besta do negacionismo

Ainda duvida? Veja os vídeos da besta do negacionismo

Técnico do América mineiro:

Lisca: “Não quero parar o futebol, mas a ciência diz que precisa segurar”

Técnico do negacionismo:

coiso: “Bolsonaro volta a atacar recomendação da OMS de isolamento: Chega de mimimi”

O Brasil no “The New York Times”: “Brazil’s Covid Crisis Is a Warning to the Whole World, Scientists Say” –

https://nyti.ms/3ejruP9

(CACALO KFOURI)

                                                                  ***************

Copiadas do G1

Culto religioso provoca aglomeração em quadra de escola de samba na Baixada Fluminense

Pastor afirma que igreja adotou distanciamento, mas imagens o desmentem.

Quem aprendeu com quem a mentir, o pastor com o coiso e o general da banda Pazzo, o zuello, ou eles com os pastores “evangélicos”? Os dois desmentem as mentiras que falaram e estão gravadas, o vídeo mostra a lorota do pastor:

MPF pede que Bolsonaro seja investigado por provocar aglomerações no CE

Ele vai fazer igual ao pastor, desmentirá, mentindo, o indesmentível.

Bolsonaro diz que ‘tem idiota’ que pede compra de vacina: ‘Só se for na casa da tua mãe’

 Sem comentários, impossível fazer sem cair abaixo do nível dele.

 Por falar em mãe, Arthur Lira talvez desengavete os pedidos de impeachment se a dele for atingida gravemente pela covid-19.

Jovem é preso em flagrante após publicação sobre visita de Bolsonaro a Uberlândia

PM considerou postagem em rede social uma incitação à prática de crime contra segurança nacional. Presidente esteve na cidade de passagem antes de compromisso oficial no interior de Goiás.

A Polícia Militar considerou que João Reginaldo da Silva Júnior incitou a prática de crime contra segurança nacional ao publicar no Twitter a frase: “Gente, Bolsonaro em Udia amanhã… Alguém fecha virar herói nacional?”‘.

O rapaz está totalmente errado, violência não é solução, mas por que a PM não prende aquele que ameaça a vida dos brasileiros desde os tempos em que (des)serviu o Exército, como deputado e, agora, na Presidência. Duzentos e sessenta mil vidas não contam?

                                                                 ***************

Copiadas da Folha

Por que carros PCD devem morrer com mudança imposta por Bolsonaro

A Medida Provisória 1.034/2021, publicada pelo governo de Jair Bolsonaro na última segunda-feira, reduz ainda mais as já escassas opções de automóveis zero-quilômetro com isenção tanto de ICMS quanto de IPI para deficientes.

Entidades representativas do segmento PCD (pessoas com deficiência) dizem ter sido “pegas de surpresa” e contestam a decisão, que fixa em R$ 70 mil o preço máximo para esse público adquirir automóvel sem recolher IPI. A MP também amplia de dois para quatro anos o período mínimo para troca do veículo.

Sem reajuste há 13 anos, o teto do ICMS não acompanhou a alta nos preços dos automóveis e hoje são poucas as alternativas de modelos automáticos elegíveis ao benefício. Até a publicação da medida provisória, os deficientes ao menos podiam comprar carros acima de R$ 70 mil sem recolher IPI e ganhando desconto das montadoras.

A falta de atualização do teto do ICMS equivale à tunga aplicada aos contribuintes pelo governo federal ao não atualizar a tabela do Imposto de Renda, defasada em mais de 100%. Quanto ao aumento do prazo para troca do veículo o Mirando não considera que seja um problema, raras são as pessoas não PCD que trocam de carro a cada dois anos.

 O coiso não está só na questão, tem ajuda do criador do bolsodoria, o governador paulista João Doria, este pediu o fim da isenção de IPVA, o caso está na Justiça.

Maior fabricante de hidroxicloroquina, Apsen recebeu R$ 20 milhões do BNDES em 2020

 A Apsen Farmacêutica, principal fabricante de hidroxicloroquina do Brasil, assinou dois contratos de empréstimo com o BNDES em 2020, no total de R$ 153 milhões, para investir em atividades de pesquisa e ampliar sua capacidade produtiva. O valor é sete vezes maior do que o crédito liberado para a empresa nos 16 anos anteriores.

O presidente da Apsen, Renato Spallicci, é antigo apoiador do presidente Jair Bolsonaro e, na pandemia, ganhou o ex-capitão como “garoto-propaganda”.

Some-se ao valor o que foi desperdiçado na fábrica do Exército é fácil perceber que só não há dinheiro para as atividades essenciais.

                                                                 ***************

Copiada do UOL

Com spray, Bolsonaro insiste em medicamento sem eficácia contra covid-19

Spray Gifs Search Find Make Share Gfycat Funny Spray GIF - LowGifEm meio ao pior momento da pandemia de covid-19, com recorde de mortos pela doença e vacinação em ritmo lento, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) passou a apostar, depois da cloroquina, em um spray nasal produzido em Israel como uma nova forma de tratamento da doença.

O medicamento que vem sendo defendido com mais frequência pelo presidente nos últimos dias ainda está em estudos iniciais para o combate de infectados com o coronavírus, não tem comprovação de eficácia nem aprovação de agências de vigilância sanitárias para o uso contra a covid.

Mais dinheiro jogado fora. O ideal seria Fora, coiso!

                                                                ***************

Copiadas do CONGRESSOEMFOCO

Escolha de Aécio para Relações Exteriores gera mal estar entre PSL e Lira

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de agir em favor do ex-presidenciável e deputado Aécio Neves (PSDB-MG) na definição da presidência da Comissão de Relações Exteriores provocou insatisfação no PSL. O partido comandou o colegiado em 2019 com Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e quer manter em 2021 a coordenação com Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP).

Partidos desistem de barrar Bia Kicis na CCJ

 A deputada Bia Kicis (PSL-DF) está cada vez mais próxima de presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. Mesmo parlamentares da oposição acreditam que ela ficará com o comando da comissão mais importante da Casa e pela qual passam todas os projetos de lei e propostas de emenda à Constituição. Os partidos não querem comprar briga com o presidente Arthur Lira (PP-AL) e desrespeitar a proporcionalidade na divisão dos colegiados

O Congresso atualizou o velho ditado “miséria pouca é bobagem”, agora é “barbaridade pouca é bobagem, Aécio, com as suspeitas que pesam sobre ele, no máximo, poderia assumir relações interiores – na Papuda – e Kicis, na CCJ, é tentar misturar azeite com água, é impossível, são imiscíveis.

                                                                 ***************

Copiadas do Blog do Ancelmo

Grupo de ciclistas se unem(!!!) para recolher jacas da Vista Chinesa e distribuir para moradores de áreas vulneráveis

(!!!) E o pessoal do Rio ainda tem coragem de brincar com o de São Paulo atribuindo aos paulistas o pedido de “um chopes e dois pastel”. Grupo de une, cara-pálida.

A ação da ANTT contra as empresas de fretamento

Um veículo de fretamento da empresa Colombi Viagens e Transporte Eireli foi parado e recolhido pelo órgão regulador durante viagem de Recife a Fortaleza, mesmo com a documentação em dia e todos os protocolos de segurança preenchidos. A Justiça Federal já autorizou a ciruclação(*) de ônibus fretados, devidamente regularizados, pelo Brasil afora.

(*) O fato se deve à confusão que se estabeleceu na cabeça do fiscal, a JF autorizou a  circulação e o veículo estava circulando…

                                                               ***************

Copiadas do Estadão

Revisão da Lei de Improbidade pode beneficiar 1/3 dos deputados da comissão que analisa mudanças

Sete dos atuais 24 integrantes da comissão especial criada na Câmara para discutir mudanças na Lei de Improbidade Administrativa podem ser diretamente beneficiados pela nova legislação. Os deputados respondem a processos com base nas regras atuais e as alterações propostas têm potencial para livrá-los de eventuais punições. Na prática, os parlamentares terão a oportunidade de legislar em causa própria.

Na prática é a prática que eles mais praticam. E vai piorar, Bia Kicis, aquela, provavelmente chefiará a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.

 “Na Justiça atual está muito distante ser acusado e condenado, por causa do ativismo político do Ministério Público e do Judiciário”, disse o parlamentar.

O revoltado parlamentar é Ricardo Barros, líder do governo na Câmara, que responde, atualmente, a três processos de improbidade, um deles por crimes de lavagem de dinheiro e corrupção para facilitar negócio no ramo de energia eólica.

Servidores do IBGE querem adiar Censo

 Servidores do IBGE ameaçam entregar cargos de coordenação caso o Censo Demográfico vá a campo este ano, em plena pandemia do novo coronavírus. Em meio aos recordes sucessivos diários no número de mortes por covid-19 e as dificuldades enfrentadas pelo governo na imunização da população, os funcionários defendem que o levantamento seja transferido para 2022.

Demonstração de bom senso, não será possível fazer um bom Censo, muitos se recusarão a receber recenseadores em suas casas. O Mirando, semanas atrás, apontou o absurdo quando comentou notícia informando que o IBGE estava abrindo concurso para contratação de recenseadores. “Tem sentido, em plena pandemia, pessoas circulando de casa em casa?”.

                                                             StreamElements - firmezinhaa

**************

Copiada do DIVIDIDA 

Marcos Braz: Tenho contato com o Jesus, mas hoje o técnico é o Rogério Ceni

Fraquinho, fraquinho, Marcelo Crivella tem com o pai Dele, Deus.

                                                               ***************

Copiadas da CartaCapital

Presidente do Conselho de Ética diz que compra de mansão por Flávio Bolsonaro ‘não é pauta’ para o colegiado

PSOL, PT e Rede protocolaram nesta quarta-feira 3 no Senado um ofício em que cobram a abertura, pelo Conselho de Ética, de um processo contra o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) por quebra de decoro parlamentar na compra de uma mansão em um  bairro nobre de Brasília. O presidente do colegiado, o senador Jayme Campos (DEM-MT), no entanto, já se pronunciou contra a demanda das siglas.

Se há duas palavras que não ornam são Ética e conselho do Senado, nem este e nem o da Alerj, que não tratou das rachadinhas do adquirente do modesto imóvel.

Ricardo Salles é absolvido de condenação por improbidade administrativa

O julgamento, que teve saldo de 4 votos favoráveis à defesa de Salles e 1 contrário, atende também ao recurso da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), apontada pelo Ministério Público de São Paulo como a beneficiária da alteração de documentos de licitação na área de proteção ambiental da várzea do rio Tietê – fator de denúncia do órgão.

Agora não é mais condenado, mas mantém uma das características suficientes para continuar ministro, a incompetência.

                                                             ***************

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter