neymar - seleção brasil x peru

Outra vez, Neymar. Blog do Mário Marinho (EXTRA)

neymar - seleção brasil x peru

Só para variar, Neymar foi o destaque do Brasil na vitória sobre o Peru, fáceis 4 a 0.

Mas os gols saíram quase que enfileirados nos minutos finais.

O primeiro tempo foi sofrível, muito embora o primeiro gol, marcado por Alex Sandro, tenha saído logo aos 11 minutos de jogo.

A verdade é que o Peru é um velho freguês do Brasil.

Desde 1937, quando as equipes se enfrentaram pela primeira vez pelo então Campeonato Sul-Americano, hoje Copa América, o Brasil já venceu 34 vezes; perdeu apenas cinco e empatou nove jogos.

É bem verdade que as goleadas não são frequentes.

Em 27 dessas 34 partidas, o placar 1 a 0 repetiu-se 11 vezes.

Aliás, foi com esse placar, 1 a 0, gol de falta de Didi, a célebre folha-seca, que o Brasil se classificou para ganhar o seu primeiro título mundial em 1958, na Suécia.

Mas ontem, no péssimo gramado de estádio Nilton Santos, no Rio, após a marcação do primeiro gol a Seleção passou a andar em campo.

Mostrou um time desentrosado e pouco interessado no jogo.

É verdade que não correu nenhum risco.

O segundo gol veio com Neymar, aos 22 minutos do segundo tempo.

A goleada só aconteceu com o terceiro gol, Everton Ribeiro, aos 43 minutos e o quarto gol marcado por Richarlison, aos 46 minutos.

Todos os gols nasceram de jogadas em velocidade, jogadas bem tramadas, mostrando a criatividade e a competência dos nosso time.

A Seleção só volta a jogar na semana que vem, quarta-feira, contra a Colômbia.

Até lá, haverá tempo para Tite corrigir alguns errinhos, mas principalmente convencer o time a manter um bom ritmo de jogo.

É tudo que o sofrido brasileiro, vítima da terrível pandemia e da também terrível politicalha, quer.

Esse sofrido batalhador precisa de alegria, de festa. E a Seleção pode, sim, dar a ele esse prazer.

Veja a emocionada entrevista de Neymar após a goleada:

Agora, veja os melhores momentos de Brasil 4 x 0 Peru

 

___________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter