PEGADA

Faltou pegada, Palmeiras. Blog do Mário Marinho

FALTOU PEGADA, PALMEIRAS

BLOG DO MÁRIO MARINHO

PEGADA

Para um bom time não basta um bom futebol.

É preciso ter pegada. Mais do que preciso, é fundamental.

Foi o que não se viu nos dois últimos jogos do Palmeiras: a pegada.

Contra o Santos, o time foi apático e jogou na esperança de uma bola que acabou acontecendo na ótima cabeçada do atacante Breno Lopes e no vacilo do goleiro John Vitor.

Naquele lance a cabeçada foi excelente, mas o bom e jovem goleiro do Santos se equivocou: saiu do gol e não chegou na bola. Ficou no meio do caminho.

O gol, que valeu o título a festa e o passaporte para disputar o mundial, acabou por mascarar e deixar em segundo plano o futebol fraquinho fraquinho apresentado naquele jogo.

No jogo de ontem, em Doha, o Palmeiras foi o mesmo.

Por vários momentos teve o maior domínio de bola, mandou no jogo, parecia senhor da situação, porém, tudo infrutífero.

E olha que com cinco minutos de jogo o ótimo goleiro Weverton já havia feito defesa milagrosa evitando o gol do Tigre.

Futebol por futebol, eu continuo achando que o time do Palmeiras é melhor. Mas é preciso jogar.

As peças do Verdão ontem, com exceção do goleirão, não funcionaram.

O meio campo, com jovens e ágeis jogadores parecia, por sua morosidade e ineficiência, formado por veteranos barrigudos que disputavam um casados e solteiros.

Com a diferença que nos famosos e festivos casados x solteiros ninguém quer perder, todos se entregam.

Luiz Adriano, experiente, competente e perigoso atacante, foi bem marcado o tempo todo e se deixou marcar. Poucas vezes ele foi visto fora de sua posição.

Do lado mexicano, o perigoso artilheiro Gignac foi visto em vários lugares dentro de campo, dificultando sobremaneira a sua marcação.

A derrota é doída, é dolorida, deixará marcar profundas, mas não é o fim de tudo.

A temporada palmeirense está sendo boa. Foram dois os títulos conquistados: Paulistão e Libertadores.

E são mais dois em disputa: Copa do Brasil contra o Grêmio (primeiro jogo no próximo dia 28 e a final no dia 07-03) e a Recopa Sul-Americana com jogo no dia 07 e 14 de abril contra o Defensor y Justicia, da Argentina.

Claro que nenhum título substituirá o Mundial perdido.

Mas, como diz o técnico Abel Ferreira, a festa pela vitória ou a lágrima pela derrota só devem durar 24 horas.

Daí para frente, vida nova.

Veja os melhores momento do jogo em Doha:

 

Rodada

do Brasileirão.

O Flamengo, de Rogério Ceni, deixou escapar boa oportunidade de assumir a liderança do Brasileirão, ao empatar, 1 a 1, com o Bragantino.

O Internacional é o líder com 66 pontos ganhos e 34 jogos disputados. O Flamengo é o segundo colocado, com 65 pontos e 35 jogos disputados.

O Inter volta a jogar nesta quarta-feira: recebe o Sport, 14º colocado, em casa.

O próximo jogo do Mengão será contra o Corinthians, domingo que vem.

Está muito, muito difícil tirar o título do Internacional.

Gols do Fantástico

 

Gols internacionais:

 

______________________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

_______________________________________________

1 thought on “Faltou pegada, Palmeiras. Blog do Mário Marinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter