abel ferreira - repeteco estadio e grana

Repeteco, estádio e muita grana. Blog do Mário Marinho

abel ferreira - repeteco estadio e grana

A final do Paulistão premia os dois melhores times da competição: Palmeiras e São Paulo.

No sábado, o Palmeiras passou pelo Bragantino, 2 a 1, e foi o primeiro a se classificar para a grande final.

No domingo, com o Morumbi recebendo quase 54 mil torcedores,  o São Paulo sobrou em cima do Corinthians e venceu também por 2 a 1.

E o gol do Timão só foi marcado aos 40 minutos do segundo tempo, graças à tremenda irresponsabilidade do goleiro Jandrei que tentou driblar o centroavante Jô, que tomou a bola e marcou.

Restavam poucos minutos para o fim do jogo e a lambança do bom goleiro não teve consequências mais drásticas.

Certamente ficou a lição.

Assim, a final do Paulistão será disputada em dois jogos: o primeiro nesta quarta-feira, no Morumbi, e a decisão na Allianz Parque, no domingo.

O local da decisão causou um certo frisson ontem e hoje.

O problema foi o seguinte: a Allianz tem programação de shows definida, com antecedência, pela W Torre, construtora do estádio.

Na terça-feira que vem, haverá a apresentação de uma banda de rock lá.

Por força de contrato, para que haja tempo de preparar o estádio para o show, o Palmeiras deve entregar o estádio à construtora no domingo.

Ontem, a presidente do Palmeiras, Leila Pereira, reuniu-se com o presidente da Federação Paulista de Futebol, Reynaldo Carneiro de Bastos, e o presidente do São Paulo, Júlio Casares.

Leila Pereira propôs que a decisão do Paulistão fosse antecipada para sábado, com o que não concordou o presidente do São Paulo.

Dado o impasse, o presidente da Federação adiou a divulgação do local da final.

Mas, poucas horas depois, o CEO da W Torre, Luís Davantel, comunicou ao Palmeiras que a entrega do estádio poderia ser no domingo à noite.

Assim, Palmeiras e São Paulo repetem a final do Paulistão do ano passado, quando o Tricolor do Morumbi se sagrou campeão, colocando fim a um amargo jejum de título.

Negócio resolvido.

Outro negócio que foi resolvido pelo Palmeiras foi a renovação do contrato do técnico Abel Ferreira.

O português assinou a renovação e fica até o final de 2024.

Segundo o portal UOL, Abel Ferreira passa a ser, de longe, o mais bem pago técnico do futebol brasileiro e ultrapassa até mesmo o que pagam grandes times da Europa.

De acordo com essas informações, Ferreira vai receber por volta de 6,7 milhões de euros por temporada. Algo em torno de 35 milhões de reais por ano.

Informa Rafael Reis, do UOL, que o novo salário é mais alto do que 19 dos 20 times da primeira divisão francesa.

O técnico do milionário e poderoso Barcelona, Xavi Hernandes, tem salários em torno de 3,9 milhões de euros (perto de R$ 20 milhões anuais).

O técnico de futebol mais bem pago em todo o mundo é o argentino Diego Simeone, que está à frente do Atlético de Madrid há mais de uma década e recebe 39,6 milhões de euros ou algo próximo a 206 milhões de reais por ano.

Se o Palmeiras pode pagar e o técnico faz por merecer, não há reparos a serem feitos.

Ou seja: se está bom para um e bom para o outro, está bom para os dois.

Finais

Pelo Brasil

No Rio, Flamengo e Fluminense fazem a final.

O Fluminense conquistou o direito ontem após vencer o Botafogo nos últimos minutos de jogo.

Lá também os jogos serão quarta e domingo.

Em Minas, também haverá repeteco: Atlético e Cruzeiro decidem o título neste sábado, em jogo único. Esta é a 25ª que os dois decidem.

No placar geral, o Cruzeiro já venceu 14 vezes e o Galo, 9.

Êpa, tá faltando 1?

Não, não é isso mesmo. É que o título do campeonato de 1956 foi dividido entre os dois.

Atlético e Cruzeiro chegaram à final de 1956.

Em campo, o Galo venceu, mas havia um jogador, o lateral Haroldo, inscrito irregularmente.

A briga foi para os tribunais onde aconteceram vitórias de um e de outro.

A pacificação só veio em 1959 quando ambos aceitaram dividir o título.

Ao contrário do que sempre acontece, a decisão do Gauchão não será num Grenal.

O primeiro jogo já foi disputado e o Grêmio venceu o Ypiranga por 2 a 1.

A decisão será no sábado.

Apesar de o Galo ter levado a melhor no primeiro encontro decisivo entre os rivais, o placar geral das 24 finais disputadas entre eles nesses 90 anos é de 14 a 9 para a Raposa. Em 1956 eles dividiram a taça num dos capítulos mais polêmicos da história do confronto.

Veja os gols do domingo.

https://youtu.be/IDFwYlyqQMg

______________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR) ____________________________________________________________________

1 thought on “Repeteco, estádio e muita grana. Blog do Mário Marinho

  1. Voce saberia dizer como a imprensa fica sabendo quanto o Abel vai ganhar?

    Duvido que ele, ou o Palmeiras, divulgou o valor, por isso a duvida.

    Grato,

    Marcelo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter