ignaro ignobil

Ignaro ignóbil em ação com brinquedos perigosos

O “ii”, ignaro ignóbil, que conspurca o assento presidencial reconheceu que a PEC do Voto Impresso vai ser derrotada na votação em plenário da Câmara. A justificativa que apresentou é pândega, ornejou que o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, “apavorou os parlamentares” para barrar o avanço do voto impresso, acrescentando que muitos deles têm problemas com a Justiça. Realmente, muitos têm e a maior parte é dos que o apoiam, a começar por Arthur Lira, o presidente da Câmara.

O “ii” reconheceu, parcialmente, a verdade, acertou quando previu a rejeição e errou no motivo, que é o fato de que mesmo os que têm problemas com a Justiça podem ter bom senso e perceber que a proposta é de uma idiotice sem par.

Terminado o prazo concedido,  o coiso não apresentou ao STF nenhuma prova de fraude nas eleições presidenciais de 2014 e 2018. Impossível apresentar, não houve, o que existe é um presidente divulgador de mentiras cabeludas. Para confirmar, mais uma vez, um dos Postulados de Murphy, “nada está tão ruim que não possa piorar”, a resposta enviada à Corte pelas servis Secretaria-Geral da República e Advocacia-Geral da União, vulgo a do coiso, são de um ridículo difícil de imaginar algo maior.

No parecer, a Secretaria-Geral da Presidência alega ser “absurdo” o presidente não poder levantar publicamente uma discussão sobre supostas fraudes nas eleições.

 “A eventual concessão da tutela representaria uma imediata restrição a direitos fundamentais do impetrado (obstáculo inaceitável à livre manifestação do pensamento), sem contudo estar minimamente lastreada em prova pré-constituída”, diz o parecer.

 A AGc vai pelo mesmo caminho.

Note, leitor, a secretaria e a AGc  defendem que um presidente da República possa mentir desbragadamente, confundem mentira propagada por ele com liberdade de expressão, como se o indigitado não ocupasse o cargo mais importante do país, que não tivesse que respeitar nenhuma liturgia, que pode ser, juntamente com o gabinete do ódio, a maior fonte de fake news.

Arthur Lira, do séquito do “ii”, decidiu levar a PEC do ridículo à votação no plenário da Câmara. De seu lado, o ‘ii” ordenou um desfile de arminhas de guerra na frente do Circo do Planalto achando, na sua mediocridade, que vai intimidar os parlamentares que ele disse terem sido intimidados por Luís Roberto Barroso, que alguém irá mudar de ideia por medinho dele. Participarão do espetáculo circense o próprio “ii” e o “inefável” ministro da Defesa de teses indefensáveis Braga Netto.

 Em mais uma demonstração típica de cinismo, o coiso convidou os presidentes do STF, TSE e da Câmara para assistirem à “tanqueciata” que ele acha que vai amedrontar os parlamentares na votação de logo mais da PEC do Voto Impresso.                                                              

A informação foi publicada no “Blog do Ancelmo” (9), não dá pra resumir, perder-se-ia a noção do tamanho do despropósito. Seria em qualquer circunstância, mas tendo sido cometido por quem prometeu acabar com a velha política fica pior ainda:

https://blogs.oglobo.globo.com/ancelmo/post/bolsonaro-gastou-r-711-mil-em-inauguracao-de-microponte-no-am-quase-o-triplo-usado-na-sua-construcao.html

(CACALO KFOURI)

                                                           ***************

Copiada do G1

 Polícia investiga assassinato de advogado morto com um tiro na frente da família após discussão no trânsito em SP; veja vídeo

Daniel Mourad Mazjoub tinha 47 anos e morreu após sair de seu carro, um Jeep Compass branco, para discutir com o motorista de um Audi A4 prata que o fechou, no sábado (7) na Zona Norte da capital paulista. Esposa e filho de 17 anos viram o crime. Assassino fugiu.

O coiso atingindo o seu objetivo maior. É triste dizer isso, pelo tipo dos carros  os dois motoristas devem ter votado nele.

Trata-se do triste resultado de armar a população.

                                                             ***************

Copiada da Coluna Carla Araújo

 Exercício militar no Planalto cria constrangimento e desgaste às Forças

Generais têm reforçado nos bastidores que “não há blindados do Exército” na atividade prevista para acontecer nesta terça-feira (10) em Brasília.

Amanhã, às 8h30, “veículos blindados, armamentos e outros meios da Força de Fuzileiros da Esquadra” irão estacionar em frente ao Palácio do Planalto para que o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Defesa, general Braga Netto, recebam “convites para comparecerem à Demonstração Operativa, que ocorrerá no dia 16 de agosto, no Campo de Instrução de Formosa (CIF)”. A mensagem foi compartilhada pela assessoria de imprensa da Marinha.

Tudo conversa pra boi dormir. Se assim não fosse não teriam decretado cem anos de sigilo para as tramoias do general da banda podre Pazzo, o zuello; não teriam ficado indignados quando o presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz, referiu-se à banda podre do Exército. Para finalizar, um militar de qualquer das Armas se tivesse respeito pela farda que vestem jamais teria apoiado o coiso ou aceitado fazer parte de sua quadri ops! governo.

                                                             ***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

Ambev promove concurso de coquetéis sem álcool

 A Ambev, através(*) de sua marca Tônica Antarctica,

(*) Cara-pálida, se for através vai furar a latinha e vazar todo o conteúdo antes de alguém começar a fazer um coquetel, é por meio de, capisce?

Gilmar Mendes negou HC a acusado de liderar uma organização de ‘estelionato sentimental’

Usava as redes sociais a partir de “perfis falsos” e prometia casa, comida e roupa lavada para(XXX), no final, conseguia extorquir dinheiro da vítima.

(XXX) E, cara-pálida, para ser para tem de ser conseguir, conseguiu entender?

 O texto está assinado por Ancelmo Góis. Por distração de quem postou, foi publicado o original da notícia no pé da informação deixando  patente que o erro é de quem reescreveu, nele não há o erro apontado pelo “Mirando”:

O titular do blog está parecendo com Aras, aras, vejam só, o PGc a que tudo assiste e nada faz.

Avança a proposta para regulamentar o 5G no Rio

As comissões permanentes da Câmara do Rio deram parecer favorável, hoje, ao (Projeto de Lei)(*) que regulamenta a instalação de antenas

(*) Em geral, as publicações têm o que se chama de padronização de escrita, pois assim, por exemplo, usam projeto de lei em caixa-alta somente quando ele estiver identificado. No caso do blog, a padronização é a falta de padrão… Por que em alta, cara-pálida?

TRF-Rio nega novo pedido de Sérgio Cabral

Mas a relatora, a desembargadora federal Simone Schreiber, entendeu que “mesmo fora do poder, Cabral pode colocar  em risco a ordem pública por sua infulência(!!!) política”.  A relatora entendeu ainda “que se mantém(*) os pressupostos para a prisão”.

(!!!) Gravíssimo, se tem infulência tem de pegar, no mínimo, 30 anos! Influência, cara-pálida.

(*) Escriba, em sendo pressupostos eles se mantêm, capisce? E o erro deve ter sido seu na transcrição do que a desembargadora escreveu, já errou na “infulência”…

 Redução de horas trabalhadas não afeta o PIB

A conclusão de(!) é que não há uma clara relação entre o PIB

(!) Iria dar em erro de qualquer forma, é de que também estaria errado, o certo é “a de que”, cara-pálida.

Nando Reis e Samuel Rosa tocam ao lado dos filhos, Sebastião e Juliano, no Cultura nas Estações

 Veja que legal. Amigos de longa data, Nando Reis e Samuel Rosa(*) com os filhos, Sebastião e Juliano,  encontraram-se ontem nos bastidores do festival virtual Cultura nas Estações

(*) Veja que ilegal, faltou uma vírgula depois de Rosa, cara-pálida.

Império Serrano vai acolher pessoas em situação de rua para se protegerem do frio

O presidente do(!) Império Serrano, Sandro Avelar,

(!) Da Império, cara-pálida, da escola de samba.

 A bougainvillea do Jardim de Alah está tirando o fôlego dos visitantes

Essa(ESTA) é uma frondosa bougainvillea que virou atração turística na Praça Grécia do Jardim de Alah.

                                                           *************** bougainvillea

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter