MENGO TU ÉS O MAIOR

Mengo, tu és o maior! Blog do Mário Marinho

MENGO, TU ÉS O MAIOR!

BLOG DO MÁRIO MARINHO

MENGO TU ÉS O MAIOR

Corria o ano de 1952.

Minha família morava no Rio de Janeiro. Mais precisamente, na Ilha do Fundão onde o meu pai trabalhava na administração da construtora que fazia as primeiras obras para a futura Cidade Universitária do Rio.

Eu e o meu irmão Márcio brincávamos na praia que havia perto de casa, quando eu vi um objeto reluzente na areia.

Corri para pegar, mas, meu irmão mais velho e mais esperto chegou na minha frente e pegou o espelhinho redondo, de bolso, que se usava muito na época.

Argumentei que vi primeiro, mas, ele, democraticamente impôs a ditadura do mais velho e eu fui vencido.

O espelho tinha o vidro de um lado e do outro o escudo de um time, o Fluminense, para o qual meu irmão passou a torcer.

Fique com bronca e procurei saber qual o time que ganhava do Fluminense. Me disseram que era o Flamengo e eu me tornei flamenguista.

O Mengão tinha esse time base: Garcia, Tomires e Pavão; Jadir, Dequinha e Jordan; Joel, Evaristo (Paulinho), Rubens (Benitez/Henrique), Dida (Índio) e Babá (Zagallo).

Naquela época, eu acompanhava futebol pela rádio Nacional, grande líder de audiência. Também na Nacional eu acompanhava o programa humorístico “Balança, mas, não cai”.

Havia um quadro de um torcedor fanático que, logo na abertura, dizia do fundo da alma: “Mengo, tu és o maior”.

Eu acreditava nisso.

E, hoje, está aí: o Flamengo é o maior do Brasil.

Perdeu para o São Paulo no último jogo do Brasileirão, mas, mesmo assim, levantou a Taça de campeão brasileiro.

Vão dizer que houve ajuda do VAR, vão dizer isso e aquilo, mas, a verdade é esta: não existe, atualmente, no Brasil time melhor que o Flamengo.

Esse Brasileirão foi tumultuado, como tumultuada andam nossas vidas – a minha e a sua.

E a vida do Flamengo não foi nada diferente. Houve troca de técnicos, contusões, desentendimentos, quase crises… enfim, uma bela bagunçada, diferente daquela campanha fulminante e espetacular de 2019 que levou ao título de campeão do Brasileirão e da Libertadores e vice mundial.

Rogério Ceni chegou e por pouco não vai embora.

Só aos 45 do segundo tempo, ou seja, na 37ª rodada o Mengão assumiu a liderança ao vencer o Internacional no Maracanã, destronando o Internacional, então líder.

Não jogou bem contra o São Paulo e foi, com justiça, batido por 2 a 1.

Mas, lá no Rio Grande do Sul, o Internacional não teve competência para vencer o fraco Corinthians e ficou sem o título que persegue há 41 anos.

Mesmo não jogando bem, torna-se um prazer muito grande ver o Flamengo jogar.

É um time com craques como Gérson, Bruno Henrique, Arrascaeta, Gabigol e Everton Ribeiro.

Se não passar por problemas internos, administrativos, desavenças de vestiário, o Mengão já sai favorito para a atual temporada.

Nos meus ouvidos, ecoam, como música, o refrão: “Mengo tu és o maior!”

Aqui está o time base do Mengão de 1955.

Em pé: Pavão, Chamarro, Servílio, tomires, Dequinha e Jordan. Agachados: Joel, Duca, Índio, Dida e Zagallo.

Melhores momentos de São Paulo 2 x 1 Flamengo

 

Melhores momentos de Internacional 0 x 0 Corinthians

Não para,

Não para.

O futebol é assim mesmo.

Termina o Brasileirão na quinta e começa o Paulistão no sábado.

No domingo, temos o primeiro jogo da final da Copa do Brasil, entre Grêmio e Palmeiras.

Felizmente, a bola não para de rolar.

Gols da quinta-feira no Brasileirão:

_____________________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

_______________________________________________

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter