aras- stf - benjamim cafalli - charges

Por Benjamim Cafalli

STF, oras, cumpram suas ordens! Aiai. E o Aras, hein? Nervoso…

 STF!, ora, o STF

STFEm junho de 2020, o ministro Edson Fachin proibiu que fossem realizadas operações policiais em favelas no Rio. A decisão continua em vigor. Ontem, aconteceu a segunda chacina sob o governo de Cláudio Castro. A primeira ocorreu logo depois de substituir o violento Wilson Witzel, preso por corrupção. Foi na favela do Jacarezinho, em maio de 2021, que resultou em 25 mortes. A segunda foi ontem (24), na Vila Cruzeiro, com 22 mortos. São 178 mortos desde que Castro assumiu em agosto de 2020.

Pergunta óbvia: de que servem as decisões do STF se ninguém obedece e nada acontece?

Nos EUA não precisa de polícia para haver chacina

A própria população armada se encarrega da matança. Foi ontem. Mais uma mortandade, desta vez no Texas, 21 mortos em ataque a uma escola, sendo 19 crianças.

E pensar que o sonho do ignaro ignóbil é armar o brasileiro.

Nem o PCC aceita corrupção

 Já no governo ela corre solta e cada vez mais solta. Está em andamento uma guerra interna no PCC, a alta direção do “partido” descobriu um enorme desvio de dinheiro, coisa da ordem de R$ 500 milhões, e está eliminando, um a um, os “corruptos”! Imagine, caro leitor, se a bandidagem profissional iria admitir práticas da bandidagem da política e administração pública sem reação?

 O dinheiro, segundo o Tribunal do Crime, o que cuida rigorosamente do cumprimento das regras no PCC, foi desviado de garagens de ônibus da capital paulista. O que isso significa para bom entendedor? Que parte do transporte público paulistano está “contaminado”.

Tem saída um estado deste tipo?

 Há três fortes candidatos – o que não significa que sejam todos bons  – ao governo do Rio de Janeiro.

 O “bispo” Marcelo “Trivella”, que foi um péssimo prefeito; o atual governador, o coisista Cláudio Castro, às voltas com mais uma chacina; e Marcelo Freixo, o único candidato decente, contra o qual não há um fato que o desabone.

 Estão empatados! O que o fluminense deseja, mais ex-governadores na prisão? Quer a continuidade dos massacres perpetrados por ordem de Castro ou a volta da incompetência “evangélica” de “Trivella”?

 Barrabás!!!

bombeiro Dias atrás, no Rio, um bombeiro militar deu um tiro na barriga de um atendente – desarmado – do McDonald’s. Em virtude do tiro, a vítima perdeu um rim. Toda a ação foi gravada por camêras de segurança e as imagens não deixam dúvidas a respeito do ato covarde e criminoso do sargento-bombeiro, que está preso preventivamente.

 Pois bem (bem mal!), os causídicos do criminoso tiveram a desfaçatez de alegar que a ordem de prisão é uma “aberração jurídica”, pois o militar está sendo punido “por vídeos e laudos que se quer passaram pelo crivo do contraditório e da ampla defesa.”.

Aberração jurídica, caras de pau? E a aberração argumentativa de que estão fazendo uso tentando negar o inegável, as imagens são indesmentíveis, não os envergonha? Conseguem se olhar no espelho depois do que alegaram?

Pode isto, OAB? Defender o cliente é uma coisa, ofender a Sociedade é outra totalmente diferente!

O valentão de araque

palavreadoO procurador-geral do coiso, Aras, aras, vejam só, deu uma de valentão em sessão do Conselho Superior do Ministério Público Federal. Partiu pra cima de um colega, na verdade, seu desafeto, pois discorda frontalmente do PGc.

Em 2020, o quase agredido, o subprocurador-geral da República (não do coiso)Nivio de Freitas Silva Filho assinou uma carta aberta na qual criticou as declarações de Aras a respeito a atuação das forças-tarefas da Operação Lava Jato. Na carta, Nivio e outros conselheiros sustentaram que “As palavras do procurador-geral da República pavimentam trilha diversa e adversa, uma vez que alimentam suspeitas e dúvidas na atuação do MPF.”.

Insurja-se desta forma contra as barbaridades que seu chefe comete e a que assiste calado, é o que a Nação quer ver.

Tem um erro grave no título

Eis o título da matéria do “Congresso em Foco”: “PROJETO DE(!!!) NAÇÃO” DE MILITARES PREVÊ COBRANÇA NO SUS E EXPLORAÇÃO NA AMAZÔNIA.

Não, não e não! O correto é “Projeto danação”!

Este é outro que precisa ouvir o rei Juan Carlos

 O presidente dos EUA, Joe Biden, não consegue segurar a língua, voltou a falar a respeito do que não tem como cumprir. Disse que se a China atacar Taiwan os EUA defenderão a ilha no caso de uma invasão.

 A defesa vai ser inócua como acontece na Ucrânia ou dará início ao Juízo Final, mr. Biden?

Certas coisas, ao que parece, não têm jeito

Um erro cometido por grande parte dos coleguinhas é dizer preço caro ou barato, quando o correto é alto ou baixo. O produto é caro ou barato.

A novidade é o que foi ouvido no SP1 (24), temperatura quentinha. Não, musa da meteorologia, é temperatura altinha, o dia é que será quentinho.

O impossível aconteceu!

Inacreditável, surgiu algo abaixo do nível da atuação do governo, o anúncio da um carro da Fiat. Este mirandeiro admite, em sua quase longa existência, nunca viu propaganda tão ruim.

(CACALO KFOURI)

                                                                  **************

Por Benjamim Cafalli

                                                                  **************

Copiada da Coluna JOSIAS DE SOUZA

Bate(*)boca dá à PGR uma aparência de boteco

(*) E bate-boca sem hífen não tem aparência de escrita certa, está errada.

                                                                  ***************

Copiada do UOL

PGR não vê crime de racismo em declaração de Bolsonaro a apoiador negro

A PGR (Procuradoria Geral da República) pediu o arquivamento de duas representações contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) por suposto crime de racismo cometido em uma declaração a um apoiador negro. Na ocasião, Bolsonaro questionou se o homem pesava “mais de sete arrobas”, medida usada para pesagem de gado.

Ah, caramba, quanta babaquice em nome do abjeto politicamente correto. Em muitos estados brasileiros usa-se a medida para referência ao peso de gente. É com atitudes com essa que se desmoraliza o combate ao preconceito.

Desta vez, a PGR agiu como PGR.

                                                                  ***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

 legenda
jefe: Ancelmo Gois
miss Caixa/mistake: Ana Cláudia Guimarães (editora)
errador/mister Crase: Nelson Lima Neto

 Peça vai tratar das ‘Marias’ que ajudaram a empoderar a mulher brasileira

O texto, escrito por Marcia Zanelatto,  trata também das Marias que tornaram-se(!) divindades em cultos de origem brasileira e matriz africana.

(!) Mistake, que se tornaram.

Que surpresa agradável, é o único erro nas 11 notas publicadas entre as 3h30 e o meio-dia! 

 Leniel Borel pede que celulares de Jairinho sejam periciados pela PF

Por limitação técnica, os peritos do Instituto de Criminalista Carlos Éboli, do Estado(?), não estão conseguindo extrair alguns dados dos aparelhos, incluindo conversas desde o dia da morte do menino até os quatro dias seguintes que, segundo Leonel, (teriam sido)(X) apagadas.

(?) Eh eh, não existe padrão de escrita no blog como um todo, até de um escriba com ele mesmo, miss Caixa, em geral, usa estado em cxb.

(X) Não, mistake, segundo ele foram apagadas, ou ele é do tipo “quem é você que não sabe o que diz?”?

                                                                  ***************

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter