Defesa? Quem nos defenderá deles? De todos eles?

 O que justifica a sanha bolsonaresca de desviar verbas de atividades essenciais para a Defesa? Defesa do quê, dos perigosos e poderosos “cumunistas” da Venezuela? Da Nicarágua? Dos que vivem embaixo das camas de evangélicos? Para produzir mais cloroquina? Porquê, o que se vê é uma Defesa totalmente ineficiente,  não se nota em momento algum as Forças Armadas cumprindo o que determina a Constituição, a atuação de militares lotados às centenas em cargos no governo é pífia, desmoralizadora do assim chamado ensino militar, o despreparo é tamanho que há de torcer para que o país não seja alvo de ameaça exterior, a sova seria vexaminosa. Basta ver o que acontece, garimpos irregulares em toda a Amazônia, queimadas sem controle, fronteiras por onde passa o que quiserem, e o que fazem as Forças Armadas? Nada. Viva a Costa Rica, que não tem isso desde 1949.

 O artigo “País enfrenta superabundância de passado não resolvido” publicado na página A2 do Estadão (20) pode ser considerado mais um capítulo triste da história recente do país.

https://opiniao.estadao.com.br/noticias/espaco-aberto,pais-enfrenta-superabundancia-de-passado-nao -resolvido,70003405763

O ministro da Economia Paulo “imPosto Ipiranga” Guedes, cada vez mais, se parece com o leão da Metro, dá três rugidos e o resto é fita, todo dia leva um chega pra lá, é o único felino que se alimenta de batráquios.

(CACALO KFOURI)

                                                              ***************

                                                         Comportamento cristão

                                                                ***************

A vida, a fantasia e a dura realidade

O Estadão de hoje traz dois cadernos tratando de um prêmio que criou como meio de faturar com publicidade de empresas, Prêmio Marcas Mais. Um dos aquinhoados com o laurel é o Grupo Carrefour, que retribui com anúncio de página inteira:

“Com 45 anos de Brasil, a gente ainda se emociona por ficar em primeiro. Nosso muito obrigado aos clientes. Grupo Carrefour Brasil, uma história baseada em ser parceirão de quem merece o melhor. Por isso, agradecemos a preferência de quem nos coloca em 1º lugar do prêmio Marcas Mais do Estadão.”.

Poético, não?

No corpo do jornal, a realidade:

Homem morre e tem corpo escondido por guarda-sóis

Na sexta-feira, o prestador de serviços Moisés Santos morreu dentro da unidade da rede de hipermercados Carrefour do bairro da Torre, no Recife, onde trabalhava. Para não interromper a atividade no local, os funcionários da loja esconderam o corpo dele com guarda-sóis e tapumes, evitando que fosse visto por clientes e outros frequentadores da loja. O caso ganhou destaque nas redes sociais e causou revolta.

Moisés Santos promovia produtos alimentícios no hipermercado quando sofreu um ataque cardíaco e morreu. O corpo (teria ficado)(!!!) no local das 8 às 12 horas, até a chegada do Instituto de Medicina Legal (IML) para remoção.

(!!!) Teria, cara-pálida? Ganhou destaque e causou revolta por quê, então? Fake news?

Este é o respeito que o grupo tem pelos “parceirões”.

                                                              ***************

 Copiadas do UOL

Mourão e Salles atacam DiCaprio após críticas do ator sobre Amazônia

O vice-presidente, Hamilton Mourão (PRTB), e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, rebateram o ator Leonardo DiCaprio sobre as críticas feitas à postura do governo brasileiro em relação à Amazônia. Na última sexta-feira (14), o ator norte-americano compartilhou um texto condenando desmatamento na Amazônia e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Ele ficou estressadíssimo quando soube da reprimenda, perdeu o sono, ficou desorientado, mostrou até rugas de preocupação… “Quem são esses? O Salles é o cara que deveria cuidar do Ambiente mas é um devastador? Mourão? Não deve ser coisa boa, um general que aceita ser  vice de um tipo que foi expulso do Exército e considerado um mau militar por um dos ditadores militares, general Geisel, como o que está na Presidência? Pobre país.”

Aras diz que o MP não admite ‘espionagem’, mas dá aval a dossiê do governo

 “O Ministério Público não admite que governos espionem opositores políticos nem seus acólitos [assistentes]”, disse Aras durante julgamento no STF de uma ação do partido Rede, que questiona o relatório sigiloso elaborado pelo Ministério da Justiça. A existência desse levantamento foi revelada pelo UOL, em julho.

Dá para afirmar que nunca houve no país um procurador-geral da República tão parecido com o governo a que serve, Aras, aras, vejam só é o espelho do desmandos do coiso e foi escolhido ad hoc, exatamente para servir.

Inter fica perto de fechar com Pato e aguarda definição do São Paulo

 O Internacional está perto de fechar a contratação de Alexandre Pato. Alvo de Eduardo Coudet, principal defensor da investida, o atacante de 30 anos foi liberado do treinamento de hoje no São Paulo. O Colorado espera que ele resolva sua situação com o clube paulista para firmar a contratação.

Incrível, sempre tem um pato no caminho do Pato, é pato aqui, pato acolá.

MPF pede condenação de desembargadora por ligar Marielle a facção criminosa

O MPF (Ministério Público Federal) manifestou-se perante o STJ (Superior Tribunal de Justiça) pela procedência de ação penal contra a desembargadora Marília de Castro Neves, pelo crime de calúnia contra a vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018, no Rio de Janeiro.

Em publicação feita no Facebook, dias após o crime, a desembargadora imputou a Marielle o crime de promover organização criminosa. De acordo com o MPF, a atribuição falsa de delito a terceiros não conta com o amparo normativo do direito constitucional à liberdade de expressão.

Está escrito com todas as letras, “Marília de Castro Neves teria ligado a vereadora assassinada a facção”, afirmação. Aí, o capeiro do UOL, que tem uma dificuldade gigantesca de entender o que lê, tasca “Marília de Castro Neves teria ligado a vereadora assassinada a facção”, teria, uma suposição. Eta empreguinho bão esse, pode-se errar à vontade, melhor só o do Gabriel Jesus, do Manchester City, ganha milhões de dólares e perde um gol feito  que  poderia ter classificado  o time dele e tudo continua como dantes no quartel de Abrantes.

                                                               ***************

Copiadas da Folha

 Bolsonaro faz almoço com centrão, incluindo parte dos acusados no ‘quadrilhão do PP’

O presidente do PP, o senador Ciro Nogueira (PI), postou em suas redes sociais foto ao lado de Bolsonaro e de outros deputados da legenda, entre eles Arthur Lira (AL). Os dois são alvo de denúncia do Ministério Público sob acusação de, ao lado de outros parlamentares, chefiar o chamado “quadrilhão do PP” em um esquema de desvio de recursos públicos da Petrobras.

Viva o fim da patifaria! Viva os trouxas que caíram no lenga-lenga e continuam a acreditar na mentirada! Viva a oposição que nada faz! Aliás, existe?

Bolsonaro é visto como ‘pai dos pobres’ ou ‘pai de corrupto’ no Nordeste

Camila diz não votar de jeito nenhum em Bolsonaro. Áurea votou e votará de novo. Fernando votou, mas diz que não vota mais. José diz que aprova, mas nem por isso vota. Wellington não votou, mas agora diz que vota.

O avanço da popularidade do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na região Nordeste, apontado por pesquisa Datafolha realizada na semana passada, tem como pano de fundo um cenário complexo que vai muito além um simples alinhamento ao bolsonarismo ou ao lulismo(*).

O Datafolha mostrou que Bolsonaro está no auge de sua popularidade no país, com 37% dos brasileiros considerando seu governo ótimo ou bom, contra 32% na pesquisa anterior, em junho. Nos estados do Nordeste, a aprovação do presidente subiu de 27% para 33% no mesmo período.​

(*) Não, cara-pálida, não vai além, é exatamente a mesma coisa, assim como o comportamento dos adeptos e de um e outro, recusam-se a enxergar a realidade. E, no caso de Lula, é pior, pois a elite intelectual que o apoia não tem a desculpa de ser despreparada como é o guru coisiforme do coiso,  o astrólogo O. de Carvalho.

                                                              ***************

Copiada do G1

Governo do DF muda critério para divulgar mortes por Covid

Secretário diz que método usado no país todo ‘não funciona’ e deixa a população preocupada.

Segundo o secretário, passarão a ser divulgadas apenas as mortes ocorridas nas últimas 24 horas. Até terça (18), o boletim trazia óbitos registrados em outras datas, mas que tiveram a causa confirmada como Covid-19 naquele dia.

Informaçón cóm discónto, liê! Cara-pálida, atualmente só o desemprego deixa a população preocupada, o isolamento social foi pro brejo, não adianta querer mascarar os números, mesmo porque o consórcio de órgãos de imprensa se encarregará de informar o que verdadeiramente acontece.

                                                              ***************

Copiadas do Estadão

São Paulo Reclama

Leitor reclama de religação feita sem autorização

Reclamação de Plínio Cintra Pereira: “Eu recebi um e-mail da Enel informando que a solicitação de religação de energia tinha sido executada. Sou proprietário do imóvel e não solicitei nada.”

Resposta da Enel Distribuição São Paulo: “A empresa afirma que a solicitação do cliente ainda está em análise.”

Repare leitor, o cidadão reclama que não solicitou nada e a empresa responde que “a solicitação do cliente ainda está em análise.” Estão analisando o quê, por que perder tempo com algo que não existe? O resultado é o mau atendimento a quem realmente faz uma solicitação.

Guedes vê ‘crime’ e diz que Senado deu ‘péssimo sinal’

 O ministro Paulo Guedes, da Economia, criticou na noite de ontem a decisão do Senado de derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro ao reajuste de salários de servidores durante a pandemia do coronavírus. Ele disse que o Senado deu “um péssimo sinal” e classificou a decisão como “um crime contra o País”.

Em uma derrota para o governo, os senadores derrubaram o veto do presidente à medida que permite reajuste salarial para algumas categorias do funcionalismo público até o fim de 2021. A proposta foi aprovada pelo Congresso dentro do socorro financeiro a Estados e municípios, mas acabou barrada pelo Palácio do Planalto.

Sim, mas o péssimo sinal não se limita à derrubada. O veto caiu porque o governo não sabe negociar, porque gasta sem critério, não tem moral,desperdiça dinheiro com gastos inúteis como pixulecos para militares, produção de cloroquina que está estocada por não haver demanda para uma droga de droga, como se pode ver abaixo:

Exército diz ter estoque de cloroquina. E não há pedidos

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou na quinta-feira que o governo federal não conseguiu atender “nem 50%” da demanda por cloroquina feita por Estados e municípios. O medicamento tem sido usado no tratamento contra a covid-19, com defesa intensa pelo presidente Jair Bolsonaro, mesmo sem comprovação científica da sua eficácia.

O Exército, no entanto, maior aliado do governo na produção dos comprimidos de cloroquina, afirmou ao Estadão na segunda que tem hoje quase 1 milhão de comprimidos em seus estoques e, desde julho, não recebeu nenhuma nova demanda para produção do remédio. Essa produção é feita após o Exército receber pedidos pelos Estados e municípios.

Note, leitor, a mentira contada pelo ministro interino permanente da Saúde, afirma que o governo federal não conseguiu atender “nem 50%” da demanda por cloroquina feita por Estados e municípios, mas é desmentido pelo próprio fabricante, o Exército, que informa “que tem hoje quase 1 milhão de comprimidos em seus estoques e, desde julho, não recebeu nenhuma nova demanda para produção do remédio.”

Então, sr. imPosto Ipiranga, resolva primeiro os problemas internos e, assim quem sabe, tenha condições de cobrar “bons sinais” dos outros. Não se trata de querer justificar um erro com outro, mas é o que acontece diante de um desgoverno, é derrota em cima de derrota.

                                                                  ***************

A vergonha dos colégios militares | Escola Portuguesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter