vergonha

Faltam vacinas e sobra vergonha no país

vergonhaFaltam vacinas no Rio de Janeiro e 7 milhões de doses de Pfizer e CoronaVac estão paradas no Centro de Distribuição de Vacinas do governo federal em Guarulhos (SP). O Ministério da Saúde tentou responsabilizar a Anvisa pelo fato alegando falta de liberação, o que foi prontamente desmentido pela agência. E o líder do governo na Câmara, o candidato a pinóquio-mor de tanto que mentiu em seu depoimento na CPI da Pandemia, ontem (12), teve o desplante de dizer que a CPI é responsável pelo fato de as empresas estrangeiras não quererem vender vacinas ao país…

 O “minto” voltou a dizer hoje, em evento no Circo do Planalto, que conta com o apoio total das Forças Armadas. Não é o que muitos dos altas-patentes dizem alla bocca piccola.

O inefável procurador-geral da República, do coiso, sendo mais preciso,  Aras, aras, vejam só, se parece, cada vez mais, com os militares que fazem parte do governo e desonram as Forças Armadas, ele faz a mesma coisa com o Ministério Público Federal. Disse  ao STF que a declaração do senador Omar Aziz, presidente da CPI da Pandemia sobre existir um “lado podre nas Forças Armadas” não é crime e não merece ser investigada, mas que pode configurar quebra de decoro parlamentar. E o que acha das dezenas de militares que deixam evidente haver a banda podre nas Forças Armadas, não precisam ser investigadas? Mesmo se sobrar um tempinho quando acabar a despropositada investigação que trata do professor Conrado Hübner pelo fato de ele ter escrito um artigo na Folha de S.Paulo em que não há uma linha que não revele a verdade?

(CACALO KFOURI)

                                                             ***************

                                                            ****************

Copiada da Folha

Líder de Bolsonaro, Barros destinou emendas para favorecer negócio próprio, acusa Procuradoria

O Ministério Público Federal no Paraná move ação de improbidade contra o deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo Bolsonaro na Câmara, na qual ele é acusado de ter praticado tráfico de influência ilegal em órgãos municipais e estaduais e ter destinado verba pública de emendas parlamentares para favorecer empreendimento imobiliário em que ele teria comissão de 1% dos lotes.

A ex-governadora do Paraná Cida Borghetti (PP-PR), mulher e sócia de Barros no negócio, também é ré sob a acusação de uso de cargo público e de influência política para benefício pessoal e patrimonial.

Casalzinho arretado, hein?

A acusação é o pedigree para que ele mereça a função de líder do governo, ter rolo com a Justiça é condição sine qua non para ter alguma relação com o Circo do Planalto.

                                                              ***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

Flórida quebra recorde de pacientes com Covid-19 nos hospitais do estado

Seguem alguns números preocupantes passados pelo jornal (*) “New York Times” sobre o avanço da Covid-19 em alguns estados dos(X) norte-americanos.

(*) The, cara-pálida.

Museu Histórico Nacional reabre em setembro

(…), reabre parcialmente aos visitantes a partir do dia 2 de setembroo(?). O museu estava fechado desde oinício(*) da pandemia

(*) Problemas com “o”, cara-pálida?

Nesta primeira fase, passrá a funcionar às quintas, sextas e (*) sábados,

(*) E “às” sábados? Cara-pálida, ou tira às ou põe aos antes de sábados, capisce?

Bolsonaro proibido de visitar a exposição de Matisse

A comprovação de quem já tomou a segundo(!) dose fica armazenada no celular

(!) Segundo a gramática é segunda dose, cara-pálida.

Colégio Santo Inácio suspende 15 alunas que, de máscaras, cantaram parabéns no recreio

(…), cantaram parabéns para uma amiga no recreio do colégio (veja o vídeio(!) abaixo).

(!) Abaixo está só um vídeo…

O pai(?) de uma das suspensas enviou uma mensagem para o colégio

“O colégio, baseado numa reclamação de pais, resolveu tomar uma medica radical.

Eu te agraadeço(!), muito obrigada(?).

(?) Pelo jeito, foi uma mãe, cara-pálida, a menos que tenha sido mais um uso exagerado de “a”(!)

Justiça nega pedido para Flordelis tirar tornozeleira eletrônica

A ex-deputada federal Flordelis, depois de ter seu mandato cassando(?) pela Câmara

(?) O mandato dela cassou quem, cara-pálida? Cassado, escriba.

O magistrado entendeu que a defesa não apresentou elementos suficientes que justificassem a suspensão imediata da medida cautelar imposta à(???) Flordelis

(???) Realmente, um contaminou o outro, a cara-pálida está com a síndrome da crase doida do colega. Você é íntima da cassada? Não? Então, tira a crase daí, artigo só se usa antes de nome de pessoa chegada, capisce?

Veja os indicados para o Prêmio APTR de Teatro

(…), será realizada em em(X) ambiente virtual, em 19 de agosto, transmitida pelos(!) redes sociais e pelo canal do youtube(*) da entidade.

(X) Eco, pelas, YouTube…

Mais um texto assinado por AG que não é dele… Caramba, não o incomoda?

 Há 50 anos, morria o engenheiro Raul Amaro Ferreira, vítima de tortura

(…), os pais do engenheiro Raul Amaro Ferreira, morto após ser torturado no Dops e no Doi(*)-Codi

(*) Eta, DOI, cara-pálida.

GloboNews apresenta documentário sobre Chacrinha

O longa-metragem, distribuído pela Bretz Filmes, tem produção da Media Bridge com coprodução da Globo Filmes, Globonews e (*) Canal Brasil.

(*) Sinceramente, chefia, os caras-pálidas do blog não sabem o que é “da” e “do”, contração da preposição “de” com “a” e “o”. Escriba, é o Canal Brasil, portanto o “da” lá atrás não orna, tem de ter “do”, capisce?

E ainda teve eco total:

Aziz, Randolfe e Renan pedem ao STF a suspensão de inquéritos abertos pela PF por    vazamentos

Os senadores Omar Aziz, Renan Calheiros e Randolfe Rodrigues (apresentam ontem à noite)(???) ao STF pedido de habeas corpus para suspender imediatamente os inquéritos abertos pela Polícia Federal, que apuram suposta(!!!) divulgação de documentos sigilosos pela CPI da Covid-19(*).

(???) Novo tempo verbal, presente do pretérito! Apresentaram, cara-pálida.

(!!!) Suposta, cara-pálida vaselineiro? Será esta declaração do próprio vazador suficiente para que o seu suposta não passe de uma suposição sua?  “O inquérito interessa para todos nós. Se interessa para todos nós, tem que ser público. Ia ficar escondido até quando, se eu não falo? Ia ficar escondido até quando esse inquérito lá dentro?”

(*) Cara-pálida, ela tem dois nomes, variam conforme o gosto dos editores das publicações, da Pandemia ou da Covid, sem -19.

O caso ainda não possui(!!!) relator.

(!!!) Barrabás, um caso ganancioso! Tem relator, cara-pálida.

                                                              ***************

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter