olha aí BRAGANTINO

Marcos Leonardo marcou duas vezes e foi o melhor em campo

Olha aí o Bragantino chegando. Blog Mário Marinho

BRAGANTINO - olha aí
Marcos Leonardo marcou duas vezes e foi o melhor em campo

Vencer o time reserva do Palmeiras não chega a ser uma façanha hercúlea.

Se bem que análise que me passou o insuspeito palmeirense Armando Ferretti, não foi assim tão fácil.

No primeiro tempo, disse ele, o Palmeiras podia ter aumentado o placar para 2 ou 3. No segundo tempo, a molecada do Verdão deu bobeira geral: parecia que a bola queimava nos pés deles. Os garotos não conseguiam sair jogando, perdiam todos os rebotes. Aí, o resultado foi justo.

Mas, a campanha do “Massa Bruta” está muito boa. Nos últimos cinco ganhou todos:

Palmeiras 2 a 1

América MG, 2 a 1. O meu América e jogando em casa. Pode isso?

Grêmio 2 a 0

Cruzeiro 1 a 0

Cuiabá 2 a 0.

Nada de grandes goleadas, mas, sim,  sinaliza atuação uniforme de um time bem armado.

E o responsável por esses resultados, é o treinador, Pedro Caixinha.

Português, 52 anos, Caixinha comandou o Sporting, Al Hillal, Panathinaikos, Rapid  Bucarest e Seleção Saudita.

Em dezembro do ano passado, ele foi contratado pelo Braga e o contrato vai até o final de 2004.

Segundo comunicado do Clube na época da contratação, ele foi escolhido por causa do perfil alinhado com a filosofia do clube, que é a aposta em jovens e atuar de forma intensa.

Essa de forma intensa, significa garra, raça, gana, vontade de ganhar. E é isso que o Massa  Bruta vem demonstrando em seus jogos.

Vamos falar

de Respeito

Uma frase costumeira e que serve para miríades de situações, diz que “Respeito é bom e eu gosto”.

Foi o que não teve ontem no jogo Santos x Vasco, aliás ótimo jogo do Peixe pulando para fora da escorregadia Zona de Rebaixamento. Foi 4 a 1 e poderia ter sido demais.

Logo no começo do segundo tempo, o ágil e rápido Soteldo recebeu a bola livre, pela direita. Parou , olhou e deu um pulinho para cima da bola, onde ficou por alguns segundo, numa atitude de provocação.

Na sequência da jogada, ele acabou sendo atropelado por um zagueiro do Vasco e, como acontece nessas ocasiões, o pau quebrou.

Empurra-empurra de um lado, de outro palavrões e, por pouco, não chegam à famosa via dos fatos. Aliás, uma infração penal prevista no  artigo 21 do Decreto Lei 3.688/41.

O excelente, sério e forte juiz do jogo, Anderson Daronco, acabou expulsando três jogadores, mas deixou de lado os dois provocadores da confusão.

Exatamente os dois que deveriam ter sido expulsos: quem fez a provocação e quem partir para o revide.

Não estou entre aqueles que consideram tudo não passar de mimimi, de hipersensibilidade etc.

Um jogador que dribla seu adversário numa jogada rumo ao gol ou por mais espaço, está cumprindo o seu dever.

Sejam quantos forem os dribles, não importa.

Não é mimimi – é uma questão de respeito.

Veja o lance:

respeito - olha ai o bragantino

 Mas, voltemos ao futebol, que é o que interessa.

Veja os gols do Fantástico:

https://youtu.be/3HUEeBmk9IM?si=qmnz-kW9ORAew1e1

__________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

_____________________________________________________________________

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter