ZEBRA - FLAMENGO

A Zebra estará em campo esta noite? Blog do Mário Marinho

A ZEBRA ESTARÁ EM CAMPO ESTA NOITE?

BLOG DO MÁRIO MARINHO

ZEBRA - FLAMENGO

Em condições normais de temperatura e pressão, o Flamengo se tornará Campeão Brasileiro esta noite, derrotando o São Paulo, no Morumbi.

No outro jogo, dentro das mesmas condições, o Internacional derrotará o Corinthians.

As afirmações teriam força de verdade não fosse um detalhe muito simples: a imprevisibilidade que toma conta do futebol e o eleva a patamares míticos e de esporte mais apaixonante do mundo.

A imprevisibilidade atende pelo nome de Zebra.

Como se sabe, a história da zebra no futebol remete ao técnico Gentil Cardoso, excelente frasista. Ele dirigia o Vasco da Gama, em 1952, que iria enfrentar o pequeno Olaria pelo Campeonato Carioca, quando um repórter perguntou-lhe que perigo representava o Olaria naquele jogo.

O criativo técnico respondeu:

– Sabe qual a possibilidade da vitória do Olaria? É a mesma de dar zebra no jogo do bicho.

O Jogo do Bicho, muito forte e popular naquela época, reunia 25 animais, mas, não tinha zebra. Portanto, era impossível dar zebra no Jogo do Bicho.

O forte time do Flamengo chega ao jogo final desta noite embalado.

Depois de alguns tropeços e desencontros com a chegada do técnico Rogério Ceni, o Mengão retomou o caminho da vitória e a última delas foi sobre o Internacional que já pintava como campeão.

O São Paulo, em sentido contrário, pintou como campeão por boa parte do Brasileirão que liderou e chegou a colocar sete pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

Depois, como suave e sensível manteiga exposta ao calor, foi derretendo.

Sua última façanha foi ser derrotado pelo rebaixado e lanterna Botafogo.

Em Porto Alegre, só a zebra pode acalentar vitória do Corinthians sobre o Internacional.

Fraco de elenco, fraco de direção, o timão não será páreo para o Inter.

Mas, o futebol está recheado de histórias de zebras.

Como esquecer a derrota do Brasil na Copa de 1950, quando perdeu o título para o Uruguai, em pleno Maracanã?

Foi um desespero para as 200 mil pessoas que lotaram o Maracanã e para milhões de brasileiros que acompanhavam pelo rádio a esperada festa que se transformou em tragédia.

Brasil 1 x 2 Uruguai, 1950.

Em 2004, o Santo André venceu o Flamengo, no Maracanã, e sagrou-se campeão da Copa do Brasil.

 Em 1986, o pequeno Internacional de Limeira, simpática cidade do Interior de São Paulo, venceu o Palmeiras no Morumbi e sagrou-se Campeã Paulista.

Em 1985, Bangu e Coritiba decidiram o Campeonato Brasileiro, no Maracanã. O Bangu deixou Internacional e Vasco para trás em uma das fases de grupo do Brasileirão de 1985. O Coritiba passou no grupo que tinha o Corinthians. O time paranaense ainda eliminou o Atlético MG e chegou à final mais inesperada do Brasileirão até então, contra o Bangu. O título só saiu nos pênaltis, com vitória do Coxa por 6 a 5.

A gloriosa história do futebol está repleta de histórias como essas, aqui lembradas pelo site www.torcedores.com .

História

Dentro da história

Naquela noite de 1986, em que a Inter de Limeira derrubou o poderoso Palmeiras, eu era Editor de Esportes do Jornal da Tarde.

Roberto Avallone era o subeditor e Sidnei Mazzoni era redator, ambos em minha equipe de esportes, ambos palmeirenses, ambos falecidos, ambos saudosos.

Eles saíram da redação do JT, na Marginal do Tietê, para o Morumbi, certos de que participariam de uma grande festa. Afinal, o Verdão não era campeão desde 1976.

Ali perto da redação existia um motel famoso na época, que se chamava Motel Guarujá.

Ao passarem em frente ao Motel Guarujá, Mazzoni provoca o amigo.

– Avallone, imagina agora, aqui no Motel Guarujá a Vera Fischer te convidando para entrar. Imagina só.

Avallone responde de pronto:

– Que Motel que nada, que Vera Fischer que nada! O negócio é o Palestra, Exclamação! Vera Fischer vai ter que esperar. Palestra campeão!

Na volta do Morumbi, ambos calados, derrotados, arrasados. Passam em frente ao Motel Guarujá e Mazzoni olha para o Avallone.

– Não fala nada, fica calado.

Murmurou o saudoso amigo, sem exclamação, sem nada.

_____________________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

_______________________________________________

1 thought on “A Zebra estará em campo esta noite? Blog do Mário Marinho

  1. Boa tarde Marinho,
    Ainda bem que você não colocou resultados dos jogos, pois era certeza que a maioria você erraria ( aliás eu também ). Mas boa matéria sobre a origem da zebra, assim como a frequência de aparecimento.
    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter