debate

Debate “aglomeração” não funciona. Nem aqui, nem lá

debateOntem (1º), na TV Bandeirantes, houve o primeiro debate entre candidatos à Prefeitura de São Paulo. Sem medo de errar, foi mais improdutivo que Trump/Tramp e Joe Biden, nenhuma proposta, muitos ataques pessoais e a confirmação que o formato não funciona, impossível sair algo que preste de um debate com 11 pessoas.

 O presidente dos EUA, sentindo o cheiro da derrota, está criando um clima perigoso ao anunciar que não aceitará um resultado das eleições que não seja o de sua vitória. Trata-se de um país em que não faltam radicais, o comportamento do candidato à reeleição pode levar o país a conflitos sangrentos.

 Os vários balões de ensaio lançados pelo Imposto Ipiranga para a criação do Renda Cidadã são contestados um por um, seja pelo coiso, seja pelo vice Mourão – “Não tem de onde tirar [o dinheiro]”. Caminha para se transformar em “Se Renda, Brasil”. A verdade é que tem de onde tirar, há muito recurso destinado a áreas não essenciais, sem falar nos desperdícios causados por má gestão.

 (CACALO KFOURI)

                                                               ***************

                                                                ***************

Copiada do UOL

Fundação Palmares retira nome de Benedita de lista de personalidades negras

A deputada federal e candidata do PT à Prefeitura do Rio, Benedita da Silva, teve o nome retirado da lista de personalidades negras da Fundação Palmares. Ela afirmou que irá à Justiça contra a decisão. O presidente da entidade, Sérgio Camargo, alegou que a decisão foi tomada por Benedita responder a um processo por improbidade administrativa.

Com este desclassificado na presidência da fundação Benedita deveria sentir-se homenageada ao ter o nome retirado da lista.

                                                               ***************

Copiadas da Folha

Pressão para Bolsonaro desistir de Kássio(*) no STF inclui até mensagens de aliados em seu WhatsApp

(*) Começou… não tem acento, é assim que está no site do Tribunal: DS53 – KASSIO MARQUES

 Desde a quarta-feira (30), quando o nome do juiz foi anunciado como o favorito do presidente, textos e imagens estão sendo divulgados nas redes sociais associando Kássio(*) ao PT, partido adversário da atual gestão.

De  coisiformes nada surpreende, são inacreditáveis, acham que Celso Russomanno é esquerdista…

 Bolsonaro é aconselhado a oficializar indicação ao STF nas próximas horas para tirar desembargador do ‘sereno’

 Kássio(*) Nunes Marques está sob tiroteio desde que o presidente o convidou para ser ministro do Supremo.

Indicada à Suprema Corte é associada a grupo religioso em que mulheres são submissas

Mas não adianta procurá-la no site da revista. Sete edições, entre 2006 e 2012, recentemente evaporaram de lá. Todas menciovam(*) a juíza federal ou alguém de sua família.

(*) Tá faltando “na”, cara-pálida.

O que não sumiu do mapa foi a associação entre a nomeada para a cadeira da progressista Ruth Bader Ginsburg e a People of Praise (pessoas de louvor), uma comunidade de católicos que até pouco tempo atrás chamava suas líderes femininas de “servas” —”handmaids”, no original.

Uma praga devastadora que assola o mundo todo é o fato de que juízes e presidentes estão pondo suas crenças acima dos códigos e das constituições. E não faltam seguidores desse terrível erro.

 Bolsonaro confirma indicação de Kassio ao STF: ‘2ª vaga será de evangélico’   

 A prova da estupidez e veio de onde não havia dúvida de que viria.

                                                              ***************

Copiadas do G1

Doria não consegue mínimo de deputados em plenário para votação, e aprovação de ajuste fiscal depende de nova sessão

O governo de São Paulo não conseguiu o número mínimo de deputados necessários para votar na quarta-feira (30) na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) o projeto de lei de ajuste fiscal proposto pelo governador João Doria (PSDB). No entanto, a medida ainda poderá ser votada nesta quinta-feira (1º) se o presidente da Casa, Cauê Macris (PSDB), agendar duas sessões extraordinárias.

A medida apresentada por Doria prevê o fim de órgãos como, por exemplo, a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), responsável por programas habitacionais à população de baixa renda, e a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU). Se for aprovado até o dia 2 de outubro, o projeto começará a valer a partir de 1ª de janeiro de 2021.

Sem entrar no mérito do projeto, não passa de um sonho de uma noite de primavera que mais parece verão que parlamentares aprovem algo assim em véspera de eleição.

 Operação de combate (à crimes)(!!!) ambientais é realizada na terra indígena Rio Mequéns em RO

Uma operação de combate (a crimes)(*) ambientais em terras indígenas foi realizada na sexta-feira (25) e sábado (26) pela Polícia Federal.

(!!!)(*) O cara-pálida se continuar assim será contratado pelo UOL, pois além de desconhecer regra básica de gramática não sabe nem copiar o que lê, a crase absurda é criação dele, não está no texto que titulou.

                                                                  ***************

Copiada do Estadão

‘É comprometido com agenda anticorrupção?’, questiona Moro sobre nome para STF

 O ex-ministro da Justiça e ex-juiz da Lava Jato Sérgio(XXX) Moro afirmou nesta quinta-feira, 1º, que o Senado deve assegurar que o nome indicado pelo presidente Jair Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal seja comprometido com a agenda anticorrupção. O ex-juiz disse que não estava comentando nenhum nome específico, “até porque não houve a indicação ainda”, mas enfatizou que senadores devem perguntar: “O candidato é comprometido ou não com a agenda anticorrupção?”.

(XXX) Sergio… aposto que se o nome do candidato fosse Cassio em vez de Kassio o Estadão já teria tascado um acento.

Que moral tem alguém que aceitou ser ministro da Justiça de um que tem um torturador com ídolo, sabedor desde sempre das rachadinhas dos 00s para falar em anticorrupção? O Moro anticorrupção morreu no momento em que deixou a toga.

                                                                  ***************

Copiada da Coluna Carla Araújo

Para destinar R$ 3,3 bi para obras governo quer tirar R$ 1,4 bi da Educação

Cá entre nós, o Brasil pegando fogo e nada do Exército ajudando a apagar, o governo entupido de militares desnecessários ganhando dobrado, entrando armas por todas as fronteiras, terras indígenas invadidas por garimpeiros e madeireiros, projetos inúteis de submarinos quê, no lançamento, estarão obsoletos, por quê, então, não tirar das  Forças Armadas?

                                                                  ***************

Copiada da Coluna JAMIL CHADE

Grupo indígena criticado por Heleno leva prêmio de direitos humanos nos EUA

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB)(*) foi anunciada como a vencedora do Prêmio Internacional Letelier-Moffitt de Direitos Humanos 2020, do Instituto de Estudos Políticos de Washington (EUA). O reconhecimento aumenta a pressão sobre o governo brasileiro, já duramente afetado por críticas internacionais diante de seu comportamento na Amazônia, em temas de direitos humanos e, mais especificamente, sobre a questão indígena.  

(*) Cara-pálida, abra o Volp, no apêndice “possui” uma gramática, nela aprenderá que se a sigla der leitura direta deve ser escrita com a primeira letra em caixa-alta e as outras em baixa, portanto, Apib.

Uma fonte “fididinha” contou-me que só tem “cumunista” no tal do instituto, até já foram denunciados por um supremacista branco confesso, Trump/Tramp.

                                                                  ***************

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter