Mulheres. Por Meraldo Zisman

MULHERES

MERALDO ZISMAN

…Aproveitem esta quarentena, os que são considerados de risco ou não, para entender melhor sobre o significado do feminismo e como valorizar as mulheres é importante…

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás - Coordenadoria da Mulher ...

Quando uma pessoa é colocada em quarentena, ela é separada da população, porém não apresenta sintomas, tratando-se apenas de uma precaução por ela ter tido contato com um doente ou ter estado no local de fonte da infecção.

********

Por ter exercido a Pediatria por tantos anos, a minha relação com as mulheres e sua situação no contexto familiar em uma cidade do Nordeste brasileiro aqui, no Recife. Além dos fatores regionais, como a distância socioeconômica entre as camadas sociais, sobretudo nas mulheres e crianças, meninas, adolescentes, esposas, amantes, companheiras, mães solteiras, mães chefes de família, mães com produção independente, etc., me fizeram pesar o meu desejo de escrever este artigo.

O exposto sobre o assunto tem mais a ver com a vivência médica que os meus parcos dons literários. Não posso esquecer a satisfação plena de uma mulher que acaba de dar à luz… é extraordinária e bela. Bastaria esse instante para mostrar a posição privilegiada do médico ou da médica em registros dos sentimentos das pessoas.

Quem faz Medicina é estimulado a escrever muita das coisas do que viu, inclusive sobre feminismo, machismo, preconceitos e sexo fraco. Conviver com as grandezas e mesquinharias da condição humana faz-nos observadores privilegiados da natureza humana, na saúde e na doença, na alegria e na tristeza.

Assim, em minha faina de pediatra assisti muitas mães ficarem noite adentro acordadas, pingando [gota a gota] uma solução hidratante na boca do seu filho para evitar uma hospitalização. Ao chegar à casa do doentinho(a), pela manhã, do dia seguinte, não poucas vezes encontrava a criancinha hidratada, a mãe feliz e sorridente, nem parecia ter passado a noite entre tanto trabalho e tormenta; o pai, esse coitado, muito embora tivesse dormido a noite toda, era ele que necessitava de cuidados médicos.

Neste momento desta pandemia mundial e durante esta quarentena recomendo para todos ler ‘Feminismo no Cotidiano – Bom Para Mulheres. E Para Homens Também‘ de autoria da jornalista Marli Gonçalves. E quando, passada esta catástrofe sanitária global, lendo este livro, faremos desta quarentena: do limão uma limonada.

Concluo afirmando: o sinal certo de um bom livro é que ele nos agrada à medida que envelhecemos. Aproveitem esta quarentena, os que são considerados de risco ou não, para entender melhor sobre o significado do feminismo e como valorizar as mulheres é importante.

Lembrem-se: tudo que a Humanidade tem sido feito, pensado, lucrado, encontram-se registrados nas páginas dos livros…

____________________________________________________________

Meraldo Zisman Médico, psicoterapeuta. É um dos primeiros neonatologistas brasileiros. Consultante Honorário da Universidade de Oxford (Grã-Bretanha). Vive no Recife (PE). Imortal, pela Academia Recifense de Letras, da Cadeira de número 20, cujo patrono é o escritor Álvaro Ferraz.

1 thought on “Mulheres. Por Meraldo Zisman

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter