urubu

O São Paulo e o urubu azarado. Blog do Mário Marinho

urubu- spfc

Sérgio Porto foi um jornalista, cronista, escritor, teatrólogo, humorista, compositor e até funcionário do Banco do Brasil. Carioca, nasceu em 1923 e morreu em 1968, no Rio de Janeiro, aos 45 anos de idade, portanto, vítima de infarto.

Stanislaw Ponte Preta era o pseudônimo que ele usava nas colunas que escreveu para diversos jornais e revistas, sempre usando muito humor em suas críticas.

Criou o Febeapá, Festival de Besteiras que Assola o País, expressão que usava em suas colunas para apontar as mazelas da ditadura que o País sofria.

Ainda como forma bem-humorada de crítica, foi autor do “Samba do Crioulo doido”.

Era um excelente frasista.

Dentre suas muitas frases, destaco uma “Urubu quando tá de azar, o debaixo suja no de cima”.

Essa é a atual situação do São Paulo.

Nos últimos anos o Tricolor paulista vem vivendo crise após crise.

Foram vários os técnicos que entraram e saíram.

Este ano, chegou o argentino Hernán Crespo (na foto ao alto) para dirigir o time.

Foi um jogador de sucesso, artilheiro, que passou por diversos times.

Como treinador é um jovem, 46 anos, iniciante na carreira.

Sério, com um bom discurso, levou o São Paulo ao título de campeão paulista, o primeiro título comemorado desde 2012, quando conquistou a Copa Sul-Americana.

Parecia que, finalmente, o Tricolor havia se reencontrado com seu caminho e sua história de glórias.

Suave engano.

Veio o Brasileirão.

E, com ele, o acúmulo de maus resultados. Em nove jogos, empatou 5 e perdeu quatro. Ou seja: nenhuma vitória.

Para mostrar que a fase não é nada boa, Hernán Crespo contraiu covid e está afastado do time que está sendo dirigido por seu auxiliar, o também argentino Juan Branda.

Mas o jogo contra o líder Bragantino, ontem no Morumbi, deu a falsa impressão de que, enfim, a primeira vitória viria.

Isso por que, aos 25 minutos do primeiro tempo, Rigoni fez São Paulo 1 a 0.

Mas, no futebol vale a máxima: nada como um gol após o outro.

Assim, aos 17 do segundo tempo, Alerrandro empatou o jogo; aos 29, Artur decretou a virada do Bragantino: 2 a 1.

Para provar a máxima de Stanislaw Ponte Preta, aquela do urubu, o time ainda perdeu dois jogadores importantes no segundo tempo: o experiente e competente zagueiro Miranda e o também competente lateral Reinaldo.

Assim, não há urubu que aguente. O de cima tem que ficar esperto.urubu

O Palmeiras continua sua vertiginosa subida rumo à liderança: venceu o Sport, lá no Recife, por 1 a 0.

Placar minguado, concordo, mas importante vitória. O Verdão é o terceiro colocado, com 19 pontos. O líder é o Bragantino, com 21; em segundo, o Athletico PR com 19. Em quarto, o Galo das Minas Gerais, que ontem venceu o Cuiabá, 1 a 0, com 16; quinto, o Fortaleza, com 15.

O América tão mineiro quanto eu, venceu o Santos, lá no Independência, por 2 a 0. São duas vitórias seguidas do Coelho: Bahia e Santos. Assim, deixou a pegajosa zona do rebaixamento. Mas tem que se cuidar: é o 15º colocado.

Veja os gols do Fantástico

Basquetes

Fora dos jogos

O Brasil não terá seu basquete nos jogos Olímpicos de Tóquio que começarão em três semanas.

Meninos e meninas não conseguiram se classificar nos pré-olímpicos que participaram.

Uma tristeza para esporte que já teve nomes da grandeza de um Oscar, Ubiratan, Marquinhos, Mosquito, Wlamir Marques, Amauri, Paula e Hortência.

Uma pena.

Brasil na

Copa América

Hoje tem Brasil x Peru pela pouco desejada Copa América. É jogo decisivo e o vencedor estará classificado para a grande final.

Você pode assistir, a partir das 21 horas, no SBT ou no ESPN Brasil.

Torço, não só pela vitória brasileira, mas, também por uma apresentação de gala, daquelas que empolgam.

Será pedir ou esperar demais?

___________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)
____________________________________________________________________

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter