semântica

POR BENJAMIM CAFALLI

Um lugar, a semântica. E é mesmo terrorista a palavra que define

semântica
POR BENJAMIM CAFALLI

Sim, semântica é um problema, mas nos devidos lugares

Um lugar é um lugar, outro lugar é lugar diferente. Está em discussão no STF se o que aconteceu no dia 8 no Distrito Federal pode ser tratado como terrorismo. Seguindo-se a leitura estrita, ipis litteris, da Constituição, parece que não pode. É aí que reside o perigo. Se as leis sempre tivessem  interpretação única não haveria necessidade de juízes, aqueles que as interpretam em uma instância e suas decisões podem ser alteradas em outras. Isso tudo ficando só no campo do Direito.

Mas, e os simples mortais? Para o normal das pessoas, os “civis”, terrorista é aquele que causa terror, apreensão, pavor, medo, que assusta. Para que assistiu ao que aconteceu no DF e não é do ramo do Direito tudo foi terrorismo na essência do termo.

O mesmo raciocínio vale para “suspeito”. Como é possível crer que se vá considerar um preso em flagrante dando cinco tiros na vítima – atenção, atenção, não é fatal, os tiros é que foram – como suspeito? No campo jurídico só não será depois de condenado, mas, deixado à parte o “vaselinismo”, é criminoso sim, com todas as letras.

Quando se começou a tratar o ignaro ignóbil como genocida devido ao seu descaso com a pandemia, o que causou milhares de mortes evitáveis, surgiu a mesma discussão. Ao pé da letra não é, mas com o devido jogo de cintura na interpretação, é.

 “Dai ao Direito o que é do Direito, dai ao entendimento do leigo o que é dele.”.

It happenned in New York

Foi na segunda, 16. Foi feita uma projeção na empena de um prédio em Manhattan. Deram o título de Florida Rats. Aparecem as caras do ignaro ignóbil, do seu ídolo, de 02, de Hamilton Mourão, do ex-tudo Sergio Moro e a do “pastor” Salafr ops! Malafaia.

Divirta-se!

https://youtube.com/shorts/cKgZUmGiqUQ?feature=share

Não tem remédio uma vez com ele, sempre rasteiro

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, coisiforme de primeira hora, criou uma estapafúrdia tese segundo a qual Lula permitiu que os atos terroristas no DF tivessem início sem repressão para que, depois, posasse de vítima e, com isso, ganhasse apoio.

Pura bizarrice, não apresentou um indiciozinho de prova que seja. A levar a sério sua tese, Lula não só teria permitido, mas também teria organizado tudo, pois  os coisiformes em geral nas suas elucubrações sustentam que o quebra-quebra foi feito por petistas infiltrados.

A dúvida, ecZema ou enfiZema…?

Outro governador coisiforme, Cláudio Castro (RJ), desvirtuou totalmente as regras que deveriam coibir o usual morticínio resultante das operações da Polícia Militar do estado. Só faltou repetir Wilson Witzel, ex-governador do qual foi vice e atual prisioneiro, quando se referiu ao “tirinho na cabeça”.

Fez mais, nomeou como secretário de Transportes e Mobilidade Urbana Washington Reis,  condenado pelo STF por crimes ambientais quando foi prefeito de Duque de Caxias. É a mesma figura que, no auge da pandemia, desrespeitando o isolamento social, declarou que “Vamos manter as igrejas abertas porque a cura virá dos pés do Senhor.”.

Acabou? Não! Em vez de nomear a procuradora-geral Leila Machado Costa, escolhida na lista tríplice do parquet  manteve o atual procurador-geral Luciano Mattos apesar de ele ter assumido o compromisso de deixar o cargo para que a indicada assumisse.

Como resultado da traição, os 29 promotores de Justiça que compunham o Gaeco (Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado) abandonaram o cargo.

Com isso, a apuração dos assassinatos da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes será paralisada.

Fazia mais de 20 anos que a lista tríplice não era desrespeitada.

Chega-se, finalmente, a São Paulo, onde o ex-ministro do i.i. e atual governador Tarcísio de Freitas está transformando o estado em parque de diversões da PM. Não haveria problemas se os escolhidos fossem competentes, melhor dizendo, gente de bem como preferem os bolsominions. Nomeou como secretário de Segurança Pública o “capitão” Derrite, como assessor da Secretaria de Assuntos Penitenciários o coronel da reserva da PM Sérgio de Souza Merlo, envolvido, mas não condenado, no Massacre do Carandiru.  Tem mais, escolheu como secretária de Esportes a coronel Helena Reis, inexperiente na área. Sua primeira declaração foi que “vale mais a pena investir em esportes do que na Fundação Casa”. Acha que esporte é remédio para falta de assistência social. Ela está nomeando um magote de colegas para diversos cargos na secretaria.

 Como se vê, “tá tudo dominado!”.

  A insânia não tem limites

Ontem, o “Mirando” publicou a foto de um grotesco servidor da Prefeitura de Penápolis (SP) preso devido ao fato de ser um dos invasores do STF.

Pois bem (mal), o criminoso teve o apoio (i)moral da prefeitura da cidade, a administração sustenta que o seu funcionário terrorista exerceu o  direito de livre manifestação. E apesar das imagens que provam ter sido um dos invasores, diz que ainda vai apurar os fatos.

Lembra um seriado dos anos 1980, “Acredite se quiser”, apresentado por Jack Palance.     

 

Lula começou a higienizar a casa

 Ontem, demitiu 40 militares que estavam lotados no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, entre eles um primo do torturador coronel Brilhante Ustra, ídolo do ignaro ignóbil.                                             

 A diretoria da TV Jovem Pândega tenta fazer a mesma coisa

 Mas nem Hércules conseguiria realizar o trabalho se lho dessem como 13º. A marca está corrompida para sempre. Afastaram o dono, Tutinha, alguns jornalistas da pior espécie, como Augusto – caramba, este nome dá azar… – Nunes, Rodrigo Constantino, Paulo Figueiredo, Zoe Martins. Mas sobrou muito lixo, o mais fétido é Alexandre Garcia, este sim pode ser chamado de “globolixo”, trabalhou lá por muito tempo.

 O problema é que o “problema” não será resolvido. Primeiro porque as mudanças não são sinceras, têm o único fito de salvar o bolso (sem trocadilho). Segundo porque quem vê é, no mínimo, bolsominion e deixará de assistir com a limpeza.

 A melhor solução é deixar o prejuízo financeiro do tamanho que está e fechar.

(CACALO KFOURI)

                                                                    ***************

Copiadas do Estadãozinho

 ‘Tudo em Todo Lugar…’ leva prêmio da crítica

Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo, criado por Daniel Kwan e Daniel Scheinert – coloquialmente conhecidos como Los Daniels –, foi o mais bem contado(XXX), com 14 indicações.

(XXX) Não, cara-pálida, o mais bem cotado, o que foi mal contado no seu texto.

                                                                   ***************

Copiada do UOL

 Como motorista carregando cerveja provocou terror nas ruas e acabou preso

Por enquanto, não foram registradas vítimas fatais(XXX).

(XXX) Só ataque fatal à Gramática, né, cara-pálida. Quem uma vítima teria matado para ser considerada fatal, escriba? Se alguém tivesse morrido o acidente seria fatal, não o eventual morto, capisce?

                                                                  ***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

 legenda
jefe: Ancelmo Gois
miss Caixa/mistake: Ana Cláudia Guimarães (editora)
errador/mister Crase/mister Caixa: Nelson Lima Neto
 Por que continuar lendo o blog se tem tanto erro e dá tanto trabalho? É que, apesar da decadência do texto, continua sendo uma boa fonte de informações. E, afinal,  qual seria o sentido de fazer o “Mirando” sem mirar?

Grande Rio doa fantasias do desfile campeão de 2022 para o Museu Nacional

(???) poucos dias da folia oficial de carnaval,

(???) Existem poucos dias, mistake? A poucos dias, caramba. Volta pra escola, volta…

As fantasias remetem aos maracatus, frevos, afoxés, grupos de bate(*)bolas

(*) Com hífen, mistake.

O “Mirando” pensa seriamente em doar uma coletânea de erros dos escribas para o museu, “Os coleguinhas que erravam d+”…

Brasileiros estão entre os que mais procuram vistos para ingresso nos EUA

Os números são de um levantamento realizado pela AG Immigration, junto a(XXX) base de dados oficiais do Departamento de Estado Americano.

(XXX) Mistake, apesar de o uso ser comum, junto a/ao é uma excrecência. No caso, além disso, está errado, falta a crase. Mas em bom Português deve-se escrever “na base de dados”, viste?

Luciano Huck processa site de ‘robô trader’ por usar sua imagem ilegalmente e cobra indenização

Veja esse(ESTE, errador) caso. (…). Vem a ser um negócio que supostamente oferece um mecanismo automâtico(???) na internet para operar na (bolsa de valores)(X).

(???) Explica como funciona, errador, todo mundo está curioso! Deixa por automático?

 (X) Caixa-alta, mister Caixa.

Pois a reclamação de Luciano é de(X) que os donos desse site usaram sua imagem de forma ilegal por meses,

(X) É que ou a de que, errador profissional.

Logo na abertura do site, um vídeo com o rosto e a voz de Huck (fala sobre)(XXX) operações na (bolsa de valores)(X) e a possibilidade de ficar rico em pouco tempo

(XXX) Trata de, terrorista gramatical.

 Por fim, seu (pedido pedido)(???),

(???) Ah, ele pediu um pedido na esperança de que pedido pedido duas vezes será atendido antes de outros pedidos que foram pedidos só uma vez. Foi por isso, errador?

 Acabaram os erros porque o texto acabou…

Justiça mantém prisão de médico anestesista indiciado por abuso sexual contra pacientes

A juíza determinou também que o médico faça novo exame de corpo (!!!) delito, (…). Nascido na Colômbia, o consulado daquele país será comunicado a(X) prisão do médico.

(!!!) Corpo delito, jefe? Que lindo! De corpo ausente também? E atlético? De delito, caramba.

(X) Da, né, jefe?

Carnaval: aeroportos do Rio receberão 170 voos extras na comparação com 2022

(…), as rotas do (A)aeroporto(X) Santos Dumont para São Paulo/Congonhas passão de 90 para 157 voos semanais, para Vitória, de 14 para 31 voos semanais, e Brasília, de 40 para 55 voos semanais. No (A)aeroporto(X) do Galeão,

(X) Dá-lhe, mister Caixa.

Bienal da UNE, que acontece no Rio de Janeiro, receberá ministras do governo Lula

A(XXX) noite, a ministra da Cultura, Margareth Menezes,

(XXX) Caramba, mister Crase, será que aceitariam você como anotador  de jogo zoológico. À noite, cara-pálida.

                                                              ***************

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter