagero.

“É a política do caos, da morte, do medo. (…) Para você ficar com medo e obedecer cegamente esses políticos que só querem controle social, controlar a sua vida”, afirmou.

Na sessão do dia 30, Janaina afirmou que sua equipe estivera no cemitério naquele dia e presenciou quatro enterros em dez minutos. A administração informou que os enterros por Covid-19 ou por suspeita da doença chegavam a cerca de 20 por dia e estavam aumentando.

Certo, deputada, e ainda está neste partido por quê, gosta da companhia?

Cidade da Baixada Fluminense tem saúde à beira do colapso e comércio aberto a mando da milíciaSoldados 1 - Cia dos Gifs

 Duque de Caxias concentra o segundo maior número de mortos por Covid-19 no Rio de Janeiro

Logo após a confirmação do primeiro caso do novo coronavírus em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, ao final de março, o prefeito Washington Reis (MDB) afirmou que as igrejas evangélicas ficariam abertas porque a cura do novo coronavírus viria de lá.

O decreto que ordenou o fechamento do comércio no município chegou tarde, apenas no dia 3 de abril, depois que todas as demais cidades da Baixada já haviam determinado a suspensão das atividades. Ainda assim, mesmo após o decreto da Prefeitura, diversos estabelecimentos seguem funcionando. Em alguns casos, sob ordens da milícia, que continua a extorquir os comerciantes com a cobrança de suas “taxas de segurança”.

Está cada vez mais claro que a única coisa eficiente no Rio é a milícia, ninguém pode com ela, nem o ex-juiz valentão que assumiu o governo com a promessa de que iria extingui-la.

                                                            ***************

Copiada da Coluna do Leo Dias

MP investiga batom que promete emagrecer até 6 kg vendido por apresentadora

Você acredita num batom milagroso que ajuda a emagrecer até 6 kg em um mês? A Coluna do Leo Dias não, e o Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP) também tem lá suas dúvidas e resolveu apurar o anúncio do Lip4Slim, um batom anunciado como redutor de gordura corporal para perda de peso rápida vendido pela empresa de Viviane Salvetti, ex-apresentadora e influencer, que já esteve no ar na Rede Brasil e Record News.

Não é batom, é Super Bonder, cola os lábios e não passa sólido, só líquido…CAVEIRA QUE BRILHA NA LUZ NEGRA - TUTORIAL DE MAQUIAGEM ARTÍSTICA ...

Sinceramente, chefia, quem cai nesta merece ser enganado. O MP deveria mesmo é pedir a um juiz para internar as compradoras.

                                                            ***************

Copiadas do UOL

Home-page: Justiça nega liminar e mantém novo rodízio em São Paulo

 Diferentemente do que foi informado pela Home-page do UOL, o rodízio na cidade de São Paulo não foi suspenso pela Justiça. O erro foi corrigido no mesmo dia.

Pode isto, Arnaldo? E ainda se vangloriam dizendo que o erro foi corrigido no mesmo dia? Tem é de explicar como foi possível cometer o erro. Barrabás, isto não é errata, é rata das inacreditáveis.

 Bolsonaro: AGU vai se empenhar para que governadores cumpram decreto

Jair Bolsonaro (sem partido) disse hoje que a AGU (Advocacia-Geral da União) pode “se empenhar” para garantir que os governadores e prefeitos cumpram o decreto assinado por ele ontem, que ampliou a lista de profissões essenciais durante a pandemia do coronavírus.

Em outras palavras, a AGU vai desrespeitar a decisão do STF que garantiu a governadores e prefeitos o poder de decidir o que acham melhor para seus estados e municípios e se esforçará para ser cúmplice de extermínio em massa da população.

                                                             ***************

Copiada da BBC News

Ativista admite presença de armas em acampamento bolsonarista: ‘Servem para proteção dos membros’

A militante Sara Geromini, principal porta-voz do controverso grupo autodenominado “300 de Brasília”, reconheceu em entrevista à BBC News Brasil a existência de armas dentro do acampamento montado pelo grupo em Brasília. De acordo com Geromini, também conhecida como Sara Winter, as armas serviriam para “proteção dos próprios membros do acampamento”.

Pin em Pixel ArtAtivista, não, coisiforme. Alguma “otoridade” já foi verificar se as armas são registradas e se “os membros” têm porte de arma? E se defender de quem, cara-pálida, se os violentos estão no acampamento?

                                                              ***************

Copiada do G1

Em depoimento, Braga Netto diz que Bolsonaro não falou em trocar superintendente da PF no Rio

É pra isso que serve a Academia Militar de Agulhas Negras? Ensinar manobras diversionistas em depoimentos? “Troco todo mundo na segurança” não inclui Polícia Federal? Esqueceu-se do chamado raciocínio por semelhança?

Ministro do GSI diz que é ‘natural’ presidente querer pessoa ‘próxima’ na direção da PFPedro Gomes: Exército e prefeitura realizam ação social na cidade ...

Ué, mas segundo seu colega de envergonhamento de farda ele não se referiu à PF… Competência não pesa mais, né mermo? Aderiu à tese do Centrão, aquele que, segundo o sr. “se gritar pega Centrão não fica um”?

 Ramos diz que propôs a Moro ‘solução intermediária’ para PF antes de ministro pedir demissão

Como fica, então, Braga Netto, é o único que não entendeu que “segurança” inclui a PF?

                                                          ***************

Soldados 1 - Cia dos Gifs

1 thought on “Vídeo da reunião de coisas com a família do coiso abala militares e a memória de quem esteve lá

  1. E, cá entre nós, ‘solução intermediária’ já soa, digamos assim, coisa completamente intermediária entre o decente e o indecente, ou entre o certo e o errado, né… Algo parecido com semi-servilismo ou semi-resiliência, por exemplo. Um dia ainda daremos a isso o nome de ‘morismo’: coisa que verga, verga, verga, e nunca mais volta à posição original.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *