Proposta de certos parlamentares? Atenção, perigo, perigo.

De certos parlamentares seria surpresa se propusessem coisas boas. É o caso de Arthur Lira, cuja proposta para a retomada das contribuições de empresas para campanhas eleitorais é um retrocesso e e não acaba com o fundo eleitoral com dinheiro público, é só um meio de aumentar as fraudes. Junto com a mamata pretendida vem um “pulo do gato”, a diminuição do poder de fiscalização do Tribunal Superior Eleitoral. Manobra bem ao estilo dos escolhidos pelo coiso para ocupar funções importantes.

 Entidades ruralistas  pretendem organizar manifestações em apoio ao coiso  e contra o STF no dia 15 de maio. Informam ter apoio de mais de 100 sindicatos. A ideia é concentrar os “democráticos” produtores rurais na Granja do Torto – serão galináceos…?

Fácil explicar o apoio, o coiso detonou a fiscalização do Ibama, desmata-se à vontade atualmente. E anunciou que no (des)governo dele, para felicidade dos futuros manifestantes, não irá regulamentar a emenda constitucional que prevê a expropriação de propriedades nas quais for identificada a exploração de trabalho escravo.

(CACALO KFOURI)

                                                             ***************

Se alguém entender merece um prêmio, duas mulheres, uma é escritor, outra é nadador…

 E as operadoras de TV por assinatura continuam a usar os serviços dessa empresa que faz o Info… que consideração têm pelos cliente…

Como é fácil perceber, o programa que está no ar é o “Roda Viva e não o anunciado no Info.

                                                              ***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

Assassino e(*) jovem de 17 anos é condenado a 27 anos de prisão

O 3º Tribunal do Júri do Rio condenou Felipe Gomes Lima a 27 anos de prisão em regime fechado pelo assassinato de Anderson Cosme dos Santos de Carvalho Júnior, aos 17 anos, em 2014.

(*) Vai ver o cara-pálida não pôs o dê para evitar a repetição, tem um “de” mais à frente…

A Covid-19 faz disparar o negócio de ambulâncias aéreas

A Brasil Vida Táxi Aéreo, com base em(*) Goiás, São Paulo, Pará, Bahia e Tocantins,

(*) Cara-pálida, você somou tomates com abacaxis, não pode. Em GO e SP, tudo bem, mas no PA, na BA e no TO tudo errado. Pode até economizar dando uma mudada na ordem da escrita, no PA, TO e na BA.

Juiz denunciado por favorecer PMs é condenado a se aposentar compulsoriamente

Em três processos julgados, ele foi denunciado por favorecer dezenas de PMs com liminares para reintegração da suspensão de crimes que os militares respondiam. Muitos dos autores não moravam em Mangaratiba ou estavam presos.

Tadinho, como vai viver com uns míseros R$ 25 mil por mês de aposentadoria – isso caso perca os penduricalhos habituais. Tinha mesmo é de ser expulso, na verdade, foi premiado.

Espera-se que a OAB não permita que advogue.

Documento mostra que PF fez “diligências e pesquisas” sobre líder indígena

Documentos que integram o inquérito policial aberto a pedido do presidente da Funai, Marcelo Xavier, sobre a APIB (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil), a principal coalizão do movimento indígena do país, mostram que a Polícia Federal fez “diligências e pesquisas” a respeito da entidade e da líder indígena Sonia Guajajara.

Conta a mitologia que o rei Midas transformava tudo em que tocava em ouro. Já o coiso, onde toca, desmoraliza e transforma em @#$%*.

 A sorte é que ainda há Justiça, apesar de alguns tristes episódios como o comentado mais acima, abaixo o parecer de um promotor de Justiça a propósito de investigação, iniciada ilegalmente a pedido de 02,  que trata de Felipe Neto:

Leticia Spiller participa de campanha da ONU: ‘Mãe tem que ser refúgio, não refugiada’

 Atriz e apoiadora  da Agência(*) da ONU para Refugiados (ACNUR), Leticia Spiller realizará uma live quinta agora, dia 6, às 18h, para falar sobre o tema.

O encontro ainda terá participação de Natasha Alexander, chefe da unidade de parcerias do(*) ACNUR no Brasil. A transmissão será feita pelas páginas do(*) ACNUR no Facebook e Youtube

Durante o mês de maio, o(*) ACNUR promove a campanha

(*) Tá “mals” a coisa, hein, cara-pálida, escreve “da” Agência na primeira linha e, depois”, faz uma operação de mudança de gênero e tudo se transforma. Caramba, da ACNUR, a ACNUR. Tem mais, cara-pálida, segundo o Volp, quando uma sigla de quatro letras ou mais da leitura direta só a primeira letra vai em caixa-alta, portanto, Acnur.

Veja só como está no site da agência:

Urgente: O Acnur Brasil está na linha de frente na luta contra a Covid-19. Doe agora.

                                                              ***************

Copiada do UOL

Atos pró-Bolsonaro pelo país têm ataque a lockdown e pedido de intervenção

Manifestantes interditaram ruas hoje de diferentes capitais do país em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e para pedir intervenção militar. Até o início da tarde, os apoiadores foram às ruas em ao menos 11 estados e no Distrito Federal, onde o próprio presidente acompanhou de helicóptero(*).

(*) Quem pagou o combustível, quem, quem? O seu, o meu, o nosso Imposto de Renda.

Entre as pautas defendidas estavam ofensas a governadores e a ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), pedidos e “autorizações” de medidas antidemocráticas e alguns dos pontos mais defendidos pelo governo, como crítica às medidas de isolamento social para conter a pandemia, como recomendam autoridades de saúde.

Sugestão de pauta: verificar daqui a uns dias quantos bolsominions foram contaminados pelo novo coronavírus ao apoiar o velho coisovírus.

                                                             ***************

Copiada da Folha

Exército reserva verba da vacina para hospitais militares, remédios sem eficácia e gastos sigilosos

O Exército reservou recursos da vacinação contra a Covid-19 para compra de material a hospitais militares usados por integrantes da Força, para aquisição de azitromicina, ivermectina e cloroquina —remédios sem eficácia no combate ao novo coronavírus— e para gastos sigilosos.

O dinheiro garantido para essas despesas faz parte da verba destravada por MP (medida provisória) editada em dezembro, em caráter emergencial, para a compra de vacinas.

Eis o Exército dele, o dos patriotas salvadores da pátria com pê minúsculo! O hino deveria ser outro, não mais aquele que começa por “Nós somos da Pátria Amada, fiéis soldados etc. etc. etc. e sim a música do Ultrage a Rigor, “Inútil”:

A gente não sabemos
Escolher presidente
A gente não sabemos
Tomar conta da gente


A gente não sabemos
Nem escovar os dente
Tem gringo pensando
Que nóis é indigente

‘Inúteu’
A gente somos ‘inúteu’
‘Inúteu’
A gente somos ‘inúteu’

‘Inúteu’

 E dispendiosos!

                                                             ***************

Copiada da Coluna JAMIL CHADE

“Ninguém acredita em Bolsonaro”, diz líder parlamentar europeu

 Miguel Urbán Crespo chacoalhou o Parlamento Europeu quando, no início do mês, subiu à tribuna e declarou: Jair Bolsonaro está cometendo um crime de lesa-humanidade no Brasil diante de sua gestão da pandemia da covid-19

“Ninguém acredita em Bolsonaro”, sentenciou. O presidente brasileiro seria(*), segundo o deputado, um “problema para o mundo”. Para ele, na gestão da pandemia ou na questão climática, existe uma diferença entre o presidente brasileiro e líderes de outras partes do mundo. “Na política, se cometem erros. Mas precisamos diferenciar erros e crimes. Quando se toma(!!!) decisões conscientes, sabendo de suas consequências, não são erros. E essa é a diferença de Bolsonaro e de outros líderes”, disse.

(*) Seria, não, cara-pálida, ele disse com todas as letras que é.

(!!!) Quando se tomam, cara-pálida, por que acertou em “se cometem erros” e cometeu um logo adiante?

 Que diferença entre o Podemos de lá e o daqui, hein?

                                                              ***************

Copiada do Agora

Seis pessoas acionam a Procuradoria dizendo serem ganhadoras da Mega da Virada

Ao menos seis pessoas entraram com representação no MPF-SP (Ministério Público Federal em São Paulo) alegando serem os verdadeiros ganhadores ou se apresentando como advogados de supostos vencedores do prêmio perdido da Mega-Sena da Virada. Os pedidos, no entanto, foram negados e o MPF não abrirá nenhum tipo de ação.

Os supostos ganhadores ou seus advogados acionaram o MPF de forma individual, solicitando medidas cabíveis para que a Caixa identificasse o vencedor da aposta e entrasse em contato com ele o premiado ou seus herdeiros. No entanto, a Procuradoria federal negou as solicitações, sob argumento de que não se tratam(!!!) de ações coletivas, mas de casos individuais.

(!!!) Não se trata, cara-pálida, só vai para o plural quando se trata de cuidar, zelar, relacionar-se.

O que tem de picareta neste país não é mole, Barrabás!

                                                             ***************

Copiada da Coluna RUBENS VALENTE

Ação do governo contra líderes indígenas coincide com postagens de Heleno

Os pedidos enviados pelo presidente da Funai, Marcelo Xavier, à Polícia Federal para abertura de inquéritos contra(*) lideranças indígenas coincidem com postagens feitas em rede social pelo ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general da reserva Augusto Heleno, em setembro do ano passado.

(*) Desisti de apontar que inquérito e investigação não são contra, não adianta…

Certos uns quando se ausentam preenchem uma lacuna, quando reaparecem estão tramando alguma besteira, é o caso do general nada augusto Heleno.

                                                              ***************

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter