acreditar

Dá para acreditar em alguém? Nem no general; nem nos ratos

 E agora? No general não dá pra acreditar

Lava jatoParece que os ratos, sentindo o naufrágio se aproximando, começam a abandonar o barco. Dias atrás foi o deputado federal Delegado Waldir, ex-líder do PSL, quem deu com a língua nos dentes (ver edição de ontem,22), agora, a coisiforme Sara Winter, “a selvagem das manifestações pró-coiso”, em entrevista à IstoÉ, contou que foi orientada pelo  ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto “nem um pouco” Heleno, para atacar o STF  durante a ação do acampamento do  movimento  “300 do Brasil”, em Brasília, em 2020. O ministro, é claro, negou as acusações, o que não tem valor de espécie alguma, basta ver quantas vezes ele desmentiu o que estava comprovado. Disse ela que “Ele pediu para deixar de bater na imprensa e no Maia [Rodrigo Maia,  presidente da Câmara à época] e redirecionar todos os esforços contra o STF”, declarou. Contou também que recebeu as instruções diretamente do ministro e no Planalto.

Alea jacta est.

Como no caso do general, em quem acreditar?

Mais um massacre no Rio de Janeiro, desta vez envolvendo a Polícia Militar, o anterior, no Jacarezinho, que resultou em 25 mortes, ficou na conta da Polícia Civil.

A PM afirma que as mortes foram em decorrência de um confronto no Complexo do Salgueiro (São Gonçalo) um dia depois da morte de um sargento da corporação no sábado (20). Os moradores contestam  a versão.

Eles contam ainda que  PMs do 7º BPM fizeram uma festa em uma piscina a cerca de 500 metros de onde foram encontrados os oito mortos. Segundo eles, a festa aconteceu na noite de sábado e na madrugada do domingo, ou seja, antes e depois da chacina.

Os corpos, segundo os moradores que os retiraram de um manguezal, apresentam sinais de tortura, alguns com dedos decepados e olhos furados.

A PM, como sempre, nega tudo. A Polícia Civil está investigando o caso, o problema é que se trata da mesma polícia responsável pelo massacre no Jacarezinho.

Tem jeito um país em que isto acontece?

O STJ iria – do tempo verbal não vai mais – julgar no dia 18 uma ação envolvendo desembargadores, juízes e advogados por corrupção no Espírito Santo. A ação andou a passos tão lentos que até Hades, o deus da morte, chegou primeiro e levou cinco dos réus. E para completar a indecência, desde que a ação começou a tramitar, alguns, em vez de afastados, foram promovidos e continuam recebendo os salários apesar de, mais tarde, impedidos de atuar  – os vivos, evidentemente, dos outros o destino se encarregou. E um dos réus, um juiz, continua a julgar.

 Então, quando a sessão começou quem compareceu foi Imponderável de Almeida, um dos partícipes, o subprocurador-geral da República, Carlos Frederico Santos, dá a má notícia, “Estou impedido, pois minhas filhas defendem um dos acusados”. Ele estava no lugar da subprocuradora-geral, Lindôra Araújo, titular do processo, que estava a passeio em Lisboa à custa do dinheiro público participando de um fórum que teve entre seus organizadores Gilmar Mendes, do STF.

 Teoricamente, mas muito teoricamente, a sessão deve ser retomada no início de dezembro, ma chi lo sa.

 E pensar que há quem o considere uma opção

O rei da cara de pau não perde uma chance, assim como o coiso, de falar asneiras. A última foi ter comparado as reeleições de Angela Merkel, primeira-ministra alemã, sempre em pleitos sem qualquer contestação, com a reeleição do chefete nicaraguense Daniel Ortega em eleição comprovadamente fraudada, precedida pela prisão de opositores.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) minimizou reeleição do ditador da Nicarágua, Daniel Ortega, e traçou uma comparação com o tempo de poder da chanceler alemã, Angela Merkel, eleita democraticamente. A declaração ocorreu durante entrevista concedida ao jornal espanhol “El País”. O próprio petista, virtual candidato nas eleições do ano que vem, divulgou o vídeo em suas redes sociais. (Assista à entrevista abaixo)

“Sabe, eu não posso ficar torcendo… por que a Angela Merkel pode ficar 16 anos no poder e Daniel Ortega, não? Por que  Felipe González, aqui, pôde ficar 14 anos [na verdade, são 13 anos]? Qual é a lógica?”.

Sabe qual é a lógica? Foram eleitos limpamente, diferentemente de Ortega. Não demora, ele vai adotar a tese do ditador militar Ernesto Geisel sobre o regime no Brasil à sua época, que se vivia uma democracia relativa.

Fica cada vez mais claro que, em vista dos candidatos apresentados até o momento para as próximas eleições presidenciais, o futuro do país é sem futuro.

DESGOVEERNADOA selvageria e o desrespeito à vida não tem pátria

“Motorista invade festa de rua, atropela 18 pessoas e tem carro virado na BA”

“Motorista avança com SUV contra desfile de Natal em Wisconsin, nos EUA, e deixa 5 mortos e 40 feridos”

 (CACALO KFOURI)

                                                             ***************

Copiada do Estadão

Xavi pode levar Barça hoje às oitavas da Liga dos Campeões

  • Depois de estrear com difícil vitória por 1 a 0 sobre o Espanyol pelo Campeonato Espanhol, o técnico Xavi confia em levar hoje o Barcelona(!!!) às oitavas de final da Liga dos Campeões. O time recebe hoje o Barcelona(!!!), às 17h (de Brasília), pelo Grupo E, e se vencer garante a vaga com uma rodada de antecipação.

(!!!) Assim até Rogério Ceni, técnico do São Paulo conseguiria, Barcelona contra ele mesmo. Benfica, cara-pálida, presta atenção na conversa.

                                                             ***************

 Copiada da VejaSP

 

Certos cara-pálidas não prestam atenção em nada, uma baita placa na foto que ilustra a matéria mostra que o nome da rua é Santa Ifigênia, mas o escriba, no texto, escreve com E…

                                                              ***************

Copiadas do g1

Estudante de São Paulo viaja 400 quilômetros até Franca para fazer o Enem: ‘Coloquei cidade errada’

O estudante Lucas Ortiz Alves, de 20 anos, viajou 400 quilômetros na madrugada deste domingo (21) para fazer o Enem em Franca (SP). É que na hora de fazer a inscrição, o jovem, que mora em São Paulo (SP), colocou a cidade errada. Como se inscreveu no último dia do prazo, perdeu a chance de fazer a correção.

Hummm, reprovado em Geografia já na inscrição… ou não?

Bolsonaro nega interferência e diz que ‘ainda’ teve ideologia no Enem

O presidente Jair Bolsonaro negou nesta segunda-feira (22) ter interferido na elaboração da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), acrescentando que “ainda” teve “questão de ideologia” e que, se ele e o ministro Milton Ribeiro (Educação) pudessem interferir, isso não teria acontecido.

“Sim, sou __________ com firma reconhecida!”. O leitor deve lembrar das provas de inglês na escola e o tradicional fill in the blanks, que no meu tempo do professor Higino Aleandro  era tratado  como fill into the blanks. O preenchimento fica a critério de cada um.

Para colaborar no preenchimento, uma complementação: as pessoas sérias e competentes que resistiram às investidas de  ________  na elaboração do exame estão com medo de  sofrer represálias porque não cederam às pressões, que apesar das negativas do coiso e de seu assecla no Ministério da (des)Educação, sem dúvida, aconteceram – se um deles tivesse escrito, seria “houveram”.

                                                             ***************

Copiadas da Folha

Autoridades e cônjuges gastam ao menos R$ 500 mil de verba pública em fórum de Gilmar em Lisboa

 Os cofres públicos bancaram os gastos de ao menos 25 autoridades, servidores e cônjuges que foram a Portugal participar do IX Fórum Jurídico de Lisboa, que ocorreu nos últimos dias 15, 16 e 17.

Somados, os gastos com passagens de avião, diárias e seguros ultrapassam R$ 500 mil para ministros do Executivo, do TCU (Tribunal de Contas da União), presidentes de agências reguladoras, parlamentares e seus cônjuges, além de servidores.

Um avião oficial das Forças Armadas foi utilizado por cinco deputados e seus cônjuges, entre eles o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que levou sua mulher, Ângela. Eles viajaram no dia 9 e voltaram dia 17.

No Brasil só falta dinheiro para o que tem utilidade, para o resto sobra, nem precisa de PEC do Calote.

Por que os deputados presentes tinham de ir e ainda levando as “conjes” – apud Sergio Moro –  se o tema era Direito e estes só fazem o “Torto”?

Um tema interessante a ser levantado é quanto o instituto do qual GM é dono levou na empreitada.

Por onde andas Boris Casoy, que não se ouviu seu brado retumbante “Isto é uma vergonha!”?

Cidadania decide expulsar Cury, deputado que apalpou Isa Penna na Assembleia de SP

 O diretório estadual do Cidadania de São Paulo resolveu expulsar do partido, nesta segunda-feira (22), o deputado estadual Fernando Cury, que foi denunciado sob acusação de importunar sexualmente a deputada Isa Penna (PSOL). A decisão foi aprovada por 27 votos a 3.

Antes tarde do que nunca! Quem sabe, será aceito no Podemos? Quem aceita Moro, o ex-tudo,  admite qualquer um que tenha feito qualquer malfeito.

                                                             ***************

Copiada do UOL

 Bolsonaro indica ministro do TCU para chefiar embaixada em Portugal

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) oficializou hoje a indicação de Raimundo Carreiro, ministro do TCU (Tribunal de Contas da União), para o comando da Embaixada do Brasil em Portugal, em Lisboa.

Inicialmente, estava previsto que Carreiro só deixasse o posto de ministro do TCU em setembro de 2023, quando completaria 75 anos, idade da aposentadoria compulsória. Bolsonaro, porém, deseja abrir espaço no TCU para uma ter a possibilidade de indicar mais um nome para o cargo antes que o mandato dele como presidente acabe, em dezembro de 2022.

Interessante, o que sairá ainda vai ficar por um tempo, o que entrará deve ser um amigo, o que ele quer, os 10% que tem no STF – foi ele mesmo quem disse – com Nunes Marques não bastam?

                                                             ***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

 BTG Pactual é contratado para negociar a participação da Andrade Gutierrez na Via Dutra

A entrada do banco de André Esteves se(X) deu porque, como se sabe,

(X) E, pelo jeito, como não se sabe, é deu-se, porque é imã de pronome e, no caso, além disso, evita a confa “se deu/cedeu”.

Ela Já(?) era gestora desde 1996.

(?) Orra, que momento importante, já em alta!

Veja as estátuas de Paulo Gustavo que acabaram de ser inauguradas em Niterói

As duas estátuas de Paulo Gustavo estão sendo inauguradas, agora a(!) tarde,

(!) Dá neles, crase! À tarde, escriba.

Dea Lúcia, A(!) mãe do humorista que foi uma das vítimas da Covid-19,

(!) Ela voltou, ela voltou e não sarou da caixa-altabaixite! Por que em alta, escriba? Tudo leva a crer que o “Já” da nota anterior também seja de sua autoria, apesar de o crédito ser do titular.

Justiça do Rio ordena que Freixo retire do ar montagem com Flávio Bolsonaro ‘fichado’

Em caso de descumprimento, haverá a aplicação de multa ainda (*) ser fixada

(*) A ser, escriba.

Por falar em Facebook, a rede social também é réu(!!!) no processo

(!!!) A rede é réu? Uau! É ré, cara-pálida.

 O crédito da nota é do titular… será mesmo o autor? Este mirandeiro pensa que ele está jogando sua reputação no lixo…

Semana estadual(?) do Hip-Hop entra para o Calendário Oficial do Rio

A Semana Estadual(?) do Hip-Hop entrará para o Calendário Oficial do Rio de Janeiro.

(?) Sem dúvida, foi contaminado pela coleguinha… É em alta, né, escriba? Nome oficial do evento.

Nesse(*) período, poderão ser realizadas diversas atividades culturais para a divulgação do movimento,

(*) Trata-se de briga de foice no escuro, alguns gramáticos dizem que nesse vale para o passado e o futuro, outros dizem que no futuro – e presente –  é neste. A pior coisa que poderia acontecer, indecisão gramatical em um país em que a maior parte é claudicante na matéria e, infelizmente, os que, devido à profissão, não poderiam ser.

É esperada ainda a divulgação de trabalhos em diversas modalidades artísticas características do Hip-Hop, como o ‘break’(*), o grafite,

(*) Aspas simples fazem parte da velha prática de economizar espaço em títulos, assim como o não uso de artigos, bobagem da grossa em tempos “informáticos”, mas em textos é erro mesmo, “break”, cara-pálida. E o melhor mesmo é usar itálico, capisce?

Wagner Tiso é assaltado, e ladrões levam guitarra de R$ 10 mil

 (..,), quando saiam do Hotel Copacabana Palace, no Rio, hoje, por volta de(X) 2h da madrugada.

(X) Das, cara-pálida, básico.

O carro dos facínoras(!!!) conseguiu parar o Uber

(!!!) Barrabás, o escriba não tem noção do significado das palavras! Sabe o que é um facínora? É alguém que comete um crime com crueldade ou perversidade muito grande. E não foi o caso, ninguém foi sequer ferido, os caras eram assaltantes.

“Aforamente” isso, não foi o carro que parou o Uber, foram os “facínoras” no carro que pararam, impreciso escriba.

(…), que estavam no porta-mala(!), um dos assaltantes respondeu:

(!) Malas, cara-pálida.

Vai deixando, Ancelmo, vai deixando e logo alguém vai dizer que virou um facínora do vernáculo…

Um caso a se pensar, qual seria o desempenho da turma no Enem…

                                                              ***************

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter