nome - porco - dinheiro - roubo

Chame pelo nome: bomba, vergonha, mentira. A tal PEC

Não, o nome não é este

porco - nome- roubo A Comissão Especial da Câmara aprovou a PEC que parte da imprensa chama de “dos Auxílios”, com um custo de R$ 41,2 bilhões que vai estourar no colo do próximo presidente.

O nome mais adequado é Kamikaze, mas para manter “dos Auxílios” há que ter complemento, “dos Auxílios aos Vários Candidatos que Tentarão a Reeleição”. E a vergonhosa PEC tem apoio da situação e da oposição até o ponto em que não colha benefícios.

É como conseguem “falar”

fezes - porcoAs pessoas normais, quando querem protestar, discursam em altos brados, fazem barulho, param o trânsito. Já a bolsonalha faz uso da única matéria que lhes sai da boca: fezes. Primeiro, foi em Uberlândia (MG), em junho, quando um drone despejou fezes e urina sobre apoiadores de Lula. Ontem, no Rio, foi jogada uma bomba com fezes sobre uma aglomeração também pró-Lula. E em Brasília o carro do juiz que mandou prender o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro foi coberto com o mesmo material.

É assim que eles falam, abrem a boca e sai o que têm no lugar da massa cinzenta.

Danou-se!

O Parlamento Europeu aprovou, ontem (7), uma resolução condenando a situação precária em que os os povos indígenas, os defensores dos Direitos Humanos e os defensores do ambiente foram posto no Brasil desde que o ignaro ignóbil tomou posse. A resolução foi aprovada por 362 votos a favor, 16 contra e 200 abstenções.

Os europeus exigem uma investigação “imediata, exaustiva, imparcial e independente” a respeito  das mortes do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira.

A decisão terá reflexos nas relações comerciais entre União Europeia e Brasil, lá não existe Arthur “Nero” Lira para engavetá-la.

As chefias são coniventes

Protegem os indecentes, há cumplicidade generalizada para que os cafajestes fiquem impunes.

De acordo com o  TCU “em 49 processos disciplinares para apurar assédio sexual, somente em dois em cada cinco (38,78%) resultaram na aplicação de algum tipo de penalidade disciplinar”. Traduzindo, em 61,22% dos casos, não houve qualquer tipo de punição ao denunciado.

Por isso é que Pedro Maluco, apelido do ex-presidente da Caixa, Pedro Guimarães, sente-se tão à vontade para posar de vítima de trama.

nome novo simbolo caixa

E o assédio não se limita ao sexual

Há também o ao dinheiro público. Luis Gustavo Botto Maia,  ex-advogado de 01 no caso das “rachadérrimas, depois de somente oito meses de trabalho (?) na Caixa, no Rio, foi promovido para um cargo em Brasília. Seu salário teve um pequeno aumento, passou de R$ 3.000 para R$ 14 mil.

Botto ou bote?

A desfaçatez dele não tem limites

Quem achou que a mutretagem do limite para cobrança de ICMS sobre o preço dos combustíveis enganou-se redondamente – e não há terraplanismo que retifique. O ignaro ignóbil baixou decreto que obriga os postos de gasolina a mostrar o preço do litro antes da limitação para que quem for abastecer tenha a impressão de quão bonzinho ele é. Mais uma medida eleitoreira que ficará impune.

Ih, deu BJexit

Aprontou tanto que teve de renunciar. Boris Johnson perdeu o apoio até de seu partido. Ficará no cargo até setembro, quando o Partido Conservador escolher o substituto.

Sua saída pode ter como consequência o Brenter, a volta dos britânicos à União Europeia, só tiveram dores de cabeça com a saída. Ele foi o grande propagandista do Brexit.

(CACALO KFOURI)

                                                                  ***************

Copiada do UOL

Senador diz que recebeu R$ 50 mi do orçamento secreto por apoiar Pacheco

 O senador Marcos do Val (Podemos-ES) revelou que recebeu a quantia de R$ 50 milhões em emendas de relator — as RP-9, conhecidas por formarem o chamado “orçamento secreto” — em razão de ter apoiado a campanha do senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG) para comandar o Senado. A campanha de Pacheco ocorreu em fevereiro de 2021. As informações são do jornal O Estado de São(XXX) Paulo.

(XXX) Que vergonha, cara-pálida, ainda não deu pra notar que é de S. Paulo? E também ignora por que não é de “São”?

“Val” dá azar” Este, que se vendeu, é Marcos, o tal do expurgado Mamãe falei (asneiras de monte) é Arthur. E, com letra diferente mas com o mesmo som, a grande amiga da familícia, Wal do Açai.

                                                                  ***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

legenda
jefe: Ancelmo Gois
miss Caixa/mistake: Ana Cláudia Guimarães (editora)
errador/mister Crase: Nelson Lima Neto
Por que continuar lendo o blog se tem tanto erro e dá tanto trabalho? É que, apesar da decadência do texto, continua sendo uma boa fonte de informações. E, afinal,  qual seria o sentido de fazer o “Mirando” sem mirar?
Em tempo: não mais será usado itálico nos adjetivos dos coleguinhas e em blog, perde-se muito tempo com isso.

 

Casimiro Miguel, o fenômeno da internet, e seus seguidores montaram o cardápio de um foodtruck(???)

(…), fenômeno da internet e dono de um dos canais mais assistidos da Twitch no mundo, tornou realidade, veja só, o cardápio de um… foodtruck(???).

 (…), um food truck(???) que estará no Parque do(X) Ibirapuera, em São Paulo,

(???) E o fenômeno da internet não está só, tem o fenômeno errador do blog. É food truck, cara-pálida, sem truque.

(X) Sem o “do”.

Em colégio de bacanas na Barra da Tijuca, a última polêmica é o… cartão da festa junina da criançada

Só que tem um detalhe: ela vai comprar(!) R$ 10 por cada(X) cartão devolvido.

por cada(!) Errador, comprar ou cobrar? Milagrosamente, foi corrigido, mas eles tem um azra danado, tem “alguém” que sempre vê antes.

(X) Oinc, oinc, oinc. Não precisa do cada, errador, basta por cartão, caramba.

 STJ suspende decisão que cassou direitos políticos de César Maia, provável vice de Marcelo Freixo

A decisão de Martins tem efeito sobre entendimento da Justiça Federal, que havia condenado(!!!) Maia por supostas(!!!) irregularidades nos gastos para construções de vias públicas na Vila do Pan,

(!!!) Confesso, não nego, muitas vezes me é difícil perder a fineza que papai e mamãe me ensinaram e… deixa pra lá.

Jefe, vai para a sua conta, quem mandou deixar que outros assinem por você. Como é possível, cara-pálida, que alguém seja condenado por “supostas” seja lá o que for, caramba?!

Que nível… terrível…

Jornalista e escritor Jorge Caldeira é eleito para ABL

A escritora Raquel Naveira recebeu três votos, (além de um voto em branco)(???).

(???) Sinceramente, chefia, este mirandeiro não consegue enxergar qual o mérito de ser imortal da ABL. Um general, Lira Tavares, que mal sabia escrever uma ordem do dia, faz parte. Sir Ney, devido a seus marimbondos incendiários, também. Agora, apesar de não ter sido escolhida, a escritora conseguiu um feito inédito, recebeu um voto em branco!!! É isso que está escrito.

Jefe, tenha dó. Ou será que, se continuar assim, conseguirá uma vaguinha?

Espólio de Lincoln Olivetti ganha ação na Justiça contra músico

Lembram do Lincoln Olivetti, tecladista, maestro e arranjador, famoso autor de discos que animavam as festinhas de adolescentes e de muitos marmanjos nos anos 70, 80 e 90(?). Olivetti morreu em 2915(!!!) e o seu espólio foi processado pelo músico Augusto César Barbosa, que requeria a devolução das matrizes de um álbum musical produzido (por com o conhecido)(???) maestro e arranjador, mediante um contrato verbal de prestação de serviço.

(?) Mistake, cadê a interrogation mark?

(!!!) Barrabás, o blog virou um oráculo sui generis, prevê o passado no futuro,  a morte de quem já morreu para daqui a 893 anos e já sabe que haverá uma ação.

(???) Aqui, realmente, há que comparecer um oráculo para decifrar a frase de mistake.

                                                                  ***************

Como ajudar o bebê a evacuar [guia completo] – Blog do Tomo dos Pais

1 thought on “Chame pelo nome: bomba, vergonha, mentira. A tal PEC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter