imprensa - circo

Imprensa, charges, piada: o Circo do Planalto e seus tanquinhos

Circo Imprensa Foram publicadas na imprensa várias notícias, aquelas chamadas de informações de coxias, quase um trocadilho com Caxias, o patrono do Exército, dando conta do desconforto de setores militares devido ao desfile diante do Circo do Planalto com a participação do coiso e comandantes das Forças Armadas.

Uma das notícias conta que o Alto-Comando do Exército pressionou o comandante da Força, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, a não atender à convocação do ministro da Defesa Braga Netto para participar da cerimônia de entrega de um convite da Marinha ao ignaro ignóbil (ii). Mas, como hierarquia virou uma figura de ficção, ele atendeu.

Outra informa que o fato de o ministro da Defesa, Braga Netto, ter apoiado o uso político que o ii está fazendo das Forças Armadas está causando divisões e irritando parte dos oficiais da ativa e da reserva. Militares contaram à coluna de Juliana Dal Piva que isso fez com que Braga Netto passasse a ser chamado de “Calabar” por alguns de seus colegas.

Já dizia o grande comediante Ronald Golias, quando fazia a personagem Carlo Bronco Dinossauro,  “Qui nóis faiz, qui nóis paga!”. Nenhum, mas nenhum mesmo, militar tem desculpa, em qualquer momento que seja, por haver apoiado o ii, descrito como um mau militar por um dos ditadores de um triste período da história brasileira, sabiam todos em que lamaçal estavam entrando. Agora, aguentem o rojão.

 Veja, leitor, que lindo desfile militar em Brasília:

 

Depois dele, a consequência:

Circo Imprensa

Abaixo, mas um “Benjamim Cafalli” para a coleção:

Circo Imprensa

 

 

Circo Imprensa

Circo Imprensa

Circo Imprensa

Circo Imprensa

Mais útil teria sido um tanque destes, serve para lavagem de rachadinhas…

Circo

 

O ii sofreu duas derrotas no dia de ontem, conseguiu grande número de inimigos no Exército com seu ridículo desfile na frente do Circo do Planalto e a PEC do Voto Impresso foi rejeitada na Câmara com a ajuda de vários deputados de partidos que o apoiam.

Foram 229 votos a favor – para aprovação eram necessários 308 –, 218 contra e uma abstenção.

Um fato que chamou a atenção foi o de que dez deputados do PSDB votaram a favor da PEC e um, Aécio Neves, absteve-se (covardia pura). E pensar que se trata do  partido de João Doria, o governador de São Paulo que pretende sair candidato à Presidência em 2022.

Isso é útil para deixar evidente que pensar em semipresidencialismo em um país com 33 partidos e que não há uniformidade de atuação dentro deles não passa de fantasia.

Circo Imprensa

 

 

 Não se pode nem dizer que se trata de involução, ambos são farinha do mesmo saco. Ah, para quem não reconheceu, começa pelo torturador coronel (nem um pouco) Brilhante Ustra, ídolo do genocida.

(CACALO KFOURI)

                                                             ***************

Copiadas da Folha

Mônica Bergamo

CPI pode estabelecer vínculo entre lobby para compra de vacinas e disseminação de fake news

Coronel apontado por executivos da Davati como um dos militares que facilitou(!!!) o acesso à cúpula do Ministério da Saúde está ligado a Otávio Fakhoury, investigado por financiar notícias falsas

(!!!) Barrabás, tu também, escriba? Um dos que facilitaram, foram muitos os que fizeram isso, ele foi um deles, capisce?

Bolsonaro tenta enterrar marca petista com MP do novo Bolsa Família e PEC dos precatórios

 O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) apresentou nesta segunda-feira (9) o substituto do Bolsa Família. A MP (medida provisória) do Auxílio Brasil, com as regras do programa, tenta pôr fim a uma marca do PT.

Para abrir caminho para o programa driblando o teto de gastos, o governo também entregou ao Congresso uma PEC (proposta de emenda à Constituição) para parcelar dívidas da União reconhecidas pela Justiça (os precatórios) previstas para 2022.

É patente a intenção de desvincular o programa do nome de Lula. Mas, vai vinculá-lo ao de Dilma, é uma enorme pedalada.

O ideal seria fazer com que o Bolsa Família retornasse às suas origens, o Bolsa Educação,  criado no governo FHC, a família, para receber o pagamento, deveria apresentar a comprovação de que seus filhos estavam matriculados em escolas e frequentando as aulas.

Mas isto não passa pela cabeça de um governo contra a Educação e a Cultura.

                                                             ***************

Copiada da Coluna THAÍS OYAMA

“Envergonhado”, Alto(*)Comando do Exército quis que comandante se demitisse

(*) E você, cara-pálida, vai ficar envergonhada? Tem hífen aí.

O Alto(*)Comando do Exército pressionou o comandante da Força, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, a não atender à convocação do ministro da Defesa Braga Netto para participar da cerimônia de entrega de um convite da Marinha ao presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira.

(*) Falta no texto inteiro.

Para um militar, o não atendimento a convocação de um superior configura ato de indisciplina e, no caso de Paulo Sérgio, a única forma de evitar o cometimento da infração seria pedir demissão do cargo — precisamente o que o Alto(*) Comando queria.

Tanto Paulo Sérgio como o comandante da Aeronáutica e da Marinha perfilaram-se junto ao ministro Braga Netto na cerimônia de hoje de manhã na rampa do Palácio do Planalto.

Compareceram e nada acontecerá, no máximo será decretado sigilo de cem anos se alguma atitude for tomada contra os desrespeitadores da hierarquia militar.

As Forças Armadas se transformaram na Casa da Mãe Joana.

                                                             ***************

Copiada do G1

 Ministro da Educação defende que universidade seja ‘para poucos’

 O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou à TV Brasil que a “universidade deveria, na verdade, ser para poucos, nesse sentido de ser útil à sociedade” (veja VÍDEO acima). Ele defendeu que as verdadeiras “vedetes” (protagonistas) do futuro sejam os institutos federais, capazes de formar técnicos.

“Tenho muito engenheiro ou advogado dirigindo Uber porque não consegue colocação devida. Se fosse um técnico de informática, conseguiria emprego, porque tem uma demanda muito grande”, disse Ribeiro, em entrevista ao programa “Sem Censura”, na noite desta segunda-feira (9).

Dá pra acreditar que tamanha barbaridade tenha sido proferida por um ministro da Educação que já foi reitor de uma universidade (Mackenzie, em São Paulo), que se diz pastor??? Pois é, foi por causa desta mentalidade curta e preconceituosa o escolhido para substituir o sinistro Abraham Weintraub, que teve de fugir do país para não ser preso, manter o nível medíocre dos anteriores.

                                                             ***************

Copiadas do UOL

CPI: Coronel nega propina e trata Davati como encaixe em reunião na Saúde

O tenente-coronel da reserva e presidente do Instituto Força Brasil, Hélcio Bruno de Almeida, afirmou hoje, em depoimento à CPI da Covid, nunca ter presenciado oferta ou cobrança de propina durante as conversas do Ministério da Saúde com a Davati —empresa americana que tentou vender, entre fevereiro e março deste ano, um suposto lote de 400 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca.

Foi nesta negociação que, segundo o policial Luiz Paulo Dominghetti, que atuava como revendedor informal da Davati, houve uma sugestão de propina por parte do ex-diretor de logística do ministério, Roberto Ferreira Dias, em jantar em 25 de fevereiro. Este nega ter cometido qualquer irregularidade.

Aos senadores, Hélcio Bruno também negou ter feito negócios com Roberto Dias e negou conhecer o tenente-coronel e ex-assessor do Ministério da Saúde Marcelo Blanco. Este último estava no jantar com o suposto pedido de propina e negou ter presenciado qualquer solicitação ilegal. “Jamais participei de qualquer reunião ou encontro no qual teria sido oferecida ou solicitada vantagem indevida por quem quer que seja. E também informo que jamais estive presente em qualquer jantar com o senhor Luiz Paulo Dominghetti, muito menos naquele que teria ocorrido em 25 de fevereiro. Até porque, nessa data, eu sequer o conhecia”, disse Hélcio Bruno.

As declarações do coronel na abertura da oitiva contrariam versões apresentadas por depoentes anteriores em relação à sua suposta proximidade com outros militares que ocupavam cargos de comando dentro do Ministério da Saúde na gestão do ex-ministro Eduardo Pazuello (demitido em março deste ano).

Segundo Carvalho, ele e Dominghetti foram buscados no aeroporto de Brasília por um advogado do Instituto Força Brasil com alguns funcionários da Senah e então levados à sede do Força Brasil. O instituto se declara “sem fins lucrativos” com o objetivo de “fazer frente à hegemonia da esquerda como participante do poder, bem assim ao crime organizado nas instituições”. Para Carvalho, o Instituto Força Brasil foi o “braço” que a Senah usou para chegar “frente a frente” com Élcio Franco.

Mentiu quando falou, mentiu quando se calou. Uma das petas mais vergonhosas aconteceu quando foi perguntado por Renan Calheiros se havia participado de algum evento com  Luiz Paulo Dominghetti  e com o “reverendo” Amilton Gomes. Negou e Renan apresentou uma foto com ele e os dois juntos em um jantar. A saída dele foi, “Não, não é um jantar, é um almoço.”.

Junte-se o acima com o fato de ele ser diretor do Instituto Força Brasil é forte concorrente ao prêmio de maior mentiroso da CPI.

Senado aprova texto-base do projeto que revoga a Lei de Segurança Nacional

O Senado aprovou hoje o texto-base do projeto de lei que revoga a LSN (Lei de Segurança Nacional), criada durante a ditadura militar. O PL também adiciona ao Código Penal os crimes contra a democracia e soberania nacional. A votação foi simbólica e ainda serão votados destaques, que podem alterar o texto — porém, se estes forem rejeitados, o texto segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

É necessário completar a informação relativa ao ii, sem partido e sem escrúpulos.

O relator do PL 2.108/2021 é o senador Rogério Carvalho (PT). O projeto cria um novo título no Código Penal para tipificar dez crimes, como os de interrupção de processo eleitoral, fake news nas eleições e atentado a direito de manifestação.

Boa notícia, antes tarde do que nunca. Mas nem tudo foram flores no Congresso, antes, o dilúvio, a  Comissão Especial da Câmara, criada para analisar propostas de reforma eleitoral, aprovou, na segunda (9), tanto a volta das coligações partidárias para eleições proporcionais como a mutreta do ‘distritão’.

O distritão favorece os caciques de todos os partidos e prejudica quem pretende ingressar na vida política. Para saber mais:

https://g1.globo.com/politica/noticia/2021/08/10/entenda-o-que-e-o-distritao-e-por-que-especialistas-o-consideram-um-retrocesso.ghtml

‘Vamos derrotar Bolsonaro’, diz Lula após encontro com Dilma

Em publicação nas redes sociais, Lula ainda disse que eles derrotarão o “desastre” que é o governo Jair Bolsonaro (sem partido). Lula já admitiu que disputará as eleições presidenciais de 2022.

É tudo que o coiso quer ouvir apesar do medão que tem de Lula. Também é tudo o que as pessoas que sabem somar dois com dois não queriam ouvir.

                                                             ***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

 PDT pede nova interdição de Bolsonaro à Procuraria(*)Geral da União

(*) Puseram o hífen mais tarde, mas deixaram o pior erro como se verá abaixo

 O PDT entrrou(?), agora há pouco, com novo pedido de interdição do presidente Bolsonaro na Procuradoria(-)Geral da República(???)

(?) Alemón? Entrou, cara-pálida.

 (???) PGU ou PGR, cara-pálida?

A ação relembra momentos,  desde o início da pandemia,  em que Bolsonaro ignorou medidas restritivas ao(!!!) Covid-19

(!!!) Quase 570 mil mortos e a cara-pálida ainda não notou que é “a” Covid-19? Que ligadona!

De acordo com Carlos Lupi,presidente do PDT, “a decisão de entrar com essa(ESTA)(*) nova ação tem a ver com a participação de Bolsonaro no desfile militar,  em Brasília. O presidente sofre de insanidade mental e suas ações devem ser apuradas pela PGR(???)“, disse Lupi.

(???) Ué, o pedido não foi dirigido à PGU?

Como se sabe, outro pedido de interdição foi feito pelo PDT em março desse(DESTE)(*) ano.

(*) Como a cara-pálida errou aqui, presume-se que tenha cometido o mesmo erro ao reproduzir a fala de Lupi.

Projeto no Senado quer tornar inelegível quem for condenado pelo Tribunal Penal Internacional

Veja esta(*) projeto de lei que foi apresentado pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES).

(*) Fantástico, quando o cara-pálida acerta o demonstrativo erra na concordância. Este, escriba.

O Tribunal, (*) cuja jurisdição o Brasil se submete a partir de emenda constitucional de 2004,

(*) Cara-pálida, a cuja.

Loteria Nacional da Inglaterra veicula campanha sobre Jogos Olímpicos de Tóquio

 Além da veiculação de comerciais no(*) rádio, TV e mídias sociais,

(*) Eta nós, desconhece regras básicas. Ou usa em ou tem de ser no rádio, na TV e nas mídias sociais, capisce?

Segundo o advogado Pedro Trengrouse, especialista em Direito Esportivo e coordenador da FGV/ FIFA/ Master Alumni,  uma das razões que ajuda(!!!) a explicar

(!!!) Pelo jeito, não há o que ajude a acertar, mas este mirandeiro vai tentar mais uma vez. Cara-pálida, são várias a razões que ajudam a explicar, das várias razões que ajudam a explicar, esta é uma, capisce?

 O Festival de Poesia de Lisboa debate urgências pós-pandemia

Prevista para acontecer entre 12 a 18 de setembro, a quinta edição do Festival de Poesia de Lisboa deste (???) desenhada sob o tema “Terra

(???) Deste o quê, cara-pálida? Ahhh, ano.

Poetas de seis países diferentes(*) participam desta edição –

(*) Cara-pálida, aponte, por favor, seis países iguais para justificar o “diferentes”.

Olimpíada de Matemática do Rio vai levar 40 estudantes da rede pública para Disney e Nasa

Os cinco primeiros alunos e as cinco primeiras alunas de cada ano escolar, do 6° ao 9° ano do ensino fundamental, serão contemplados com essa(!!!) experiência única.

(!!!) Se fosse de Português, ninguém do blog iria, esta, cara-pálida, a que está sendo anunciada.

Aras sugere ‘aprimoramento’ dos órgãos de imprensa em ação da ABI contra abusos judiciais

Em manifestação apresentada hoje ao STF, o procurador-geral da República, Augusto Aras, manifestou(*) pela improcedência

(*) Cara-pálida, e a gramática manifestou-se contra a sua escrita, faltou “se” depois de manifestou.

Na ação, a ABI explica que ações e decisões judiciais contra jornalistas e órgãos de impresa(???) são cada vez mais frequentes.

(???) Duvi-de-o-dó (não existe na escrita oficial, portanto é assim que vai), cara-pálida, são órgãos de imprensa.

O cinquentão Fábio Assunção posa com Miá Mello nos bastidores de ‘L.O.C.A’

Fábio assunção(!), que está fazendo 50 anos hoje,

(!) Tadinha, não sarou ainda, continua com caixa-altabaixite… Assunção, cara-pálida.

Há dez anos: ‘Justiça sem medo’, documentário narra o assassinato da juíza Patricia Acioli

Porém, os dois oficiais condenados pelo homicídio ainda estão na PM recebendo salário: o coronel Claudio Oliveira, o mandante do assassinato, ganha R$ 40 mil, e o tenente Daniel Benitez, um dos que atirou(!!!) em Patrícia, recebe R$ 10 mil. Os praças foram logo expulsos.

 (!!!) Bem que este mirandeiro avisou que não adianta ajudar, Tico e Teco dormindo não deixam… Atiraram, cara-pálida!

É o retrato do que ocorre no país, todos são iguais perante a lei, mas uns são mais iguais que outros.

                                                             ***************

Circo - Imprensa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter