foi um show das meninas

Foi um show das meninas. Blog do Mário Marinho

foi um show das meninas

Quem assistiu à final do Brasileirão feminino, esse domingo, entre Corinthians e Palmeiras e gosta do futebol, com certeza, saiu satisfeito com o que viu.

Há muito não vejo um jogo de futebol tão bem disputado, em tão alto nível técnico e de respeito dentro de campo.

Transcorrido poucos minutos de futebol, minha caríssima metade que há mais de meio século me acompanha na vida e nos jogos de futebol, fez observação apurada e inteligente.

– Parece que no futebol das meninas a bola corre mais.

Não é que parece: é a pura verdade.

As meninas se preocupam em jogar futebol. O número de faltas foi mínimo.AKI GIFS: Gifs animados Futebol Feminino

Quando uma delas cai, levanta-se imediatamente e segue o jogo.

No jogo dos marmanjos, quando um cai, sai rolando como se estivesse pirambeira a baixo. Ou então, já cai com a mão levantada, se esgoelando e gritando como se estivesse afogando.

O jogo de ontem, tenso porque decisivo, não se viu em momento algum uma jogadora encarando a outra, como se vê no jogo dos marmanjos, nem a pressão constante em cima da arbitragem.

Foi um jogo limpo. Parecia futebol europeu.

Aliás, reparei também que a maioria das jogadoras têm o cabelo natural.

Acredito que elas gastem bem menos tempo no salão que os rapazes com seus cortes de cabelos personalizados em estilos e cores os mais diversos e bizarros.

Tenho certeza absoluta de que o Gabigol leva mais tempo fazendo as sobrancelhas do que a Vic que fez aquele golaço de bicicleta.

Tecnicamente, o Corinthians sobrou em campo dando um passeio no adversário.

Os 3 a 1 ficaram de bom tamanho para o Verdão que já havia vencido o primeiro jogo e precisava apenas do empate para ser campeão brasileiro pela terceira vez.

Essa superioridade é o resultado prático do trabalho que é desenvolvido pelo Corinthians há tempo.

E um trabalho que tem continuidade garantida, pois as equipes do sub 18 e sub 17 estão também na disputa do título do brasileirão de sua categoria.

Já o Palmeiras conseguiu a façanha de chegar à final com apenas um ano de trabalho sério. Também tem futuro.

Aquele preconceito que o futebol feminino era apenas para as sapatas já não tem mais lugar.

As meninas são meninas e muito boas de bola.

O gol da Vic, de bicicleta, foi um primor. Assim como foi um golaço também o que marcou Camilinha para o Verdão: um chute indefensável.

Agora, a CBF precisa rever sua premiação para mais incentivar o futebol feminino.

Pelo título, o Corinthians recebeu R$ 290 mil. O vice, Palmeiras, ficou com 190 mil.

Muito, muito pouco se comparado com os R$ 33 milhões que o campeão brasileiro masculino ganhará este ano.

 Dois golaços,

Ambos de bicicleta

O primeiro foi de Romeu, ponta esquerda do Corinthians, no jogo contra a Ponte Preta, no dia 21 de abril de 1976.

Veja como foi:

https://youtu.be/kWRtcY1Uz7w

Agora, veja o golaço da Vic aos 27 minutos do primeiro tempo do jogo de ontem na Neo Química Arena.

https://youtu.be/IpwaMwmZNNw

Mais

Dinheiro

dinheiro -,dólares

Já que falamos em dinheiro acima, veja esses números, capaz de deixar qualquer um tonto. Na verdade, é uma quantia tão grande que nem dá para imaginar um simples mortal como eu ou você recebendo assim, sem mais nem menos.

Segundo a revista Forbes, especializada em riquezas, Cristiano Ronaldo, que acaba de voltar ao futebol inglês, é o jogador mais bem pago do mundo.

Ele ganha a bagatela de 125 milhões de dólares ao ano.

Com o dólar a R$ 6,00 isso dá cerca de R$ 720 milhões por ano. Ou seja: R$ 60 milhões por mês.

Mais ainda: o gajo acorda às sete da manhã e, quando for dormir às 23 horas, terá mais R$ 2 milhões em sua conta. Todos os dias.

A minha vingança é que ele vai ter sérios problemas com o Imposto de Renda.

E segundo lugar, está o argentino Messi com 110 milhões de dólares.

E o Neymar que deixa você fulo da vida com aquelas quedas espetaculares dentro de campo, é o terceiro colocado: deita e rola em apenas 95 milhões de dólares por ano.

Essas quantias são frutos de contratos com os clubes e de publicidade.

Cristiano Ronaldo, por exemplo, recebeu 70 milhões de dólares (aproximadamente R$ 420 milhões) de salários da equipe do Manchester United.

Os outros 75 milhões de dólares virão de contratos de publicidade e as vendas com sua marca registrada, a CR7.

Messi vai receber 75 milhões de dólares com o salário do Paris Saint Germain e outros 35 em acordos publicitários.

Nosso Neymar, pobrezinho, receberá 75 milhões de dólares de salários e outros 20 milhões de dólares em contratos de publicidade.

É muita grana, não é mesmo? Ficou meio tonto? Leia outra vez.

Para você se esquecer de tantos números, veja os gols do Fantástico.

https://youtu.be/IiaLAw4CkQ4

___________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)
____________________________________________________________________

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter