militares

Militares, com e sem pijama, alguns discretos, outros…

 Uma das principais características de militares – não de todos, a maior parte é discreta e cumpridora de suas obrigações constitucionais – é arrotar patriotismo, mas, curiosamente, o período em que o Brasil mais lambeu botas dos EUA foi durante a ditadura militar, nela o embaixador norte-americano Lincoln Gordon e o adido militar Vernon Walters mandavam e desmandavam nestas plagas. Agora, a sabujice se repete, um governo infestado  por generais de pijama e da ativa se dobra novamente diante de interesses trumpistas, muitos deles altamente prejudiciais ao país.

militares - pijama Para completar o quadro desmoralizador do Exército, um general de pijamas e ministro do Gabinete de Segurança Institucional, o nada Augusto Heleno, declara  que os focos de incêndio são fenômeno natural, minimiza a alta de desmates e atribuiu as críticas a uma tentativa de derrubar o governo, afirmando que os números “são fabricados e manipulados” e usados para apresentar o país como “vilão”; um tenente-coronel, Mauro Cesar Barbosa Cid, ajudante de ordens do coiso, tem estreita relação com um blogueiro envolvido com atos antidemocráticos. E, finalmente, um general amorfo, Eduardo Pazuello, ocupa o Ministério da Saúde.

 Mas, a desgraça ainda vai piorar, o coiso vai falar hoje (22) na Assembleia Geral(*) da ONU, a desmoralização, então, será do país todo.

 (*) No Estadão, sabe-se lá por quê, um “gênio” determinou que se hifenize Assembleia Geral. Tal cara-pálida não faz ideia qual o significado de geral precedido de hífen e seria ótimo se contasse onde achou “assembleia-geral”, pois não está no Volp e em nenhum léxico.

 A TV Globo nos últimos dias vem levando ao ar várias reportagens em que mulheres afirmam – notar bem, afirmam – terem sido abusadas sexualmente durante consultas pelo médico Abib Maldaun Neto já condenado em segunda instância por violação sexual, mas quê, apesar disso, continua a clinicar em seu consultório na região paulistana dos Jardins, uma das mais ricas de São Paulo. Alega o Conselho Regional de Medicina paulista (Cremesp) para justificar o fato de que sua licença para o exercício da Medicina ainda não ter sido cassada a falta do trânsito em julgado. Como todos os trânsitos no país, não importa qual, estão sempre congestionados, sabe-se lá quando o julgamento acontecerá. Porém, esse é só um lado da questão. Quando o médico foi condenado em ambas as vezes foram feitas dezenas de reportagens a respeito e todas tiveram grande destaque, como alguém ainda tem coragem de consultar-se com ele? Não ficaram sabendo? Não se informam antes de marcar consulta com um médico? Não acham estranho o fato de um nutrólogo comportar-se como um ginecologista e saem da consulta antes mesmo do abuso ser cometido? A reportagem da emissora foi às ruas e constatou que a maior parte das mulheres ignora a existência da Lei da Importunação Sexual, cuja aprovação deu-se logo após vários casos em transporte coletivo que tiveram grande divulgação pela imprensa. Das duas uma, ou as pessoas entendem que é fundamental se informar ou as tragédias continuarão a acontecer dia após dia, nos consultórios, nas ruas e nas urnas eleitorais.

 Duas cartas de leitores publicadas no Painel do Leitor, Folha de S.Paulo (21), pág. A3, resumem com precisão o comportamento de eleitores e partidos políticos nas próximas eleições municipais   paulistanas. O raciocínio vale para as eleições em todos os municípios e também a todas de qualquer nível:

 1 – “Russomanno lidera pesquisa do Ibope em disputa pela Prefeitura de SP, com Covas em 2º”

(Poder, 21/9). A esperança, que geralmente é a única que morre, é que Russomanno seja o mesmo cavalo paraguaio de sempre após o início da campanha. Essa pesquisa revela, sim, o grau desesperador de analfabetismo político, alienação e completa ignorância política por parte da população da maior cidade do país. É desanimador. Só o obscurantismo bolsonarista prospera num ambiente desses.

2 – Isso demonstra a insensatez do pensamento à esquerda de não se unir em torno de um único nome. Pelo visto, facilita a caminhada até de negacionistas.

 A repórter do Jornal GloboNews Edição das 10h, Raquel Porto Alegre, não foi feliz, embananou-se toda ao noticiar a ida do sinistro da Beijão-Mão Exterior Ernesto Araújo ao Senado, disse que a ida dele para se explicar sobre as bobagens que falou quando da visita do secretário de Estado norte-americano Mark Pompeo ao Brasil  seria presencial – alguém conhece outro tipo de ida? Depoimento, sim, pode ser presencial ou virtual – e que ele esteve no Acre em vez de Roraima.

 Mais tarde, no da Edição das 18h, Cesar Tralli perpetrou “encarar de frente”. Como será que se encara de costas?

 (CACALO KFOURI)

                                                                    ***************

                                                                    ***************

É a Fifa que está afirmando, contestações pra lá, aqui se publica só a verdade. E que se note, não tratou de Mundiais, aí Santos e São Paulo brilham, já o Palmeiras…

                                                                      ***************

Copiada do Estadão

 ‘EU NÃO IDEALIZO SER MÃE’

 DIRETO DA FONTE

 Atriz, que media(!!!) curso sobre o feminino, acha que lives levam arte a lugares remotos

(!!!) Barrabás, media??? Mudem o nome da editoria para Direto da Fonte de Erros Mil, medeia, cara-pálida, básico.

                                                                    ***************

Copiada do Estadão conteúdo

  O blogueiro Allan dos Santos, apontado como autor de mensagens em que sugere ‘a necessidade de uma intervenção militar’, mantinha um grupo de WhatsApp com deputados bolsonaristas e “outras pessoas de  (baixo escalão do governo)(*)“- as conversas resultavam em reuniões na residência do blogueiro, no Lago Sul, em Brasília.

(*) Então foi com todo mundo, neste governo não há nada alto, até a linguagem é de baixo calão.

 As informações constam em três depoimentos colhidos pela Polícia Federal e obtidos pelo Estadão: do assessor parlamentar Tércio Arnaud Tomaz, apontado como integrante do gabinete do ódio, e do deputado federal Paulo Martins (PSC-PR). Ambos confirmaram as conversas virtuais e as reuniões organizadas por Allan.

E os depoentes confirmaram que antes de serem ouvidos pela PF tiveram reunião com 02, “suspeito” de ser o chefe do gabinete do ódio, pessoa finérrima, cuja mais recente declaração foi “Atos antidemocráticos são meus ovos na goela”, sobre depoimentos à PF divulgados, validando o comentário feito mais acima sobre baixo escalão e calão.

                                                                     ***************

Copiadas do G1

 Mike Pompeo não disse a frase ‘Vamos tirar Maduro de lá’

 Diversos veículos, entre eles o G1, noticiaram que secretário de Estado americano deu a declaração em referência ao presidente da Venezuela em visita a RR. Afirmação não foi feita. Tradutor contratado pela Embaixada dos EUA cometeu erro.

Contrataram 03, o assador de hambúrguer e quase embaixador brasileiro nos EUA? Ele é especialista em traduções malfeitas, vide a confa que causou ao  fazer, na semana passada, com a determinação do governo americano de proibir viajantes brasileiros no país. Em uma postagem em rede social, ele disse que Trump havia encerrado o veto a turistas do Brasil e isso não aconteceu.

 Atos antidemocráticos: PF acha mensagens de blogueiro a ajudante de ordens de Bolsonaro

 As investigações sobre o financiamento de manifestações antidemocráticas encontraram mensagens em rede social do blogueiro Allan dos Santos, investigado no inquérito, para o tenente-coronel Mauro Cesar Barbosa Cid, ajudante de ordens do presidente Jair Bolsonaro.

A informação consta do depoimento do tenente-coronel Mauro Cesar Barbosa Cid, prestado no dia último dia 11 à PF. O Palácio do Planalto não quis se manifestar sobre as investigações.

Segundo o depoimento, em 20 de abril, Allan dos Santos escreveu uma mensagem ao tenente-coronel sugerindo a necessidade de uma intervenção militar. A resposta foi: “Já te ligo”.

Questionado no depoimento, o ajudante de ordens disse, porém, acreditar que não fez a ligação.

Epa, opa, disse acreditar? Nem ele acredita nele…

 Em 31 de maio, em outra mensagem, o blogueiro enviou um link com reportagem sobre grupos denominados Antifas [antifascistas].

No dia seguinte, o declarante, ajudante de ordens do presidente, responde afirmando: “Grupos guerrilheiros terroristas, estamos voltando para 68, mas, agora, com apoio da mídia”.

Allan dos Santos afirma: “As FFAA [Forças Armadas] precisam entrar urgentemente”.

O declarante responde: “Opa”. Indagado sobre o sentido da resposta (“Opa”) desse diálogo, respondeu que a expressão “Opa” não está relacionada com as mensagens anteriores, mas é apenas uma saudação, como “bom dia”.

 Ahhh, Aurélio e Houaiss precisam acrescentar esta brilhante contribuição, opa como sinônimo de bom dia. A expressão que usei pouco antes, segundo ele, pode ser escrita Epa, bom dia!

 Em outro trecho do depoimento, ao ser indagado sobre o chamado gabinete do ódio, o tenente-coronel Cid disse que “conhece esse termo pela mídia e afirma que esse gabinete do ódio não existe”.

 Mas mula sem cabeça existe, né mermo?

 

Copiada da Coluna OLHAR OLÍMPICO

 CBV repudia fala contra Bolsonaro: “Denigre a imagem do esporte”

 A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) ficou bastante descontente com a fala da jogadora de vôlei de praia Carol Solberg, que, após vencer a decisão do terceiro lugar na etapa de Saquarema (RJ) do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, soltou um “fora, Bolsonaro” durante a transmissão do SporTV.

A fala repercutiu bastante nas redes sociais. Em nota, a CBV se colocou de forma “veemente” contra “a utilização dos eventos organizados pela entidade para realização de quaisquer manifestações de cunho político”, ressaltando que a fala de Carol “em nada condiz com a atitude ética que os atletas devem sempre zelar”.

 Terá o “brilhante” dirigente visto o que os atletas do basquete norte-americanos, o automobilista britânico Lewis Hamilton, a tenista japonesa Naomi Osaka e outros vêm fazendo a respeito dos acontecimento racistas ocorridos nos EUA, sendo que os norte-americanos além de divulgarem que Black Lives Matter repudiam presidente do país, fazem campanha para que as pessoas votem, pois isso não é obrigatório por lá?

 Carol não deixou barato, reagiu: “Não sou ativista, mas me sinto na obrigação de me posicionar e é lamentável e curioso que eu possa ser punida por exercer a minha liberdade de expressão contra este desgoverno”.

                                                                    ***************

Copiadas do UOL

 Flávio Bolsonaro falta a acareação com Marinho, que diz: ‘Não menti’   

 O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) não compareceu hoje a acareação com o empresário Paulo Marinho marcada para acontecer na sede do MPF (Ministério Público Federal), no centro do Rio. A procuradoria vai apurar se Flávio cometeu crime de desobediência por faltar à acareação.

“Com certeza alguém mentiu, né? E não fui eu”, disse, ao ser questionado sobre o suposto vazamento da Operação Furna da Onça, em 2018. Marinho disse ter ouvido Flávio falar que um delegado da PF (Polícia Federal) teria vazado a informação.

Quando eu não era criança pequena lá em Barbacena dizia-se que o mentiroso sempre foge da raia…

 No país atual há dois tipos de inocentes, um é o que faz todo o possível para não ser julgado, enquanto houver a possibilidade de um recurso protelatório seus advogados tentarão usá-lo; o outro é o que já condenado em duas instâncias continua a se declarar inocente e que sua condenação foi meramente política.

 Batucada impacta lesão de Dani Alves? O que prejudica SPFC em episódio

 Daniel Alves postou imagens em seu perfil no Instagram batucando com os amigos. Não demorou para o jogador virar alvo de críticas. Afinal, o São Paulo tinha viajado para o Equador, onde enfrenta a LDU, amanhã (22), pela quarta rodada da Copa Libertadores. O camisa 10 havia sido cortado da lista de relacionados por estar em recuperação de cirurgia para correção de lesão no antebraço direito.

 Como este espaço é respeitoso (marromenos…) não nominarei o que está no lugar do cérebro de quem compara batucar em um pandeiro a entrar em campo para disputar uma partida de futebol, correndo risco de levar uma trombada. Recorro, pela enésima vez, a Umberto Eco, “O drama da internet é que ela promoveu o idiota da aldeia a portador da verdade”, e completou “Redes sociais deram voz à legião de imbecis.”.

 Gilberto Carvalho se junta à campanha de Tatto e marca entrada de Lula na disputa eleitoral em SP

 O ex-ministro Gilberto Carvalho, um dos petistas mais próximos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, passou a integrar nesta segunda-feira (21) a coordenação da campanha de Jilmar Tatto à Prefeitura de São Paulo.

 Epa, opa (ou bom dia…), será uma boa oportunidade para que explique o episódio em que foi acusado pelos irmãos de Celso Daniel –  prefeito de Santo André,  que foi assassinado e a verdade não veio à tona até hoje -, de participar de esquema de arrecadação de propina no ABC Paulista: “Os irmãos do prefeito dizem que Carvalho chegou a confessar que certa vez levou no seu Chevrolet Corsa preto uma mala com 1,2 milhão de reais para o então presidente do PT, José Dirceu”

                                                                    ***************

Copiada da Coluna MAURICIO STYCER

 Record dedica 71 minutos de ataques à Globo durante oito dias seguidos

 Há oito dias, desde o domingo, 13 de setembro, a Record tem mobilizado esforços no combate ao que ela chama de “império”: o Grupo Globo e os seus sócios principais, os irmãos Marinho. No que é possível caracterizar como uma campanha, já foram 71 minutos dedicados a um mesmo alvo, com reportagens explorando em sua maior parte temas já conhecidos, nos quais a empresa e seus donos são acusados de uma lista enorme de crimes.

Que o Grupo Globo está longe de ser santo – e “evangélicos não acreditam na existência deles – todo mundo conhece, para quem não sabe basta ler o livro “A história secreta da Rede Globo”, de Daniel Herz , mas é uma comédia de mau gosto o assunto ser tratado na emissora de Edir Macedo, cuja história (dele) é tão nebulosa que a da TV Globo parece um céu de brigadeiro.

                                                                    ***************

Copiada da Folha

 Sob Russomanno, São Paulo pode virar o Rio de Janeiro de Crivella

 Com a ajuda do PT e do PSOL…

                                                                     ***************

1 thought on “Militares, com e sem pijama, alguns discretos, outros…

  1. Caro Cacallo, sobre o Daniel Alves, ele ficou em casa por conta de uma lesão no antebraço direito, e foi pra uma batucada de pandeiro(!). Creio que uma coisa se liga a outra e as críticas ao profissional (?) foram válidas. Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter