vitória de raça

Palmeiras: vitória de raça. Blog do Mário Marinho

PALMEIRAS: VITÓRIA DE RAÇA

BLOG DO MÁRIO MARINHO

vitória de raça

É verdade que a importante vitória do Palmeiras ontem a noite, em Porto Alegre, 1 a 0, foi construída com sua maior capacidade técnica e acertado esquema tático imposto pelo técnico Abel Ferreira.

Mas a confirmação da vitória só foi possível graças à entrega e dedicação totais dos jogadores palmeirenses que se desdobraram para resistir ao sufoco a que foram submetidos pelos gaúchos.

O jogo em Porto Alegre teve os primeiros momentos de forte embate físico, com seguidas jogadas faltosas de ambos os lados. Parecia que cada time queria mostrar   força na base da pancada.

Com o passar dos minutos o jogo voltou ao normal, com ligeiro domínio do Palmeiras, time mais organizado taticamente.

E não foi com nenhuma tática revolucionária. Pelo contrário: o time se colocou bem do meio-campo para trás, tirando o espaço dos gremistas. O ataque ficou com as jogadas em velocidade de Roni e Wesley. Luís Adriano, muito marcado, pouco produziu.

Aos 31 minutos, o Palmeiras conseguiu o seu gol através de cabeçada de Gomez, em jogada manjada, porém, que dá sempre bons resultados.

Os dois times voltaram para o segundo tempo com o mesmo comportamento: o Palmeiras dominava e o Grêmio fazia suas tentativas sem sucesso.

O jogo poderia ter continuado assim, o que levava a crer que o Verdão até conseguiria ampliar o marcador. Porém, aos 19 minutos, o zagueiro Luan cometeu falta indesculpável, desleal e desnecessária: cotovelada no rosto do atacante Diego Souza e recebeu merecido cartão vermelho.

Com um jogador a mais e com a entrada do ágil Ferreirinha, o Grêmio tornou-se muito perigoso. Só não conseguiu o seu gol de empate graças à raça e determinação dos jogadores palmeirenses.

Ao final, vitória justa que lhe dá o direito de jogar pelo empate, no próximo domingo, para levantar a Copa do Brasil.

Veja os melhores momentos:

 

Bola rola

nos Estaduais.

Nesse apertado pandêmico e ainda descontrolado calendário do futebol brasileiro, em muitos estaduais a bola começou a rolar neste fim de semana.

Em São Paulo, o novo técnico do São Paulo, Hermán Crespo, fez sua estreia ontem com um pálido empate, em casa, contra o Botafogo, de Ribeirão Preto: 1 a 1. O argentino foi contratado na semana que passou e, claro, ainda não teve tempo.

Jogando em Bragança, o Corinthians ficou no empate com o Bragantino, 0 a 0. O Santos empatou com o Santo André, 2 a 2, ainda sem o seu técnico recém-contratado, o argentino Ariel Holan.

Em Minas, destaque para o goleiro Victor que, aos 28 anos, encerrou sua carreira no Atlético.

Foram nove anos de uma carreira bem sucedida a ponto de a torcida do Galo ter canonizado seu ídolo como o Santo Victor do Horto.

Com a bola rolando, o Galo venceu a URT por 3 a 0, no Mineirão.

O América bateu o Bola Esporte, 1 a 0, e o Cruzeiro empatou com o Uberlândia, 1 a 1.

O Campeonato Carioca começa amanhã, com Flamengo x Nova Iguaçu.

Veja os gols do domingo:

_____________________________________________________________________________

Mário Marinho – É jornalista. É mineiro. Especializado em jornalismo esportivo, foi FOTO SOFIA MARINHOdurante muitos anos Editor de Esportes do Jornal da Tarde. Entre outros locais, Marinho trabalhou também no Estadão, em revistas da Editora Abril, nas rádios e TVs Gazeta e Record, na TV Bandeirantes, na TV Cultura, além de participação em inúmeros livros e revistas do setor esportivo.

(DUAS VEZES POR SEMANA E SEMPRE QUE TIVER MAIS
 NOVIDADE OU COISA BOA DE COMENTAR)

_______________________________________________

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter