Os ecochatos, os politicamente pentelhos, os especialistas sem opinião e o cornetas de plantão. Por Hiram Souza

OS ECOCHATOS, OS POLITICAMENTE PENTELHOS, OS ESPECIALISTAS SEM OPINIÃO E OS CORNETAS DE PLANTÃO

HIRAM SOUZA

…O noticiário internacional e o nacional sobre o desmatamento no Brasil, queimadas etc, não é sequer um problema ideológico é, no duro, um problema de interesses internacionais movidos por grana, dinheiro pra ser mais claro…

PUBLICADO ORIGINALMENTE  NO MEDIUM.COM – 10 DE SETEMBRO DE 2020 – https://medium.com/

O noticiário internacional e o nacional sobre o desmatamento no Brasil, queimadas etc, não é sequer um problema ideológico é, no duro, um problema de interesses internacionais movidos por grana, dinheiro pra ser mais claro.

Como é impossível competir com o Brasil na produção grãos e como consequência de alimentos, os interesses internacionais em especial os europeus, que tentam por todos os meios desqualificar o nosso agronegócio.

Dia desses acho que todos viram nos noticiários sobre a suspensão de importação de frango pela Filipinas que foi desmentido uma semana depois sem a mesma intensidade claro. Mas fica na imprensa internacional o alarme além de algum estrago. Quando algum comprador suspende a compra do Brasil outros fornecedores imediatamente entram no jogo, é assim como qualquer comercio em seu país, estado ou cidade. Negócio é negócio se eu puder alijar meu concorrente, mesmo por pouco tempo, estou colocando meus produtos. Simples, o comercio internacional funciona exatamente assim.

Outro grande problema que vez por outra é atacado pela imprensa internacional e reverberado pela nacional é sobre o uso de agrotóxico. Dos players internacionais, o Brasil é o que que menos usa agrotóxico por hectare, sabe quanto a França tão ciosa do meio ambiente usa? Mais de 20 quilos de agrotóxico por hectare, a Alemanha, 12. quilos por hectare e o Brasil? Só 2.3 quilos por hectare.

Isso amigos reduz o custo de produção fazendo com que os nossos preços sejam internacionalmente muito mais competitivos. Agora o que incomoda mesmo os gringos neste momento e no futuro é o seguinte. Dentro da área de preservação estabelecida por legislação, cabem nada mais que 28 países nossos conhecidos como Irlanda, Reino Unido, Grécia, Alemanha, Áustria, Itália, Holanda etc. não vou citar os 28 para não aborrecer, mas esses dados são facilmente encontrados no site da Embrapa.

Seguindo ainda nesse assunto o volume de defensivos agrícolas usados pelos nossos “concorrentes” é assustador nessa área, defensivos, o Japão é campeão. Então fica claro que esse mimimi de preservação, queimadas etc, nada mais é que problema de ordem financeira e que envolve trilhões de dólares, essa briga coloca em jogo muito dinheiro o que faz com que grandes jornais pelo mundo afora além das conhecidas ONGs como WWF-Brasil com sede na Suíça, Greenpeace que vivem financiadas por figuras como Georges Soros bilionário com interesses escusos e não explicados envolvido com o meio ambiente.

Para encerrar esta serie vou falar um pouco do “problema gerado” pelo tamanho do rebanho brasileiro e as consequências criadas pelo gado arrotante e peidante solto nos pastos. Antes de entrar no assunto propriamente dito (efeito estufa) é bom lembrar que o Brasil aparece em sexto lugar como emissor do chamado efeito estufa considerando o total de emissões de gazes.

A China é a primeira, os USA o segundo, Índia (onde na vaca é sagrada) em terceiro, a Indonésia em quarto e a Rússia em quinto, nós modestamente em sexto lugar. Agora vocês querem ter uma boa surpresa? A Indonésia aparece em quinto lugar porque está DESMATANDO desesperadamente para melhorar a produção de alimento para sua população. Entenderam, ou precisa desenhar?

A emissão de gases pelo rebanho brasileiro é de apenas 17% sendo que nós temos o maior rebanho bovino do mundo. O Brasil sozinho tem um rebanho de 215 milhões de cabeças de gado, não estou contando os 18,41 milhões de carneiros, 7,6 milhões de cabras, isso sem contar com os “cabras da peste” que inundam o Nordeste. Gente, o mundo tinha em 2019, 996,4 milhões de cabeças de gado, nós representamos apenas um quinto disso e é só aqui?? Só falta criar o slogan “o pum é nosso!!”

É brincadeira o que a imprensa esquerda, os ecochatos, os politicamente pentelhos, os especialistas sem informação e os cornetas de plantão vem fazendo. A imprensa eu entendo, afinal jorra dinheiro, agora os que estão nessa empreitada “de graça” ou são estúpidos, veganos ou mal intencionados.

O que essa gente vem fazendo com o agronegócio brasileiro, é um crime de lesa a Pátria, justamente o negócio que tem salvo a economia brasileira de um naufrágio em grande estilo. Até porque, recentemente ainda ouvíamos que “vamos tratar da saúde que a economia a gente vê depois”. Esse depois está ardendo em diversos locais da sociedade, incluindo o bolso.

Encerrando esse assunto, e após me inteirar um pouco dessa matéria, chego à conclusão que desmatamento, reflorestamento, queimadas e tudo que é genericamente conhecido como economia verde, tem a sua origem exatamente a cor do US$DOLLAR.


 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter