Neymar

Não foi desta vez, Neymar. Blog do Mário Marinho

NÃO FOI DESSA VEZ, NEYMAR

BLOG DO MÁRIO MARINHO

Neymar

Escrevi aqui, na semana passada, que o Neymar cresceu.

Aquele menino de 1,75 metro de altura se transformou num homem de 1,75 m.

Mostrou isso com sua participação decisiva na campanha que levou o PSG à final da charmosa Champions League.

O título, disputado ontem em Lisboa, ficou com a máquina agressiva e eficiente do Bayern de Munique. E com muita justiça. Mas isso não diminui ou não diminuiu o crescimento do Neymar.

É verdade que, de um craque como ele, esperasse sempre uma solução mágica que ontem não aconteceu.

Mas é difícil quando se joga contra uma equipe que joga por música, avança como um exército e letal como uma pandemia.

Aconteceram pelo menos dois momentos de Neymar e poderia ter resultado em dois gols. Como o destino não obedece lógica, não aconteceu.

Como parar um time que jogou 11 vezes nessa Champion e venceu 11 vezes?

E não foram vitórias simples.

No meio delas, teve o massacre em cima do grandioso Barcelona, 8 a 2. Resultado que deixou o Barça, até agora, desnorteado, sem rumo, sem destino desconhecido e futuro incerto.

Assim, que loas sejam cantadas a esses bravos artistas germânicos.

E que os deuses do futebol continuem a inspirar e iluminar o futuro do crescido garoto Neymar.

Que ele fique no PSG se assim for de sua vontade; que ele volte ao Barcelona, como sempre sonhou, mas, sobretudo que ele continue craque.

O futebol agradece.

E é bom lembrar que no ano que vem teremos jogos eliminatórios para a Copa do Mundo de 2022.

Precisaremos do futebol do Sr. Neymar.

 O caminho

Verde.

Fiquei a matutar porque a torcida do Palmeiras, que recentemente conquistou o Paulistão (e não foi uma conquista qualquer, pois foi em cima do arquirrival Corinthians), por que essa torcida, hostiliza o seu time, pede saída do técnico Vanderlei e vai até o aeroporto vaiar o time, mesmo após uma vitória, como aconteceu em Curitiba.

O time está jogando o fino do futebol?

Não, claro que não.

Mas, quem está?

No domingo, a diretoria do Palmeiras publicou uma nota nos jornais chamando a atenção para a ação de hackers que estão distribuindo comunicados, convocações, protestos, como se fossem ações oficiais do Palmeiras.

Não, não são.

E aí, fica escancarado o perigo que representam as mídias ditas sociais que, na verdade, são dissociais, e levam o torcedor a agir como em manada, dirigida e governada por alguém que nada tem a ver com o Palmeiras.

Cabe à diretoria palmeirense acionar os meios legais para identificar quem são essas pessoas, além de promover intensa campanha de orientação e esclarecimentos ao seu verdadeiro torcedor.

Dento de campo, o Verdão conseguiu boa e importante vitória sobre o Santos, ontem, no Morumbi, 2 a 1.

E o gol da vitória foi marcado por essa grata revelação chamada Patrick de Paula.

Aliás, uma pergunta: por que usar dois nomes se o primeiro, Patrick, por si só já seria o bastante?

Assista aos gols do Fantástico

_______________________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

_______________________________________________

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter